Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Número de Falências Atingem Mínimos Recorde

Imagem de Michael Schüller por Pixabay

Apesar da pandemia de coronavírus ainda estar em curso, o Instituto de Estatísticas da Holanda (CBS) informa que em 2021, a Holanda registou o seu menor número de falências em mais de 30 anos, com um total de 1.536 empresas declaradas falidas durante o ano passado.

 

O surto inicial de covid-19 e o confinamento subsequente significaram que a Holanda viu o seu número de falências atingir o pico de 338 em Abril de 2020. Desde então, o país observou uma queda significativa no número de falências declaradas mensalmente.

Após um ligeiro aumento em Novembro do ano passado, a CBS informa que em Dezembro de 2021, 137 empresas, excluindo empresas em nome individual, foram declaradas como falidas. Em altura de pré-pandemia, em Dezembro de 2019, esse número era de 243.

Considerando os dados de Dezembro, a CBS anunciou que em 2021, a Holanda registou o seu menor número de falências desde 1990, e o segundo menor número desde que os registos começaram em 1981. No ano passado, um total de 1.536 empresas na Holanda entraram com pedido para falência. Isso marca uma queda de 43% em relação a 2020.

Embora a Holanda tenha marcado um declínio anual no número de falências desde um pico de 8.376 em 2013, a CBS observa que o facto de os números continuarem a seguir a tendência de queda ao longo da pandemia “não pode ser visto separadamente dos apoios de emergência do governo”.

As Más Empresas Também Sobrevivem

Os sectores que registaram o maior número de falências nos últimos dois anos foram no comércio, construção, serviços financeiros e serviços empresariais especializados. Embora muitos tenham manifestado preocupações sobre os efeitos das inúmeras medidas de confinamento nos sectores do comércio, hotelaria e cultura, a CBS relata que as falências nesses sectores permaneceram relativamente baixas.

No ano passado, 97 empresas do sector de hotelaria entraram com pedido de falência, enquanto 22 dos sectores cultural, desportivo e recreativo foram declarados falidas. O Departamento Central de Planeamento (CPB) alertou que o apoio contínuo do governo holandês manteve vivas muitas empresas já em dificuldades antes da pandemia, e especialistas e organizações de funcionários alertaram que, quando esse apoio terminar, uma onda de falências será inevitável.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.