Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Operador Da Rede Elétrica De Alta Tensão Deixa O Aviso

Imagem de Reginal por Pixabay

Depois de 2025, há uma grande probabilidade de falhas de eletricidade disponível para atender à necessidade de todas as residências e empresas holandesas. Em um inverno médio, haverá escassez por algumas horas, alertou a operadora de rede TenneT na quinta-feira.
 
 

Nos meses de inverno, pode ser produzida energia insuficiente, escreve a TenneT no seu relatório anual sobre a segurança do fornecimento de energia. Os painéis solares rendem pouco nos meses mais cinzentos e períodos prolongados sem vento podem causar problemas na produção de eletricidade. Nestes casos temos que importar eletricidade do exterior ou usar armazenamento em bateria.

As centrais holandesas movidas a carvão devem ser encerradas a partir de 2030. As centrais de carvão e energia nuclear no estrangeiro também deverão ser encerradas nos próximos anos, o que quer dizer que nem sempre haverá eletricidade suficiente para importar, alerta TenneT. O gestor da rede de alta tensão aconselha o governo a “continuar a acompanhar de perto a situação além-fronteiras” e a comprometer-se a ligar baterias de apoio suficientes à rede elétrica.

Se houver falta de energia elétrica, isso não significa que a energia acaba em todo o país de forma total. Empresas e famílias podem ser aconselhadas a usar menos do que normalmente usariam. Em casos extremos, o operador da rede pode cortar a eletricidade de forma controlada em uma parte do país em caso de escassez. Isso nunca aconteceu antes, enfatiza TenneT.

Menos Consumo

Muitas vezes, a escassez pode ser compensada por uma gestão mais inteligente da procura de eletricidade, pensa o operador da rede. Por exemplo, as fábricas podem ser incentivadas a programar a sua manutenção no inverno. Neste caso, o consumo de eletricidade é menor nos momentos em que ela é escassa. Isso também pode economizar dinheiro. "Em breve serão as épocas mais caras do ano", diz o diretor operacional Maarten Abbenhuis.

Os consumidores também podem ter que lidar com a energia de maneira diferente. Segundo Abbenhuis, por exemplo, seria bom se mais pessoas tivessem bateria em casa. Isso permite que se use energia em horários de pico que eles mesmos armazenaram anteriormente. "Se muitas famílias são auto-suficientes ou podem evitar esse pico por um tempo, isso ajuda enormemente o sistema."

Nada vai acontecer já de qualquer maneira nos próximos anos. Até 2025 ainda não há perigo de falta de eletricidade. Neste momento, todas as necessidades holandesas de eletricidade podem ser suprida pelas próprias centrais de gás, carvão e energia nuclear, que estão sempre disponíveis. Isso só vai mudar nos anos após 2025.

4 Horas A Menos

Com a política atual, haverá uma insuficiência média de 4,5 horas de energia por ano em 2030. A escassez real de eletricidade depende muito do clima. Em alguns anos climáticos generosos, não haverá escassez. Mas em um inverno particularmente frio e com pouco vento, a falta de energia pode chegar a vinte horas por ano.

Mesmo que o número de centrais a gás na Holanda seja menor do que o esperado, por exemplo, devido a problemas técnicos, pode haver mais interrupções de energia. Nesse caso, a TenneT assume doze horas por ano, com exceções de até cinquenta horas em um inverno sem vento.

De acordo com o operador da rede, é importante ligar melhor a rede elétrica nacional com outros países para evitar uma escassez real. Especialmente novas ligações com a Inglaterra e a Noruega podem ajudar.

Essa ligação poderia ocorrer por meio de um parque eólico no mar, entre a Holanda e a Inglaterra. "Estamos a pensar em ligar um parque eólico no Mar do Norte em ambos os países há anos. Isso pode ser uma solução muito boa", diz Patrick van de Rijt da TenneT.

Também é importante que haja baterias suficientes ligadas à rede elétrica. Desde o forte aumento dos preços da energia, os operadores de rede receberam um grande número de pedidos para ligar grandes baterias à rede elétrica.

 

Se aprovam este tipo de conteúdo na plataforma, façam gosto, comentem e partilhem as informações e muito importante, para receberem estas informações de valor em português, subscrever os nossos canais FacebookInstagramTikTok e YouTube.

A informação disponibilizada irá continuar a ser gratuita para todos, mas outra forma de apoio é a subscrição no nosso clube de apoiantes onde, por um pequeno valor mensal, podem apoiar o crescimento desta plataforma para a preparar para os desafios do futuro.