Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Um Jogo Tenso e Estranho Feyenoord 0 - 3 Ajax

Imagem de Валерий Дед via licença (CC BY 3.0)

 

O Ajax deu um duro golpe para o rival Feyenoord na busca pelo acesso ao futebol europeu. Num clássico estranho, em que foram mostrados dois cartões vermelhos e marcados dois autogolos, ainda houve tempo para Leroy Fer falhar um penalty. O campeão Ajax arrancou uma ressonante vitória: 0-3.

 

Que o Ajax já tivesse garantido a vitória do campeonato, não significou que não fossem criadas tensões no clássico. Houve tumultos e detenções nos dias anteriores ao jogo, com explosões em locais de reunião de adeptos, tanto em Amsterdam como em Rotterdam e confrontos com a polícia no sábado de manhã no complexo de treinos do Feyenoord. A questão do clube da casa não felicitar a vitória do rival dentro do campo, de forma desportiva, não ajudou aos ânimos.

Não iria acontecer, como já tinha informado o treinador do Feyenoord, Dick Advocaat, antes do jogo. Erik ten Hag, treinador do Ajax já afirmou que não pretende alimentar a questão. A confirmação de que o Ajax é o número um da Holanda, aconteceu assim no De Kuip, onde segundo ele, a sua equipa conseguiu o mais importante, em também conseguiu agradar os adeptos com uma vitória.

Logo ficou claro que ambas as equipas jogaram como se fosse a partida decisiva, com dois treinadores apaixonados nas linhas laterais, a chegarem a entrar em campo por várias vezes. Do outro lado, os jogadores garantiram um clássico ardente com sólidos ataques, dos quais alguns resultaram em tumultos entre jogadores. O Feyenoord inicialmente recuperou um pouco da derrota vergonhosa do jogo com o ADO na semana passada, para o campeonato.

O Feyenoord acabou por marcar, mas aconteceu em posição de fora de jogo (Robert Bozenik) ou na própria baliza. Marcos Senesi foi o primeiro na primeira parte. A bola rolou dolorosamente devagar para o golo quando o companheiro Eric Botteghin chutou contra ele. Esse golo colocou o bilhete europeu do Feyenoord ainda mais em risco, enquanto que o Ajax também parecia continuar invicto no sexto título da primeira divisão e no 21º jogo consecutivo.

O Ajax parecia não querer continuar com a série de vitórias, dado ter dado ao rival oportunidades de as realizar. Mas nem mesmo uma oportunidade de ouro para empatar a partida foi aproveitada pelo Feyenoord. Edson Álvarez viu o cartão vermelho directo pouco antes do intervalo por causa de uma mão na bola à boca da baliza. O árbitro Danny Makkelie apontou para a marca da grande penalidade

Não foi o suficiente para o Feyenoord, porque Leroy Fer não conseguiu passar a bola por Stekelenburg. Para piorar a situação, quinze minutos após o intervalo, a maioria numérica do Feyenoord também se desfez em desilusão. Tyrell Malacia puxou o fugitivo Antony para o relvado e recebeu assim seu segundo cartão amarelo.

E foi então que Advocaat e a sua equipa viveram uma autêntica situação surreal porque o 2-0 do Ajax também partiu do pé de um jogador do Feyenoord. O substituto Ridgeciano Haps acidentalmente fez um cruzamento rasteiro para o golo. O resultado final foi definido pelo substituto Mohammed Kudus do Ajax, ao empurrar um cruzamento de Tadic de um canto longo.

O campeão Ajax, que jogou com o novo uniforme azul, vai fechar a temporada contra o VVV e o Vitesse na próxima semana. O Feyenoord, que ainda tem de jogar com o Heracles e o RKC , tem de esperar um milagre para alcançar o Vitesse e assim evitar os play-offs do futebol europeu. No Feyenoord, Steven Berghuis e Jens Toornstra estiveram ausentes do clássico devido a cartões vermelhos anteriores.

 

Portugueses na Holanda sempre informaram a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.