Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Bevrijdingsdag - 5 de Maio - Dia da Libertação

Imagem de Primeiro Ministro Mark Rutte sob licença (CC BY 2.0)

 

É o feriado nacional holandês, que celebra anualmente a libertação da ocupação alemã na Holanda em 1945. A 5 de Maio, os Países Baixos também celebram os valores da liberdade, da democracia e dos direitos humanos.

 

A 5 de Maio de 1945, no hotel De Wereld em Wageningen, o comandante-em-chefe alemão Johannes Blaskowitz assinou o documento da capitulação nazi nos Países Baixos, na presença do general canadiano Charles Foulkes, das Forças Aliadas e do príncipe Bernhard, comandante das Forças Armadas do país.

Desde esse dia, o Dia da Libertação foi comemorado anualmente a 5 de Maio. A partir de 1958 foi decidido que o dia deveria ser comemorado a cada 5 anos. Os mesmos anos de ocupação a que o país esteve sujeito. Em 1990 o governo oficializou o dia como um feriado nacional. Mesmo com esta oficialização, nem todos os sectores da economia têm direito ao dia. Tudo dependerá do contrato colectivo de trabalho (CAO) do sector.

Infelizmente, o Comité Nacional do 4 e 5 de Maio nunca consegui incutir uma tradição nacional neste dia, como sucede com o 4 de Maio, o que não impede comemorações em alguns locais do país.

Imagem sob Domínio Público

 

Comemorações

Na noite de 4 para 5 de Maio, o burgomestre de Wageningen acende uma pira em frente ao histórico Hotel de Wereld. Deste local histórico, grupos de caminhantes deixam o local para espalhar a Chama da Liberdade. É um momento importante para a Holanda na transição da comemoração do 4 de Maio para a celebração da liberdade a 5 de Maio. Os quatorze Festivais da Libertação serão oficialmente abertos no Dia da Libertação com a Chama da Liberdade.

As celebrações do Dia da Libertação começam todos os anos numa cidade e província diferente. Tradicionalmente, o primeiro-ministro acende o Fogo da Libertação nessa cidade, onde se dá o início oficial das festividades. A partir daí, as festividades e celebrações acontecem em 14 cidades por todo o país, com festivais de música, desfile de veteranos de guerra e famílias de sobreviventes. Em algumas cidades, recria-se inclusivamente, os combates finais da vitória e a entrada das Forças Aliadas à cidade.

Com bandeiras holandesas hasteadas à janela de muitas casas, as festividades encerram em Amsterdam, com um grandioso concerto no Amstel, com a presença da Família Real.

 

Portugueses na Holanda sempre informaram a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição da nossa plataforma, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 
Clique em 

Apoie Portugueses na Holanda e receba vantagens exclusivas

para apoiar.

E receba vantagens e descontos exclusivos.