Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Centros De Distribuição Bloqueados

Imagem de kees torn, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

As consequências do bloqueio de vários centros de distribuição de supermercados foram visíveis em muitos supermercados, disse a Central de Comércio de Alimentos (CBL) na segunda-feira. É visível principalmente nas prateleiras onde normalmente se encontram produtos frescos, como ovos, frutas e carnes.

 

Em protesto contra os planos de nitrogénio do governo, os agricultores decidiram bloquear na segunda-feira os centros de distribuição de supermercados. Pelo menos vinte centros de distribuição ainda estavam bloqueados por volta das 15h45, incluindo vários de redes como Albert Heijn e Jumbo.

As consequências dos bloqueios dos agricultores tornaram-se evidentes ao final da tarde. De acordo com a CBL, houve quebra na reposição de produtos frescos em muitos supermercados. Normalmente, esses produtos são reabastecidos várias vezes ao dia, mas em muitos casos isso não foi possível devido aos bloqueios.

A CBL também teme que os bloqueios levem à deterioração de produtos frescos, que não poderão ser mais vendidos. Ao início do dia, a CBL alertou sobre o desperdício desnecessário de alimentos em decorrência das acções dos agricultores.

Os bloqueios também foram sentidos por empresas de entrega de supermercado, como a Picnic. "Tivemos que cancelar quase toda a entrega da manhã, porque ninguém conseguiu entrar ou sair dos centros de distribuição. Isso afectou milhares de clientes", disse o CEO Michiel Muller. Os serviços de entrega dos próprios supermercados também foram prejudicados pelos bloqueios, pois são parcialmente abastecidos pelos centros de distribuição.

Os agricultores querem fazer questão com o bloqueio dos centros de distribuição. "Como os supermercados pagam tão pouco pelos nossos produtos, os agricultores não podem investir em melhores estábulos ou outras medidas", explica à NOS Jeroen van Maanen, da União Holandesa de Produtores de Leite.

Van Maanen admite que a acção também afecta os cidadãos, mas diz que a acção serve como um alerta: "É com esta rapidez que as prateleiras ficam vazias. As regras do nitrogénio colocam em risco o abastecimento de alimentos".

A CBL enfatiza mais uma vez que não desempenha um papel no conflito do nitrogénio e, portanto, considera os bloqueios inaceitáveis.

Situação Actual

Nas últimas horas, várias cidades tentaram chamar à razão os organizadores dos protestos para que terminem com os bloqueios aos centros de distribuição dos supermercados. Para além de pontuais constrangimentos nas auto-estradas devido aos protestos, os bloqueios são o que mais preocupam as autoridades.

Em Sneek há neste momento o registo de confrontos entre as autoridades e agricultores, havendo já notícias de várias detenções.

Aeroportos

A possibilidade era real, mas a preparação atempada das autoridades evitaram o bloqueio aos três aeroportos holandeses e ao Porto de Roterdão.

Mesmo assim, não foi possível evitar a confusão, principalmente em Schiphol. Com o receio dos bloqueios, milhares de viajantes chegaram mais cedo para as suas viagens. O resultado foi de ainda mais tempo de espera na zona de segurança do aeroporto, com filas enormes de várias horas, a juntar aos já recorrentes problemas da falta de pessoal de bagagem, limpezas e segurança. 

A Koninklijke Marechaussee trouxe equipamentos pesados, como veículos blindados, para Schiphol para combater possíveis acções dos agricultores. O município de Haarlemmermeer disse anteriormente que não permitiria o bloqueio das rodovias em redor de Schiphol.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.