Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

FNV Espera Novo Caos Em Schiphol Em 2023

Schiphol Apesar dos vários esforços de Schiphol para limitar o número de passageiros e contratar novos trabalhadores, um sindicato holandês alertou que os passageiros devem-se preparar para períodos mais caóticos no maior aeroporto da Holanda a partir de maio.

 

Depois de a pandemia de covid-19 ter praticamente paralisado as viagens internacionais em 2020 e 2021, no ano passado o Aeroporto de Schiphol viu o número de passageiros mais que duplicar, de 25,5 milhões em 2021 para 52,5 milhões em 2022. 

Apesar desse aumento dramático, no entanto, o número de pessoas que viajam pelo maior aeroporto da Holanda ainda permanece abaixo dos níveis pré-pandemia; em 2019, Schiphol recebeu 71,1 milhões de passageiros. 

Mais Dificuldades Nos Períodos De Férias Escolares

Schiphol ganhou as primeiras páginas internacionais no ano passado, pois lutava para acompanhar o aumento do número de passageiros com uma grave escassez de pessoal, levando a longas filas no check-in e na segurança, bem como vários problemas envolvendo extravio de bagagem. Embora o aeroporto tenha trabalhado para intensificar o recrutamento e preencher vagas, os sindicatos holandeses já alertaram que 2023 provavelmente trará mais caos. 

Números recentes revelaram que Schiphol precisa preencher 800 vagas de trabalho antes que o atual limite de número de passageiros seja levantado em abril, mas esta semana a Confederação Sindical da Holanda (FNV) informou que o aeroporto continua a enfrentar uma escassez "alta" de pessoal e não estará pronto a tempo para lidar com a enchente de milhares de passageiros diários durante o verão.

De acordo com a FNV, a carga de trabalho dos funcionários é alta, enquanto que os salários permanecem baixos e, embora a situação de segurança tenha melhorado, a falta de carregadores de bagagem levará a problemas consideráveis quando as escolas encerrarem para as férias de maio. Nos próximos dias, o aeroporto determinará se será capaz de operar com capacidade total em maio e deve divulgar um comunicado oficial a 16 de janeiro.

 

Se aprovam este tipo de conteúdo na plataforma, façam gosto, comentem e partilhem as informações e muito importante, para receberem estas informações de valor em português, subscrever os nossos canais FacebookInstagramTikTok e YouTube.

A informação disponibilizada irá continuar a ser gratuita para todos, mas outra forma de apoio é a subscrição no nosso clube de apoiantes onde, por um pequeno valor mensal, podem apoiar o crescimento desta plataforma para a preparar para os desafios do futuro.