Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Schiphol Coloca Máximo De Passageiros Diários. Voos Serão Cancelados e Milhares Ficam Em Terra

Imagem de Tom Jutte via Flickr (CC BY-NC-ND 2.0)

Schiphol vai implementar um número máximo de passageiros diários nos próximos dois meses. De 67.500 nos dias mais movimentados de Julho para 72.500 em Agosto. O aeroporto anunciou isso esta quinta-feira como mais uma medida para mitigar a grande afluência de passageiros. Milhares de passageiros vão ser afectados por esta decisão. Muitas férias ficarão canceladas.

 

"Estamos a tomar esta medida com um mau pressentimento. Especialmente após o impacto do corona, nós e todos os nossos parceiros queremos nada mais do que receber todos os passageiros de braços abertos. Muito se poderá fazer em Schiphol neste Verão, mas nem tudo será possível. Essa medida garante que a grande maioria dos passageiros possa viajar com segurança e confiança partir de Schiphol”, diz o CEO Dick Benschop.

Schiphol luta há várias semanas com a falta de pessoal entre seguranças e manuseamento de bagagem. Em combinação com o aumento do fluxo de turistas, isso tem vindo a causar grandes multidões há semanas, às vezes resultando em voos cancelados e atrasados.

Para atrair mais funcionários, o aeroporto concordou com os sindicatos que os trabalhadores na segurança, manuseamento de bagagem, limpezas e motoristas de autocarro no aeroporto receberão um bónus de 5,25 euros por hora neste verão. O aumento do salário continuará até depois do Verão, embora menos do que durante o período mais movimentado.

A associação da indústria de viagens ANVR quer levar Schiphol a tribunal por causa da intenção de cancelar voos. A organização quer recuperar os danos sofridos com esta medida como resultado do caos que se vive no aeroporto em Schiphol.

A ANVR teme que um grande número de organizações de viagens vá à falência como resultado dos problemas. Também porque as organizações de viagens são legalmente obrigadas a pagar os custos do cancelamento de férias.

A questão é se todos os custos incorridos pelo cancelamento de férias, como os de hotéis e excursões, podem ser recuperados. De acordo com a associação comercial, quase todas as empresas do sector de viagens têm pouca almofada financeira após os dois anos de "miséria de corona".

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.