Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Aeroporto de Lisboa e TAP Abrem Balcão de Teste Rápido

Imagem de x3 por Pixabay

 

Desde o dia 23 de Janeiro de 2021, todos os passageiros, incluindo nacionais dos Países Baixos, têm de apresentar um teste rápido feito nas 4 horas anteriores à hora de embarque para a Holanda. Esta teste é adicional ao teste PCR em vigor desde 26 de Dezembro de 2020. A TAP e o Aeroporto de Lisboa abrem assim um local de teste para os seus passageiros.

Em suma, os passageiros passam a ter de apresentar dois testes para viajarem para a Holanda:

  1. Teste PCR negativo, realizado nas 72 horas que antecedem a chegada aos Países Baixos, E
  2. Teste rápido negativo, realizado nas 4 horas que antecedem o embarque no voo para os Países Baixos

Excepções à apresentação de ambos os testes:

  • Crianças com menos de 13 anos;
  • Pessoas a chegar dos países pertencentes à lista EU list of safe countries;
  • Passageiros em voos que não tenham os Países Baixos como destino final ou que sejam divergidos para aeroportos holandeses por circunstâncias imprevistas
  • Passageiros em voos de um país da EU list of safe countries que não tenham um aeroporto holandês como destino final e não deixem o aeroporto durante a transferência (se deixarem o aeroporto durante a transferência, o teste deve ser feito no primeiro ponto de partida
  • Trabalhadores transfronteiriços (incluindo jovens e crianças estudantes);
  • Portadores de cartão de identidade diplomático emitido pelo ministério de assuntos externos holandês;
  • Portadores de passaportes diplomáticos não holandeses;
  • Portadores de passaporte diplomático holandês, se estiverem a viajar no cumprimento das suas funções cuja presença física seja necessária;
  • Chefes de estado e membros de governos estrangeiros;
  • Marinheiros que possuem livro de registo de marinheiro se estiverem a viajar no exercício de seu trabalho ou cuja presença física seja necessária para o trabalho. A isenção não se aplica a marinheiros em iates comerciais e embarcações de recreio
  • Passageiros com “NATO Travel Order” ou visto “NATO-2”.

Excepções ao teste PCR mas que têm de apresentar na mesma o teste rápido:

  • Indivíduos que trabalham no sector de transporte de mercadorias e outro pessoal de transporte essencial, incluindo motoristas de camião e membros da tripulação em navios porta-contentores, (por exemplo, minério e carvão), tanques abastecedores (combustível e produtos químicos) e navios de pesca. Inclui também pessoas que trabalham no sector de energia.

Com a determinação do governo holandês referente à necessidade de apresentação de um teste rápido realizado nas 4 horas anteriores do voo com destino aos Países Baixos, a partir de 23 de Janeiro de 2021, estará disponível no aeroporto de Lisboa, um local de teste, para os passageiros com destino a Amsterdam.

Local de Teste

  • Onde: Na área de embarque S, junto à porta S24 
  • Como:
    • O serviço está disponível 4 horas antes da hora prevista de partida (07:40 hora de Lisboa para voo TAP)
    • Custo 30€ a cargo do passageiro
    • Processo demora 30 mins e o resultado é obtido em 15 mins
  • Quem: Todos os passageiros com destino a Amsterdam necessitam realizar o teste nas 4 horas que antecedem o voo para poder embarcar:
    • Passageiros locais: se não realizaram o teste antes de chegar ao aeroporto, devem dirigir-se para a zona de testagem mal completem o processo de check-in (dentro das 4 horas antes do voo. Por este motivo, o check-in para o voo TAP com destino a Amsterdam será fechado 75 minutos antes da hora prevista de partida
    • Passageiros em transferência: devem dirigir-se para a zona de testagem após chegada (dentro das 4 horas anteriores ao voo)
 
Ambos os testes, RT-PCR e teste rápido, com resultados negativos são necessários para embarcar.

Desde 26 de Dezembro de 2020, todos os passageiros incluindo nacionais dos Países Baixos, devem apresentar teste PCR negativo à Covid 19 para poderem embarcar num voo com destino aos Países Baixos.

O teste com resultado negativo deve estar em Inglês, alemão, Francês, Espanhol ou Holandês. O documento (papel ou digital) tem de incluir a seguinte informação:

  • Tipo de teste: o teste utilizado deve ser um teste molecular PCR ou LAMP, para a infecção activa por SARS-CoV-2 (COVID-19). Nenhum outro teste é válido, (incluindo teste rápido)
  • Resultado do teste: o resultado do teste deve ser negative (ou “não detectado”)
  • Primeiro e ultimo nome do passageiro, conforme passaporte
  • Data e hora da realização do teste: a amostra para teste deverá ter sido recolhida dentro das 72h que antecedem a chegada ao país
  • Nome e contacto do instituto ou laboratório que realizou o teste

O teste tem de ter sido realizado nas 72 horas anteriores à chegada aos Países Baixos (ou seja, hora prevista de chegada do voo em Amsterdam).

Excepção: teste realizado a mais de 72 horas da chegada a Amsterdam em caso de atraso, se o passageiro sofreu atraso sem culpa própria, será aceite o resultado negativo até 96 horas antes da chegada. Isto dá ao passageiro 24 horas extra se não tiver tido qualquer responsabilidade no atraso. É da responsabilidade do passageiro fazer prova deste que não teve responsabilidade no ocorrido.