Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Caixa 3 da Declaração de Rendimentos em Suspenso

Imagem de USA-Reiseblogger por Pixabay

Por enquanto, Belastingdienst não fará nenhuma liquidação na caixa 3 do belasting aangifte (declaração de rendimentos), que inclui os rendimentos de juros de poupança e investimentos. O secretário de Estado Marnix van Rij (Finanças) escreveu à Câmara dos Deputados na segunda-feira que as autoridades fiscais precisam de mais tempo para processar a sentença recente do Supremo Tribunal (ST) sobre este assunto.

 

Pouco antes do Natal, o Supremo Tribunal decidiu que a taxa de imposto na caixa 3 viola a Convenção Europeia dos Direitos Humanos e Liberdades Fundamentais (CEDH). Trata-se do imposto sobre o rendimento do capital baseado em investimentos e juros de poupança.

Os contribuintes iniciaram um processo massivo sobre essa cobrança para os anos de 2017 e 2018. Na sua carta à Câmara, Van Rij ressalta que a decisão certamente terá consequências também para as taxas de 2019 e 2020 e que os contribuintes também podem ter que ser compensados, à qual não se opõem.

O secretário de Estado quer agora alinhar rapidamente a legislação com a decisão do Supremo Tribunal. Até lá, suspenderá as taxas da caixa 3, embora haja excepções. Se o término da caixa 3 for iminente, a mudança será determinada no melhor interesse do contribuinte. De acordo com Van Rij, o término será um processo cauteloso porque será necessário proceder a avaliações provisórias, conta de perdas e pedidos de compensação dos contribuintes.

Ainda não está claro quanto custará a decisão do ST ao Estado para indemnização dos contribuintes. Van Rij espera ter mais certezas sobre isso dentro de algumas semanas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Homem Encontrado em Porão de Roda de Avião em Schiphol

Alec Wilson from Khon Kaen, Thailand, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

A agência policial Marechhaussee encontrou um homem no porão da roda do nariz de um avião de carga que teve origem na África do Sul. A descoberta só se deu em Schiphol no Domingo e contra todas as probabilidades, o homem encontrava-se vivo e consciente.

 

Não se sabe quanto tempo o homem permaneceu onde as rodas do avião estão dobradas. Um voo entre a África do Sul e a Holanda geralmente leva dez horas a onze horas.

De acordo com NH Nieuws, o avião em que o homem foi encontrado voou de Joanesburgo para Schiphol via Nairóbi. O homem também pode ter subido pelo trem de aterragem na capital do Quénia, o que não deixa de ser igualmente impressionante, sobreviver às temperaturas negativas nas ainda oito horas de voo.

O homem foi encontrado durante uma verificação da aeronave. O homem estava consciente e acessível, mas com sinais de hipotermia. Ele foi levado para o hospital. Não foram divulgadas mais informações sobre sua identidade.

É bastante excepcional para uma pessoa sobreviver a um voo no porão da roda. As temperaturas podem atingir os 50 graus abaixo de zero, embora as circunstâncias sejam diferentes por voo. Para além das temperaturas, há também muito pouco oxigénio presente nas grandes altitudes de cruzeiro das aeronaves.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Statiegeld (Depósito) É Válido Para Todas as Garrafas

Romy2702, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

A Inspecção do Transporte e Produtos Alimentares (Inspectie Leefomgeving en Transport - ILT) decidiu que a exigência de depósito também se aplica às garrafas de bebidas naturais às quais foi adicionado açúcar ou água. A Inspecção informou da regra durante o programa do consumidor Kassa. A não cobrança neste tipo de depósito é imediatamente proibido. A ILT indica que vai aplicar a regra a partir de Junho.

 

O motivo da decisão é uma investigação da Kassa e da Recycling Netwerk Benelux (RNB) em Novembro passado, na qual eles viram que os supermercados às vezes, incorrectamente, não cobram um depósito em algumas garrafas de sumo.

Desde o Verão de 2021, um depósito é cobrado sobre pequenas garrafas plásticas de menos de 0,75 litros. Se devolver as garrafas a um supermercado ou a outros vendedores, receberá o depósito de 15 cêntimos de volta.

Em vários supermercados, pelo menos quinze produtos, muitas vezes de marca própria, podiam ser encontrados sem depósito. Tratava-se de garrafas de sumo no Albert Heijn e Jumbo, mas também na PLUS, Lidl e no recém-adquirido supermercado Coop. Os supermercados podem ter tido uma vantagem sobre os preços, pois há um depósito em garrafas de sumo semelhantes.

