Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

A Matriz de Risco Aplicada aos Países Baixos

Onde se colocariam os Países Baixos na famosa matriz de risco covid-19 criada pelo governo português, seguindo os mesmo critérios do nosso país? Apenas por curiosidade decidimos aplicar esses critérios e ver como estaríamos neste quadro de risco.

 

Usando os dados mais recentes, do dia 9 de Abril, esta é a posição de Portugal e Holanda na matriz de risco covid-19.

matriz de risco covid-19 9 abril

Portugal, já em desconfinamento e com o número de casos diários estabilizados, vê a sua transmissibilidade a subir para valores à volta de 1, mas a manter-se numa zona onde a precaução é exigida na reabertura dos outros sectores da sociedade, com a possibilidade de suspensão desse plano.

De relembrar o significado das cores deste quadro, segundo o governo português:

  • Verde: reabertura conforme o plano;
  • Amarelo: suspensão de reabertura;
  • Laranja: avaliação de risco. Suspensão ou retrocesso da reabertura;
  • Vermelho: retrocesso da reabertura. Alguns sectores voltam ao confinamento.

Esta acentuada diminuição de casos e manutenção do famoso R(t) não muito acima do valor 1, já levou a Holanda a retirar Portugal da lista de países obrigados a apresentar testes negativos ao coronavírus na última quinta feira.

Embora ainda na lista laranja de países de risco, tal como o resto do mundo, apenas viagens essenciais devem ser realizadas entre ambos os países. Os Países Baixos já não exigem a apresentação de testes PCR e antigénio negativos aos passageiros aéreos que chegam aos aeroportos holandeses com origem em Portugal e a forte recomendação de quarentena à chegada também já não é dada.

 

Já os Países Baixos, ao contrário de Portugal, continua a ver a sua taxa de incidência (número de novos casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias) com valores altos e a ultrapassarem o limite desta matriz. A Holanda apresenta, neste momento, uma taxa de incidência de 571,72/100K, mas tem visto o número de novos casos diários e por conseguinte o seu valor R(t), a baixar desde a semana 12.

Portugal, na sua última actualização de 5 de Abril, manteve a Holanda como país onde a apresentação de um teste PCR negativo deve ser apresentado no embarque dos passageiros que se deslocam por via aérea, mas com uma incidência já a passar os 500/100K, os Países Baixos arriscam a entrar na lista de países onde a quarentena será obrigatória na chegada a Portugal, para além da apresentação do teste PCR. Portugal actualiza estas listas a cada 15 dias. Teremos então de esperar pela próxima, que ocorre a 19 de Abril, para sabermos a situação dos Países Baixos.

Também a Holanda irá actualizar a situação epidemiológica e o seu plano de reabertura no próximo dia 20 de Abril.