Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Nationale Dodenherdenking - 4 de Maio - Dia da Memória Nacional

Imagem de PVT Pauline sob licença (CC BY-SA 3.0)

 

O dia mais solene no país, onde se relembra todos os mortos, civis e militares, que caíram às mãos do nazismo durante a Segunda Guerra Mundial e depois mais tarde, nas guerras e missões de paz da ONU no estrangeiro. Um dia levado a sério, onde os dois minutos de silêncio deve ser respeitado.

 

O Dia da Memória Nacional, ou Dia da Lembrança, ocorre anualmente nos Países Baixos a 4 de maio com dois minutos de silêncio às 20h00. A comemoração nacional é na Praça Dam em Amsterdam e é organizada pelo Comité Nacional do 4 e 5 de Maio desde 1988 , enquanto centenas de outros comités organizam comemorações locais. A configuração original dizia respeito apenas às vítimas holandesas na Segunda Guerra Mundial, mas desde 1961 uma definição mais ampla foi oficialmente usada, incluindo todas as vítimas holandesas da guerra ou aqueles mortos em missões no estrangeiro desde a eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Esta iniciativa foi criada por Jan Drop (1907-1993), de Den Haag, cujo pai e irmão foram mortos na guerra. Drop e sua esposa ajudaram judeus a encontrar esconderijos e receberam o prémio Yad Vashem por isso. O primeiro memorial foi realizado em 4 de Maio de 1946.

Amsterdam

Todos os anos desde esse dia na Praça Dam em Amsterdam, comemora-se o evento oficial de acordo com um protocolo.

  • Às 18h55 inicia-se uma cerimónia na Nieuwe Kerk, ao lado da Praça Dam, com a presença da Família Real, membros do governo, sobreviventes e familias e outros convidados.
  • 19h50 o Rei deixa o edifício e junto com sua esposa e outros dignitários do governo e militares, caminham para junto do monumento existente na praça.
  • Depois de uma apresentação do Comité Nacional do 4 e 5 de Maio, rei e rainha depositam uma coroa de flores em frente ao monumento.
  • O Taptoe, um sinal militar a trompete, é tocado, seguindo-se às 20h00 em ponto, dois minutos de silêncio.
  • Ao fim dos dois minutos é tocado o Hino Nacional dos Países Baixos, o Wilhelmus.
  • O grupo afasta-se do local e outros convidados depositam as suas coroas de flores no local.
  • A cerimónia encerra com o depósito de flores dos restantes presentes.

Resto do País

A Comemoração Nacional ocorre da seguinte forma em toda a Holanda:

  • A bandeira holandesa (sem faixa cor de laranja) deverá estar a meia haste das 18h00 até o pôr do sol.
  • Os sinos da igreja tocam no dia 4 de Maio, das 19h45 às 19h59.
  • Haverá dois minutos de silêncio entre as 20h00 e as 20h02.

Todos os locais públicos levam em consideração a comemoração dos mortos. Isso significa, por exemplo, que não haverá festas, música e actividades entre 19h45 e 20h15. No dia 4 de Maio, as lojas na Holanda fecham normalmente às 19h, embora os município possam dar permissão a certas lojas para permanecerem abertas.

O silêncio de dois minutos aplica-se em todo o país, inclusive em locais onde nenhuma cerimonia é realizada. Comboios, tram, metros e autocarros ficam parados e todos devem observar um momento de silêncio às oito horas, onde quer que estejam. No entanto, é proibido parar o carro na autoestrada. Os motoristas tomam assim uma saída ou vaga de estacionamento numa estação de serviço. O metro continua até a próxima estação e param ali por dois minutos. Apenas os serviços de emergência permanecem normalmente activos.

Em todos os municípios da Holanda, há comemorações em monumentos locais para as vítimas da Segunda Guerra Mundial. O padrão é o mesmo: o trompete sinaliza o Taptoe, dois minutos de silêncio, o Wilhelmus e a colocação da coroa. Os visitantes caminham de seguida ao longo dos monumentos e acrescentam flores. Exemplos disso são Waalsdorpvlakte nas dunas de Scheveningen, um dos mais conhecidos e impressionantes eventos pelo silêncio e respeito, onde foram fuziladas mais de 250 pessoas, o cemitério de guerra Grebbeberg em Rhenen e centenas de outros lugares onde túmulos ou monumentos nos lembram as vítimas e a ocupação. Em alguns locais, a comemoração é feita por uma marcha silenciosa ou um concerto de comemoração.

 

Portugueses na Holanda sempre informaram a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 
Clique em 

Apoie Portugueses na Holanda e receba vantagens exclusivas

para apoiar.

E receba vantagens e descontos exclusivos.