Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Preços na Restauração Devem Aumentar

Imagem de Richard Winter por Pixabay

 

É oficial a abertura de esplanadas de bares e restaurantes a 28 de Abril, após seis meses de encerramento. Todas as vendas perdidas e todas as dívidas que os empresários acumularam terão de ser compensadas de alguma forma. Assim entendem os economistas.

 

Como é costume quinzenalmente, o primeiro-ministro Mark Rutte e o ministro da saúde Hugo de Jonge dão a sua conferência de imprensa nas noites de terça-feira. Como anunciado na última, os estabelecimentos de restauração poderão voltar a receber clientes na sua esplanada a partir da próxima quarta-feira.

Essa é uma boa notícia para os proprietários do sector da restauração, mas é precisa também actualizar os valores. Todo o sector está fechado desde Outubro, excepto para entregas ao domicilio e o Rabobank estima uma perda de receita nestes meses em 80 por cento. “Para o ano todo, esperamos uma redução de 50% na facturação”, diz o economista do sector Jos Klerx. "Isso equivale a uma perda de mais de 6,5 mil milhões de euros."

O ABN AMRO analisou o número de pagamentos com cartão de débito no sector da restauração e alojamento nos últimos meses e concluiu que os bares tiveram uma queda de 75 por cento na facturação desde Outubro e os restaurantes perderam 53 por cento.

Aumento de Preços

Portanto, aumentos de preços não estão excluídos, ainda mais porque os fornecedores também aumentaram os seus preços nos últimos meses. A Heineken implementou um aumento de 2,7 por cento a 1 de Abril, na AB InBev esse aumento é de 3,5 por cento. “Parece quase inevitável que a restauração comece a reflectir esse aumento nos seus preços”, diz Klerx. "Além disso, todos os empresários na restauração tiveram que se endividar ainda mais para sobreviver e isso também deve ser compensado." No final de 2020, o sector da restauração e alojamento tinham quase 6 mil milhões de euros em empréstimos bancários.

Do ponto de vista empresarial é um momento muito bom para aumentar os preços, pensa Klerx. "Os consumidores estão ansiosos para tomar a sua bebida com os amigos novamente e por isso não se importarão em pagar um pouco mais. Mas uma cerveja não ficará mais cara imediatamente na reabertura. Isso deverá acontecer a longo prazo."

Exemplo Alemão

É o que também diz Stef Driessen, que acompanha o sector no ABN AMRO. Ele prefere ver o benefício de um subsídio temporário. No verão passado, os bares na Alemanha já cobraram cerca de 2,50 euros a mais de "sobretaxa corona" por cliente e Driessen também vê isso a acontecer na Holanda. No ano passado, os empresários holandeses ainda se mostraram relutantes em fazê-lo, mas Driessen acredita que os consumidores agora também estão prontos.

Ele também espera que o sector da restauração trabalhe com mais eficiência. “As pessoas terão que se acostumar a ter que reservar um lugar e a não ficar o dia todo a ocupar o espaço. Isso vai permitir mais fluxo de clientes, o que por sua vez aumenta a facturação."

Aumento de Salários

Os salários provavelmente também devem aumentar no sector, diz Driessen. "Uma grande parte dos funcionários pré-corona agora encontrou outro trabalho na área da saúde ou nos GGDs, por exemplo e portanto haverá escassez de profissionais. Isso significa que há uma boa hipótese de que os empresários ofereçam salários mais altos para atrair pessoal."

A filial da organização Koninklijke Horeca Nederland acredita que cabe aos próprios empresários tomar essa decisão, mas não acredita que essa conta deva chegar ao cliente. "O governo optou pelo encerramento obrigatório e não compensando totalmente os empresários do sector da restauração. O governo deve compensar esse dano, não o consumidor."

Os economistas não prevêem que isso aconteça imediatamente, mas defendem a extensão dos pacotes de apoio e a possibilidade de usar créditos de emergência também na fase de recuperação.

 

Portugueses na Holanda sempre informaram a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 
Clique em 

Apoie Portugueses na Holanda e receba vantagens exclusivas

para apoiar.

E receba vantagens e descontos exclusivos