Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Novas Restrições Para Dezembro

Imagem de Martin Petrů por Pixabay

 

Foi na sexta feira que o primeiro-ministro Mark Rutte e o ministro de saúde Hugo de Jonge anunciaram uma série de medidas para desacelerar a propagação do covid-19 na Holanda. Essas regras entram em vigor a partir de domingo, 28 de Novembro, às 5h, até pelo menos sábado, 18 de Dezembro. As medidas ainda precisam ser aprovadas pela Câmara dos Deputados. Abaixo está o resumo geral.

 

Comércio Não Essencial

A partir de domingo, haverá um confinamento nocturno: todos os sectores não essenciais devem encerrar portas entre 17h e as 5h. O confinamento nocturno aplica-se a eventos, restaurantes, teatros e cinemas, entre outros. A prática profissional de arte e cultura é permitida após as 17h, mas sem público.

Lojas essenciais, como supermercados e drogarias, podem ficar abertas até às 20h. Os serviços que foram identificados como essenciais, como advogado, consultor de hipotecas ou profissões de contacto médico, também podem manter o seu horário normal de funcionamento até às 20h.

O confinamento nocturno também se aplica ao desporto amador. Nenhum treino ou competição é permitido entre 17h e as 5h. Uma excepção aplica-se ao desporto profissional. Eles podem treinar e jogar após as 17h, mas sem público.

Educação

Ao contrário do aconselhado pelos especialistas, o governo não irá encerrar as escolas, embora vá implementar uma série de medidas. Todas as escolas e locais de ensino podem assim permanecer abertos, mas o governo anunciou medidas adicionais para evitar a propagação do vírus nesses locais, tanto quanto possível. Os alunos a partir do grupo 6 devem usar máscaras de protecção nos corredores, assim como docentes e auxiliares de educação.

Além disso, o governo aconselha os alunos a partir do grupo 6, professores e todo o ensino secundário a fazer um auto-teste duas vezes por semana.

Em breve, mesmo as crianças menores de 12 anos devem ficar em casa se tiverem sintomas, mesmo que leves. Nesse caso, as crianças também devem ser testadas no GGD. A chamada "política de bolha" só se aplicava a crianças com mais de 12 anos.

Máscaras de Protecção

Volta o uso da máscara de modo generalizado. Não só nas escolas, mas também em locais de lugar fixo, como restauração, cinemas e teatros, as pessoas passam a ter de usar máscara facial e a manter uma distância de 1,5 metros. A máscara só precisa ser colocada quando circula no local.

As medidas também se aplicam aos locais de passagem. Isso significa que as pessoas nos mercados de rua, por exemplo, devem manter distância e usar máscara. Em ambos os casos, as medidas vão provocar uma diminuição na lotação.

Em Casa Tanto Quanto Possível

O governo enfatiza que todos devem ficar em casa o máximo possível. Se você visita alguém, ou recebe visitantes, é recomendável fazer um auto-teste. Você também deve prestar atenção extra quando tiver contacto com alguém com mais de setenta anos ou uma criança com menos de doze.

O conselho de trabalho em casa também sai reforçado. A partir de domingo, trabalhe a partir de casa sempre que possível. Se não for praticável, os 1,5 metros de distanciamento social devem ser mantidos no local de trabalho.

Reforço

O GGD, o RIVM e outras instâncias vão acelerar o mais rápido possível as acções de vacinação de reforço. Pretende-se com isto vacinar com uma terceira dose o maior número possível de idosos até ao final deste ano. Os idosos que não têm mobilidade recebem a dose de reforço mais cedo: em vez de Janeiro, será já na próxima semana.

O Ministério da Defesa e estudantes de medicina, vão participar no esforço de administrar as injecções.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.