Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Onde Está o 1 de Maio?

Imagem de Antonio Cansino por Pixabay

 

Os países europeus celebram hoje o Dia do Trabalhador, que é um feriado oficial em quase toda a Europa e no resto do mundo, embora possa acontecer em outro dia. Mas porque é que o 1 de Maio não é feriado na Holanda?

 

O termo Dia do Trabalhador já diz no fundo o que é. É um dia em que a classe trabalhadora e o seu trabalho é colocado em destaque e ao mesmo tempo apoia o movimento internacional dos trabalhadores e o princípio da solidariedade .

O Dia do Trabalhador tem suas origens no final do século XIX. Foi então que surgiu a parceria internacional dos partidos socialistas, também conhecida como a Segunda Internacional Socialista.

A 20 de Junho de 1889, a segunda Internacional Socialista, reunida em Paris, decidiu convocar anualmente uma manifestação com o objectivo de lutar pela jornada de 8 horas de trabalho. A data escolhida foi o primeiro dia de Maio, como homenagem às lutas sindicais de Chicago de 1886, liderada pela Federação Americana do Trabalho. Foi assim convocada uma acção no 1º de Maio do ano seguinte para, entre outras coisas, reivindicar a jornada de trabalho de oito horas. 

Na Holanda

O sindicato FNV apresenta duas razões principais pelas quais o 1 de Maio não é um feriado na Holanda. "Isso deve-se em parte porque o Dia da Rainha costumava ser a 30 de Abril  temos também outros feriados religiosos, como Natal e Páscoa."

Além disso, o sindicato afirma que nosso modelo de negociação é um motivo importante para a relativa falta de importância ao Dia do Trabalhador. Aqui não são as greves, manifestações e outras acções que trazem mudanças, mas sim as negociações entre governo, patrões e empregados. “Os confrontos entre sindicatos e governo foram menos intensos em nosso país do que, por exemplo, na França e na Espanha”.

Isso não quer dizer que no passado os Países Baixos não tenham dado mais atenção ao Dia do Trabalhador. Afinal, é bom como sindicato ou socialista ser capaz de mostrar que tem um movimento internacional a seu lado a apoiar.

Durante a Guerra Fria, as coisas pioraram. Com o Dia do Trabalhador no Bloco de Leste e na União Soviética, assumindo um caráter cada vez mais militar, ninguém quer ser associado a essa imagem.

Desde 2015 o sindicato FNV voltou a reflectir sobre o Dia do Trabalhador com a organização de comemorações e acções no 1º de Maio, embora o sindicato esteja a fazer isso de forma virtual e online este ano.

 

Portugueses na Holanda sempre informaram a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 
Clique em 

Apoie Portugueses na Holanda e receba vantagens exclusivas

para apoiar.

E receba vantagens e descontos exclusivos.