É verdade que os supermercados não têm de pedir um depósito para os sumos, mas essa excepção só se aplica se se tratarem de sumos 100 por cento naturais. Se foi adicionado açúcar ou água a estes produtos, o depósito de 15 cêntimos é obrigatório. E foi neste tipo de produto que surgiu o problema, pois embora sejam sumos naturais, sem acrescento de sabores e conservantes, o simples facto de açúcar ou água terem sido acrescentados, levam a que esses produtos percam a excepção de cobrança de depósito da sua embalagem.

Após esta investigação, a Recycling Netwerk Benelux apresentou um pedido de execução ao ILT, que determinou que um depósito deve ser cobrado por esses tipos de garrafas de sumo.

Responde ao programa Kassa, Robbert van Duin, presidente do RNB, "esta decisão torna o cumprimento da lei de depósito mais correto. Encontraremos menos dessas garrafas plásticas no meio ambiente. Afinal, a cobrança de depósito reduz o número de garrafas plásticas na natureza em 70 a 90 por cento."

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Toeslagaffaire. Como Está o Caso dos Subsídios Creche Que Levou à Demissão do Anterior Governo?

Parlementaire Ondervragingcommissie Kinderopvangtoeslag, CC0, via Wikimedia Commons

"É uma página negra na história do governo holandês", escreveu o primeiro-ministro Rutte a 15 de Janeiro de 2021. Nesse dia, o governo holandês demite-se devido à polémica do caso toeslagaffaire, sobre o subsídio creche, que transformou a vida de dezenas de milhares de pessoas em "um pântano de miséria", nas palavras de Rutte. Um ano após a demissão e já com governo formado após as eleições antecipadas, como está o toeslagaffaire?

O então governo prometia melhorias em uma longa carta ao parlamento, foram propostas melhorias que deveriam evitar a repetição de situações semelhantes.

  • Rápida Ajuda Aos Pais Afectados

Uma promessa estava no topo: ajudar todos os pais afectados o mais rápido possível. Poucas semanas antes da queda do governo, o então secretário de Estado Van Huffelen anunciava que as vítimas receberiam 30.000 euros após uma breve verificação do seu processo.

Quase metade dessas pessoas não passou da primeira fase, algumas dessas supostas vítimas nem filhos tiveram. Outros, por outro lado, receberam os 30.000 euros de compensação, mesmo tendo praticado fraude em requerimentos de subsídios de ajuda. De qualquer forma, todos esses registos resultaram em muito mais trabalho para o Fisco.

Como resultado, dezenas de milhares de pais ainda aguardam uma decisão final. E isso leva muito tempo: compilar um processo pessoal, por exemplo, leva em média quase três semanas, porque, entre outras coisas, é preciso verificar se ele contém dados pessoais que não devem ser partilhados por lei. Mais de mil pessoas trabalham na operação de avaliação.

Há cerca de um mês, Van Huffelen prometeu novamente melhorar o apoio dado aos pais afectados pelo caso. Por exemplo, os municípios vão intervir para ajudar os pais mais rapidamente. Enquanto isso, ainda há muito trabalho a fazer pelas autoridades fiscais, porque também serão feitos acordos para os ex-companheiros que viviam ou estavam casados nessa altura e para os filhos menores que entretanto entraram na idade adulta ao fazerem 18 anos.

  • Credores e Indemnizações

Outro problema surgiu quando o dinheiro da indemnização foi pago directamente a credores, já que muitos pais estavam endividados devido ao caso dos subsídios. É por isso que Van Huffelen prometeu cancelar as dívidas do governo e assumir as dos credores privados.

Organizações governamentais trabalham há vários meses para liquidar as dívidas das vítimas. Para dívidas privadas, as vítimas agora podem reportar ao Sociale Banken Nederland.

Há algum ressentimento entre as vítimas, pois as dívidas informais com amigos e familiares só são reconhecidas se houver escritura pública do empréstimo. Muitas vítimas não o fizeram, em parte por causa dos custos. O governo não vai assumir essas dívidas.

