Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Nível de Água Preocupante nos Países Baixos

Imagem de Hermann Traub por Pixabay

 

Rijkswaterstaat e as empresas estatais de controle de água estão a preparar-se para a chegada de um nível alto água vindo dos Alpes no final desta semana. Devido ao aumento da água no Rijn, IJssel e Waal, zonas baixas ao longo dos rios vão transbordar e as planícies de inundação vão-se encher. 

O nível da água do Rijn em Lobith está actualmente a 12,72 metros acima do nível do mar. Devido às persistentes depressões a sudoeste da Holanda, em plena área de captação e ao derretimento precoce da neve no sul da Alemanha e na Suíça, o nível dos rios aumentará ainda mais nos próximos dias, para aproximadamente 14,30 metros acima do nível do mar. A Rijkswaterstaat declarou o aviso amarelo quando o nível de 12 metros foi excedido. É nesta fase que os rios transbordam as suas margens e medidas de protecção são accionadas. Oficialmente, os Países Baixos estão em situação de cheia.

Na página da Rijkswaterstaat e das empresas estatais de controle de água podem ser já vistos alertas à população que trabalha, vive ou usa as zonas de inundação para outros fins ao logo do Rijn e do IJssel. Várias ligações fluviais, como em Dieren e Brummen, estão suspensas porque o pontão ficou debaixo de água. Outras ligações vão ser encerrados no final desta semana. Os açudes em Driel, Amerongen e Hagestein no Baixo Reno ( Nederrijn) foram abertos pela Rijkswaterstaat para tirar pressão ao rio principal. A defesa contra inundações Ravenswaaij no Lek foi fechada. Essa barreira protege o interior no oeste do país contra o aumento do nível de água do Lek. O transporte marítimo está a ser desviado através do Prinses Marijkesluizen.

Nijmegen

A empresa estatal de controle de água Rivierenland rebocou a estação flutuante de bombeamento Pannerling, perto de Doornenburg, para o porto fluvial de Arnhem no passado fim de semana. Isto foi necessário para permitir que a água flua livremente através do Linge no Betuwe. O nível da água do Waal estava 10,32 metros acima do nível do mar na tarde de segunda-feira. A água está no limite de transbordo no cais de Nijmegen. As escadas de acesso à margem desapareceram sob a água do rio, um pedaço do gradeamento ainda sobressai. O Ooijpoort não está mais acessível. A água continuará a subir nos próximos dias. A 13,40 metros acima do nível do mar, Rijkswaterstaat fala oficialmente de "águas extremamente altas". 

O canal lateral de escoamento do Waal, perto de Nijmegen, está aberto desde segunda-feira e o polder Munnikenland, perto do Castelo de Loevestein, vai ser inundado para prevenir inundações a jusante, de acordo com o órgão de controle de água. O Rivierenland gerencia os diques do rio desde a fronteira alemã até Zuid Holland e realiza várias inspecções durante as cheias. A vigilância dos diques ainda não é necessária com nível de água esperado.

A Rijkswaterstaat não está para já preocupada porque está prevista uma queda no nível da água após o fim de semana. As previsões dependem do evoluir meteorológico da próxima semana. 

Maas

De acordo com Rijkswaterstaat, a água no Maas está alta há algum tempo, mas diminuirá nos próximos dias. Barreiras temporárias foram construídas em vários locais ao longo do rio para evitar inundações. O alto nível da água foi causado pelo derretimento da neve e pela chuva nas Ardenas e no norte da França. O pico do nível da água foi atingido na manhã de sábado com um débito de 1.775 metros cúbicos por segundo à entrada na Holanda, em Limburg. Um metro cúbico de água equivale a mil litros.