Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Facturas de Energia Vão Ficar Mais Caras a Partir de 1 de Julho Nas Tarifas Variáveis

Imagem de Comfreak por Pixabay

 

Quase seis milhões de famílias vão pagar mais pelo gás e electricidade a partir de 1 de Julho. Os fornecedores de energia vão ajustar as taxas devido ao preço de compra relativamente alto que estão a pagar actualmente.

 

Para consumidores com um contrato variável e consumo médio, a diferença pode chegar aos 160 euros anuais. Num contrato a termo certo, a diferença é de 400 euros. Isso também é evidente a partir dos dados do comparador de preços Pricewise e da Autoriteit Consument & Markt (ACM). Quando questionado, o Independer.nl disse que espera aumentos de preços de cerca de 25% na conta de energia.

Causas Para os Altos Preços

Com o aumento, os fornecedores de energia acompanham os aumentos de preços que eles próprios experimentam para a compra de energia. Existem várias causas que podem ser identificadas no mercado global e especificamente na Europa, como explica o ABN AMRO.

Em primeiro lugar, as matérias-primas como o petróleo e gás são actualmente escassas, especialmente porque a economia está a recuperar após os confinamentos na maioria dos países. Em segundo lugar, o preço dos direitos de emissão de CO2 no Sistema Europeu de Comércio de Emissões (ETS) para produtores de energia, aumentou. Além disso, o preço está historicamente baixo desde o ano passado, logo após o surto de corona em todo o mundo. Os preços da electricidade estão agora um pouco acima do nível de Janeiro de 2019, enquanto os preços do gás estão um pouco abaixo.

Os fornecedores de energia reajustam as tarifas duas vezes ao ano para clientes com contrato variável. De acordo com o ACM, isso aplica-se a 44% dos clientes, quase quatro milhões de residências. Se tudo correr bem, eles já receberam a informação do fornecedor de energia sobre os reajustes nos tarifários, mas a partir de uma pesquisa da ACM, mostra-se que um quarto dos clientes não recebeu a informação ou recebe-a muito tarde.

As famílias, cujo contrato de energia é a termo certo e que este expira em breve, passam automaticamente para as taxas variáveis ​​e pagarão em média 400 euros adicionais por ano na factura de energia. Isso diz respeito a um quarto das famílias, cerca de dois milhões. Juntamente com os consumidores já com um contrato variável, seis milhões de famílias pagarão consideravelmente mais pela electricidade e pelo gás. Os valores de exemplo são baseados numa família média com um consumo de energia de 3.500 kWh e 1.500 metros cúbicos de gás.

O Que Pode Fazer o Consumidor

De acordo com o ACM, 1,6 milhões de residências trocaram de fornecedores de energia no ano passado. A Pricewise aponta que 76 por cento dos clientes não mudaram. Independer.nl também diz que há muitos clientes a pagarem muito por gás e electricidade. "Essa pode ser uma escolha porque você está satisfeito com o serviço", disse Joris Kerkhof, especialista em energia da Independer. "Mas na maioria das vezes as pessoas não sabem que em outros fornecedores, pode ficar mais barato."

Quando um contrato a termo certo expira, ele é automaticamente convertido em contrato variável. “Você pode economizar muito se tiver a tarifa fixada por um ano, três ou cinco, ainda mais porque, quando se muda para um novo fornecedor, os novos clientes recebem normalmente um grande bónus de boas-vindas, ou seja, um desconto no preço total”, diz Kerkhof.

A Pricewise acha que este é o momento de mudar e presume que os preços da energia continuarão a subir por mais algum tempo. “Assim, evita-se pagar a mais centenas de euros por ano”, afirma Tomas Bleker, especialista em energia do site de comparação de preços. Kerkhof estará atento nos próximos seis meses. “Se o preço cair novamente, você beneficia com um contrato variável no dia 1 de Janeiro. Temos que perceber que não estamos a lidar com preços extorsivos no momento. Os aumentos são algo substanciais porque as taxas eram extremamente baixas devido à pandemia covid."

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.