  • Fortalecer os Serviços

Muitas vítimas receberam respostas vazias ou nenhuma resposta às suas perguntas ao longo de vários anos. É por isso que Rutte prometeu há um ano que os serviços governamentais seriam melhorados, por exemplo, expandindo o número de locais da Administração Tributária e Aduaneira e Subsídios (Belastingdienst en Toeslagen) onde poderá fazer uma marcação para uma visita pessoal para tratar dos seus assuntos.

Isso aconteceu, diz o Ministério das Finanças. Já existiam 21 balcões das repartições fiscais onde as pessoas podiam tratar pessoalmente dos seus assuntos. Nove centros de apoio em repartições municipais foram adicionados nos últimos seis meses, especialmente fora da zona urbana da Randstad.

  • Descriminação Baseada na Nacionalidade

Na sua carta, Rutte encaminhou os pais que pensam ter sido discriminados ao Instituto Holandês de Direitos Humanos (College voor de Rechten van de Mens). As vítimas podem pedir aí um julgamento. 55 pessoas já o fizeram.

Mas levará algum tempo até que o primeiro caso seja julgado. O Instituto quer primeiro realizar uma investigação geral sobre discriminação em subsídios baseados na nacionalidade dos requerentes. Os resultados são esperados ainda este ano, por isso, até então não serão agendadas sessões individuais.

  • Mudar o Sistema de Subsídio

"Não é mais possível continuar como no passado", escrevia Rutte há um ano: um novo sistema de subsídios deve ser introduzido, no qual os pais não são mais totalmente responsáveis pelo mesmo. Esse plano estava já incluído no acordo de coligação. Os primeiros passos terão de ser dados pela nova secretária de Estado dos Subsídios e Alfândegas, Aukje de Vries.

Ela também enfrenta a pesada tarefa de levar o caso do subsídio creche a uma conclusão bem-sucedida durante este mandato de governo. "É um trabalho difícil, mas vou fazer o meu melhor para encontrar soluções para os pais", disse ela. As vítimas podem denunciar o seu caso até o final do próximo ano.

A política também olhará para o caso dos subsídios creche mais uma vez. Após a conclusão de uma comissão de inquérito, a Câmara dos Deputados iniciará um inquérito parlamentar para reflectir sobre esta "página negra da história".

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Gasóleo Segue a Tendência da Gasolina e Passa os 1,80 Euros/Litro

Imagem de David ROUMANET por Pixabay

Pela primeira vez o litro de gasóleo passou a barreira dos 1,80 euros. Assim pode ser observado nos dados da UnitedConsumers, que acompanha os preços nacionais recomendados das principais companhias petrolíferas. O director da UnitedConsumers, Paul van Selms, fala de um novo marco e não descarta a possibilidade de um litro de diesel custar mais de 2 euros por litro, como aconteceu com a gasolina no ano passado.

 

"Essa não é a expectativa, mas tudo é possível. Com a inflação actual, todos os preços estão a subir", diz Van Selms. Há também uma grande procura por gasóleo no mercado internacional. As tensões entre a Rússia e a Ucrânia fazem o resto.

Como resultado dessas tensões crescentes, o preço do petróleo também está a subir. "A Rússia não é apenas um grande fornecedor de gás, mas também de petróleo", disse Van Selms. "Os mercados antecipam as expectativas, acumulando petróleo." E isso eleva os preços.

Já há especulações sobre o preço do petróleo subir acima dos 100 dólares o barril. "Se esse for o caso por um dia ou uma semana, isso não muda muito. Se se tornar norma, teremos que aprender a conviver com isso. Mas estamos longe de nos livrar da necessidade de gasolina e gasóleo."

A frota de veículos eléctricos aumenta também diariamente, mas não tão rápido que permita que os combustíveis fósseis se tornem apenas supérfluos. Além disso, não é possível fornecer toda a energia necessária para substituir os fósseis de maneira sustentável, disse o director da UnitedConsumers. "Certamente não nos horários de pico."

É difícil dizer se o momento alto do preço do diesel está para breve. "Na verdade, 1,80 euros por litro não é normal. Mas o que é normal hoje em dia?" O preço de um litro de gasolina ultrapassou o limite dos 2 euros por litro pela primeira vez no ano passado. E isso parecia impensável não há muito tempo atrás, mas não muito depois dessa barreira ser quebrada, o limite de 2,10 euros foi quebrado.

