Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Governo Quer Recolher Obrigatório Prolongado. Câmara de Deputados Terá de Votar a Medida

old-town-938202_1920.jpg

 

A ordem de recolher obrigatório deverá permanecer em vigor até 2 de Março, sob conselho da equipa de especialistas que aconselham o governo (OMT), se a Câmara de Deputados concordar. O governo espera, com o recolher obrigatório estendido, manter sob controle a variante britânica do coronavírus. Na conferência de imprensa participaram os ministros da justiça, saúde e o primeiro ministro.

De acordo com o ministro Ferd Grapperhaus da justiça, o número de infecções é "decepcionante". "É por isso que a OMT nos aconselhou a continuar com o recolher obrigatório." O gabinete irá, no entanto, rever a 23 de Fevereiro se o recolher "não pode ser cancelado antes".

A Câmara de Deputados irá debater este prolongamento amanhã. O governo quer a permissão da maioria no parlamento, o que aliás, parece ser a intenção de voto dos deputados.

Sobre o efeito do recolher obrigatório, Grapperhaus disse que "parece haver efeitos". "Em qualquer caso, não vimos nenhuma evidência em contrário aos estudos que indicam haver menos infecções porque as pessoas se visitam menos."

De acordo com o governo, a OMT "realizou uma ampla pesquisa" e examinou estudos estrangeiros. "É por isso que esse conselho é apresentado." O governo sempre disse que há indícios de que o recolher obrigatório pode levar a uma queda de 8 a 13 por cento no número de novas infecções. 
A OMT actualmente assume que a mutação britânica do vírus é 35 a 40 por cento mais contagiosa do que a variante original, o que anteriormente estava indicado como 50%.

Terceira Vaga

Mesmo depois de 2 de Março, o relaxamento das medidas é altamente incerto, disse o ministro da saúde Hugo de Jonge: “É muito incerto. Existe potencial para uma terceira vaga. Estamos ocupados com a vacinação, mas proteger totalmente os grupos mais vulneráveis antes do final de Março ainda está longe de ter sucesso.”

Os gráficos têm mostrado uma tendência ligeiramente descendente há semanas, mas a variante britânica joga um papel critico nos números. A variante está a surgir à superfície e a OMT espera um aumento significativo no número de infecções no próximo mês. Portanto, com excepção da reabertura do ensino básico e uma venda condicionada em lojas, não é possível relaxar mais medidas, alertaram os virologistas e epidemiologistas na semana passada . Van Dissel, director da RIVM, o Instituto de Saúde Pública e Ambiente, até deixou em aberto a opção de que mais medidas adicionais possam ser necessárias, mas o governo não vê ainda necessidade disso, relatam as fontes da OMT.