Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Vários Dias De Greves Na NS

TahR78, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Os utentes de comboio são aconselhados a procurar uma alternativa antes de quarta-feira, 24 de Agosto. Há indicação de greve dos funcionários da NS para os próximos dias.
 
 
O sindicato dos trabalhadores (FNV) da companhia nacional de transporte ferroviário (NS) anunciou vários dias de greve. A partir de quarta-feira, não haverá comboios por cinco dias, cada dia em uma região diferente.
 
Nenhum comboio da NS circulará na região onde a greve ocorre, espera um porta-voz da FNV. As greves vão durar até à última semana de Agosto. Se ainda não houver uma oferta de negociação colectiva que satisfaça os sindicatos, haverá uma greve nacional em Setembro, ameaçam os sindicatos.
 
"Os nossos membros estão cientes de que afectarão os passageiros durante as greves. Isso é lamentável, mas o incómodo é inevitável e, em última análise, também do interesse dos passageiros. Vemos a NS a não preencher vagas de trabalho, colocando assim comboios fora de serviço, afectando a segurança de todos que está sob séria pressão", argumenta o sindicato que acusa a empresa de colocar uma enorme pressão de trabalho aos trabalhadores da NS.
 
Na semana passada, um ultimato que os sindicatos haviam emitido à NS expirou. Eles rejeitaram uma oferta final da empresa de transporte público, porque não chegou perto o suficiente dos seus objectivos. A NS diz em resposta que ficará desapontada se as acções de greve forem adiante. 
Um porta-voz ainda não sabe qual o impacto que as acções terão nos utentes. De acordo com a NS, algumas exigências do acordo colectivo de trabalho dos sindicatos são praticamente inviáveis. A empresa aponta para a difícil situação financeira da empresa como resultado da pandemia covid-19, que causou uma diminuição no número de passageiros de comboio.
 
Uma das exigências nos acordos colectivos de trabalho dos sindicatos é a compensação automática pelos aumentos de preços no salário dos funcionários da NS, com um valor de 100 Euros mensais nos seus salários. Eles também querem um pagamento único de 600 euros e um ajuste nos horários de trabalho.
 
Depois da região norte, os funcionários da NS entram em greve no oeste do país no dia 26 de Agosto. Três dias depois, as acções continuam na região noroeste. Em 30 de Agosto, os trabalhadores entram em greve no centro do país e a 31 de Agosto no leste e sul da Holanda.