O preço médio nacional sugerido para um litro de Euro95 é agora de 2,13 euros, o do gasóleo 1,80 euros e o GPL custa 1,14 euros por litro. "Na Holanda, os impostos são uma grande parte dos preços na bomba", acrescenta Van Selms.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Escândalo Sexual no The Voice of Holland. Mais Nomes Envolvidos e Segunda Acusação a Ali B Por Violação

Imagem de Thorsten Frenzel por Pixabay

Foi esta noite a esperada transmissão do programa BOOS que prometia revelar mais casos de abusos de teor sexual nos bastidores do The Voice of Holland. De acordo com cerca de quinze pessoas, também um realizador é acusado de comportamento sexual abusivo. Ali B não escapou de novo e há quem o acuse de violação. The Voice of Holland vê-se assim envolto num grande escândalo sexual.

 
 

Na transmissão da BOOS sobre os abusos nos bastidores do The Voice of Holland, que apareceu no YouTube na quinta-feira, o apresentador Tim Hofman diz que quinze pessoas acusaram o realizador no seu programa. As acusadores são concorrentes e funcionárias do programa de talentos.

Na transmissão, o realizador responde por escrito por meio do seu advogado, que não se revê nas acusações e que as nega "fortemente".

No início da transmissão, pode-se perceber que o mesmo realizador também foi abordado sobre uma acusação contra Ali B. Uma ex-concorrente teria abordado o realizador com uma reclamação de teor sexual sobre o rapper e júri do programa, mas que nada foi feito a respeito do assunto. O realizador também respondeu por escrito com a declaração de que não sabe mais nada sobre a acusação a Ali B e que a considera especialmente "terrível" para a concorrente, a ser provada como verdadeira.

Além do realizador, Ali B, Marco Borsato e o líder da banda Jeroen Rietbergen também são acusados ​​de comportamento sexual abusivo no de BOOS . 

Acusado de Violação

Uma ex-candidata do The Voice of Holland apresentou uma queixa contra Ali B por violação. Ela revelou no programa BOOS que o júri do programa a convidou para um estúdio em Almere e fez sexo contra a sua vontade. 

De acordo com a então jovem de dezoito anos, os dois tiveram uma conversa agradável na época, após a qual o rapper de repente começou a beijá-la. A mulher diz que Ali B estava numa posição de poder sobre ela.

"Parecia que o que ele queria tinha que acontecer ", disse ela anonimamente na transmissão do BOOS .

Depois, a jovem perguntou se ele fazia sexo com outras candidatas. Segundo ela, Ali B respondeu afirmativamente. Quando perguntado se ele não tinha medo de que as pessoas descobrissem, ele teria respondido: "Não, porque ninguém vai acreditar em ti".

Entretanto, várias outras mulheres, tanto dentro como fora da esfera do The Voice of Holland , falaram ao de BOOS sobre intimidações e agressões de Ali B.

Anunciado que duas denúncias foram entregues às autoridades contra o júri do The Voice of Holland . O rapper "nega completamente que cometeu qualquer crime", através do seu advogado. A RTL suspendeu entretanto a colaboração com Ali B.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Museus Como Ginásios. Teatros Como Cabeleireiros. O Original Protesto do Sector Cultural na Holanda

Imagem de kaleido-dp por Pixabay

Quase uma centena de teatros, museus e galerias de arte por toda a Holanda, incluindo o Museu Van Gogh e o Concertgebouw, abriram as suas portas à revelia da proibição esta quarta-feira, transformando-se em ginásios temporários, salões de beleza e cabeleireiros.

 

O actor Diederik Ebbinge e a comediante Sanne Wallis de Vries organizaram a acção de protesto em massa após a conferência de imprensa do primeiro-ministro Mark Rutte na semana passada, onde foi afirmado que os bares que abriram em protesto às restrições do coronavírus seriam considerados como um “direito de demonstração”. A última actualização de restrições ao coronavírus foi criticada como “inconsistente” desde que o governo abriu lojas, profissionais do sexo, cabeleireiros, salões de beleza, ginásios e casas de massagem, mas manteve o encerramento de bares, restaurantes e sector cultural.

Museus, espaços de concertos e galerias de arte, como o Concertgebouw em Amsterdam, protestam que as instituições culturais aplicaram rigorosamente o distanciamento e as verificações dos certificados corona para evitar infecções no seu interior, alegando que são tão vitais para a saúde mental quanto o desporto para a saúde física.

