Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Sobe O Kinderbijslag Apesar De Não Planeado

Imagem de 460273 por Pixabay

Cerca de 20 euros de abono de família a mais por filho: embora o abono de família fosse permanecer o mesmo, o governo decidiu aumentar a contribuição a partir de 1 de Julho. Para alguns pais uma adição muito necessária, para outros um extra bem-vindo.

 

De qualquer forma, é uma agradável surpresa para os pais. O governo indicou na apresentação do Orçamento de Estado que não queria mexer nos subsídios para as crianças até 2024, mas esse desejo foi cancelado devido à inflação actual. Isto significa que o abono de família será novamente aumentado simplesmente duas vezes este ano: uma vez em Julho e outra em Janeiro. O novo valor será depositado na conta a 1 de Outubro.

"É notável", disse Gijsbert Vonk, professor de direito da Universidade de Groningen. "O governo planeava reduzir os benefícios para crianças, mas agora acontece o oposto."

De acordo com a lei, o abono de família deveria ser aumentado com base na evolução dos preços médios, mas o governo não cumpria com a letra exacta da lei. Isso já acontecia durante a crise financeira, em 2012 e 2013. “Felizmente, as famílias agora podem contar com um aumento novamente”, diz Vonk.

Abono (Kinderbijslag) A Partir De 1 De Julho

  • 0 a 5 anos: 249,31 euros por trimestre
  • 6 a 11 anos: 302,74 euros por trimestre
  • 12 a 17 anos: 356,16 euros por trimestre

A importância do abono de família para as famílias varia. A lida com este dinheiro varia de família para família. "Sempre esqueço o benefício infantil", confessa um pai. "O dinheiro entra na conta corrente conjunta e vai para o montante disponível. Nós separamos dinheiro todos os meses para as crianças, mas não queremos depender de benefícios para o nosso padrão de gastos."

Uma mãe coloca o dinheiro em uma conta poupança. "Achamos importante ter algum dinheiro para o nosso filho mais tarde. Economizamos grande parte da quantia e colocamos de lado. Ele também pode comprar uma coisa com o dinheiro, porque o queremos preparar sobre o dinheiro e como fazer uso dele."

Uma outra mãe também coloca o abono de família para a sua filha em uma conta poupança. "Pagamos tudo da nossa conta corrente. Para nós, o abono de família é um ganho extra que deixamos de lado." Outra mãe, por outro lado, gasta sempre o dinheiro. "Geralmente gasto 100 euros em fraldas, toalhitas húmidas e afins. Gasto cerca de 200 a 300 euros em roupas para os meninos e tenho 50 euros que sobram, dos quais às vezes compro brinquedos para eles."

Para Que Serve O Kinderbijslag

Originalmente, apenas as famílias da classe trabalhadora com três filhos ou mais recebiam abono de família. Os salários muitas vezes não eram suficientes para sustentar uma família com mais de dois filhos. "Na época, os empregadores pagavam um salário que eles próprios determinavam", diz Vonk. "Muitos trabalhadores foram assim explorados."

"O ensino social católico defendia um rendimento justo. As pessoas tinham que receber dinheiro suficiente para se sustentar a si mesmas e às suas famílias. Isso levou algumas indústrias a pagarem suplementos, mas isso não aconteceu para todos. Para manter as coisas, o governo assumiu isso desde o início da década de 1940", diz Vonk.

Em 1980, todas as leis nessa área foram incorporadas à actual Lei Geral de Benefício Infantil. Esta estipula que todos nos Países Baixos têm direito a abono de família para os seus próprios filhos, enteados ou filhos adoptivos até completarem os 18 anos, se ainda frequentarem a escola.

O kinderbijslag é um processo automático para todos os que estão registados no país. Depois do registo no município, para crianças nascidas fora dos Países Baixos e para as nascidas no país, depois do registo de nascimento, o processo é automático através do SVB.

Em alguns casos, para os pais que vivem e trabalham nos Países Baixos, mas cujos filhos estejam em Portugal, também será possível pedir o abono de família, ou parte desse valor. Contacte o SVB para mais informações ou para um pedido.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.