Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Habitantes de Amsterdam Zuid a Braços Com Praga de Ratos

 

Imagem de Hans Braxmeier por Pixabay

 

Eles tentavam entrar nas casas de banho do segundo andar. Corriam por entre os carrinhos de bebé na creche local e tornaram-se, no que os moradores descreveram, uma praga de ratos na Rivierenbuurt, em Amsterdam.

 

Dois meses depois dos residentes enviarem uma reclamação formal à cidade sobre os problemas com estes animais, Amsterdam decidiu proibir toda a alimentação de pássaros (e outros animais) no distrito Zuid. Estão já a ser colocados sinais de alerta com o valor da multa por violação da proibição, com efeitos imediatos. O valor da multa é de 70 Euros.

"Muitas vezes as pessoas pensam que estão a ajudar os pássaros", disse a porta voz do município em comunicado à imprensa. “Mas alimentá-los causa um desequilíbrio desnecessário. Pesquisas do serviço de saúde pública mostram que a alimentação excessiva leva a menos tipos de pássaros e menos saudáveis." A cidade pede aos moradores que não joguem comida nas ruas ou jardins, especialmente pão para os pássaros.

Anke Bakker, membro do conselho da cidade pelo Partij voor de Dieren, defensora dos animais, pediu que seja dado um tratamento humano aos ratos. Em perguntas dirigidas ao Município de Amsterdam, ela afirmou que o problema é o "comportamento sujo das próprias pessoas, ao fazer da área uma mesa cheia para esses hóspedes de quatro patas".

Embora a cidade admita que as restrições devido à pandemia levaram a um aumento "explosivo no lixo doméstico", espalhado agora nas ruas, Amsterdam começou uma ofensiva de limpeza urbana ao lixo nas 150 áreas com os piores problemas e reduzir a vegetação selvagem no distrito Zuid. Enquanto isso, os esgotos da área estão a ser renovados e embora o serviço de saúde pública do GGD negue que os números sugiram uma praga de ratos, espera-se que a limpeza e a proibição de alimentação também ajude a reduzir o incómodo causado por pombos e gaivotas.