Desigualdade

O Concertgebouw, uma das organizações mais prestigiadas a aderir ao protesto, deu a 50 espectadores a oportunidade de ouvir um ensaio da Segunda Sinfonia de Charles Ives, dirigida por Susanna Mälkki Symfonie, mediante a apresentação de um código QR. Protesta contra o que vê ser um "tratamento desigual do sector cultural desde o início da pandemia covid-19 na Holanda".

O presidente-executivo, Dominik Winterling, pediu ao governo holandês que repensasse e reabrisse as instituições culturais, dando-lhes o devido aviso: “Nosso objectivo é enriquecer a vida do público com o poder da música sinfónica, especialmente nestes tempos difíceis em que todos precisam de inspiração"', disse em comunicado. "Provamos ao longo da pandemia que sempre podemos garantir uma visita segura ao concerto e que as salas com lugares marcados não são uma fonte de infecção."

Corte de Cabelo Rodeado de Arte

No teatro De Kleine Komedie em Amsterdam, Ebbinge decidiu colocar cabeleireiros no palco e transformar a plateia numa “sala de espera” com pequenos espectáculos de comédia, os ingressos esgotaram na terça-feira em cinco minutos. “Comecei com o Kleine Komedie e, com a ajuda da Sanne Wallis de Vries, realmente o sucesso saiu do controle”, disse Ebbinge ao programa de televisão holandês Op1.

Alguns museus aderiram, e na quarta-feira foi possível praticar desporto nos museus. Com cabeleireiros no palco e artistas e músicos a voltar aos teatros. Inspirado por uma carta de Vincent Van Gogh que diz que “a esperança de tempos melhores não deve ser apenas um sentimento, mas para fazer algo no presente”, o museu dedicado ao pintor lançou um protesto “divertido”.

O público com reserva de lugar, mais máscara e comprovativo de recuperação ou vacinação contra o coronavírus, foi possível optar por um corte de barba a 19€, cortar cabelo por 33€ ou manicura simples por 25€, rodeado claro, pela arte.

Por todo o país, mais de 60 teatros transformaram-se em cabeleireiro, enquanto mais de 20 museus tornaram-se em ginásios temporários, oferecendo sessões de “reforço mental”, pilates, ioga e sessões de concentração. Na semana passada, várias autoridades locais disseram que não interviriam para impor o encerramento no caso dos bares abertos em protesto, embora a burgomestre de Amsterdam, Femke Halsema, tenha dito que aplicaria a verificação de código QR em todos os cafés e restaurantes abertos.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

3G, 2G ou 1G? Qual o Próximo Passo do Governo?

Imagem Portugueses na Holanda

A introdução de uma política 2G para entrar em alguns locais não faz sentido neste momento, concluiu a investigação que estudou os vários cenários a pedido do Ministério da Saúde. A introdução do 1G tem um impacto muito maior na redução de infecções e hospitalizações.

 

Mas os que são as políticas 3G, 2G e 1G?

  • Com uma política 3G, tem acesso a certos locais se tiver sido vacinado, curado ou testado negativo.
  • Com uma política 2G, só pode entrar se estiver vacinado ou curado.
  • Com uma política 1G, pessoas vacinadas e não vacinadas devem ser testadas no acesso a certos locais.
 

De acordo com a investigação, a introdução do 2G nos locais, excepto na escola, em casa e no trabalho, poderá reduzir a taxa de reprodução em cerca de 10%. Com a conhecida política 3G, o decréscimo ficará nos 5,4 por cento.

A introdução do 1G é muito mais eficaz. Se implementada e a qualidade dos testes for alta, a política pode reduzir o valor R em quase 45%. Os investigadores reconhecem que existem todos os tipos de objecções práticas à introdução da política 1G.

Os investigadores trabalharam com um número de reprodução de 1,8, o que significa que 100 pessoas infectam outras 180 e a propagação do vírus está a aumentar. Em todos os cenários, o número R teria permanecido acima de 1. O número deve cair abaixo de 1 para que a epidemia abrande.

O ministro da saúde, Ernst Kuipers, enviou as conclusões dos investigadores à Câmara dos Deputados. Em carta anexa, ele não diz se isso significa que o governo vai abandonar o 2G. Ele só encaminhou as conclusões da investigação para que os deputados possam “ter os resultados com eles”.

A Conclusão da Pesquisa É Importante na Decisão Política

A investigação foi conduzida pela TU Delft, UMC Utrecht, Populytics, Erasmus University Rotterdam e Erasmus MC. