Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Holanda Desconfina - Portugal Coloca Travão no Desconfinamento

ECDC.png

 

Sábado, 26 de Junho, marca o dia em que a Holanda se vê livre de quase todas as medidas e restrições de combate à pandemia. Com algumas excepções, o uso de máscara deixa de ser obrigatório na maioria dos locais e os ajuntamentos voltam a ser permitidos, mediante algumas regras básicas. Os horários do comércio e restauração voltam ao seu normal, conforme licença de funcionamento. Bares e discotecas reabrem ao fim de 16 meses.

Por outro lado, Portugal volta atrás no desconfinamento em alguns municípios e trava no resto do país. Os testes PCR e conselho de quarentena para viajar para a Holanda, voltam a ser impostos nos voos com origem em Lisboa.

 

Holanda

Na Holanda ainda se vai manter a distância social de 1,5 metros como regra básica.

  • Nos locais onde os 1,5 metros podem ser mantidos, o uso de máscara deixa de ser obrigatório, como por exemplo, nos supermercados. Ainda será necessário usar máscara no transporte público, ensino médio, aeroportos e aviões. Os GGDs também mantêm a obrigação da máscara nos centros de teste e vacinação.
  • O limite de pessoas, fora do agregado familiar, em sua casa e na rua deixa de estar limitado.
  • O trabalho no escritório volta a ser permitido. Os funcionários podem a partir de hoje realizar metade do seu trabalho no escritório da empresa.
  • Os bares e discotecas mantiveram-se fechados por 16 meses, mas podem receber clientes novamente a partir deste sábado. Os clientes devem ser capazes de demonstrar que foram vacinados contra o coronavírus ou recentemente tiveram resultado negativo a um teste através de Certificado Digital. Podem para isso usar a aplicação CoronaCheck que já está em funcionamento a nível nacional.
  • Salas de espectáculos, cinemas e restauração devem manter a regra dos 1,5 metros de distanciamento social e lugares fixos. Ainda realizarão um controle de sintomas à entrada e o registo de contacto dos clientes.
  • Para locais de movimento de público, como museus, aplica-se a regra de um visitante por cada cinco metros quadrados. Também aqui um controle de sintomas e registo de contacto é realizado. Se o local introduzir entrada por Certificado Digital, as medidas de distância e lotação não são aplicadas.
  • Desporto amador volta a receber o público nos jogos de competição.
  • A venda de bebidas alcoólicas volta a estar autorizada a partir das 22h.

As medidas e restrições na Holanda ainda deverão vigorar até finais de Agosto. O governo não dá certeza de quando poderá acabar com as actuais restrições.

Portugal

Ao contrário da tendência europeia, Portugal volta atrás no desconfinamento em alguns municípios. Albufeira, Lisboa e Sesimbra voltam a ter redução de horários no comércio e restauração ao fim de semana. Na Área Metropolitana de Lisboa está proibida e entrada e saída de cidadãos sem justificação ou apresentação de Certificado Digital, que já está implementado a nível nacional, ou certificado de teste negativo, durante os fins de semana.

Os municípios de Alcochete, Almada, Amadora, Arruda dos Vinhos, Barreiro, Braga, Cascais, Grândola, Lagos, Loulé, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odemira, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sintra, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira mantém-se em vigilância e com uma redução de horários na restauração e redução da lotação dos espaços.

O restante país manterá as medidas, não avançando para a próxima fase a 28 de Junho.

Viagens

No que respeita às viagens aéreas entre a Holanda e Portugal, o nosso país mantém a obrigação de apresentação de um certificado de teste negativo PCR, realizado nas últimas 72 horas, ou certificado de teste rápido antigénio negativo, realizado nas últimas 48 horas. A apresentação de teste deve ser realizada por todos os passageiros maiores de 12 anos. Para a Madeira poderá ser apresentada prova de vacinação completa ou recuperação ao covid-19.

No que respeita às viagens aéreas entre Portugal e Holanda, e a partir de hoje, os passageiros maiores de 13 anos, com origem na Área Metropolitana de Lisboa, só poderão embarcar mediante a apresentação de um certificado de teste PCR negativo, realizado nas últimas 72 horas, mesmo que já tenham tomado as duas doses de vacinas. É igualmente aconselhado que realizem uma quarentena de 10 dias à chegada. Ao fim do 5º dia de quarentena poderá realizar um teste ao covid-19. Se o resultado for negativo, a quarentena pode ser terminada.

Mesmo que o passageiro more fora da Área Metropolitana de Lisboa, mas tenha que viajar a partir do aeroporto de Lisboa, terá igualmente de apresentar a prova de teste negativo.

O resto do território português mantém-se sem restrições para viagens para a Holanda.

Para as viagens terrestres, os viajantes devem informar-se das diferentes restrições nos vários países de passagem. Podem para isso contactar os respectivos consulados de Portugal para receberem a informação em vigor.

Certificado Digital Europeu

O Certificado Digital Europeu, o chamado passaporte corona, está já em funcionamento a nível nacional, tanto em Portugal como na Holanda. A 1 de Julho o seu funcionamento abrirá para todos os países da União Europeia, uniformizando as medidas entre o vários países. Só a partir dessa altura, a vacinação completa, o teste negativo ou a recuperação de infecção covid-19 será aceite por todos os países de forma uniforme.

Tome em atenção que cada país decidirá quais os critérios a serem aceites para entrar e que devido à situação epidemiológica, cada país poderá ainda implementar medidas mais restritivas à entrada em seu território, como por exemplo, a reintrodução da quarentena.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.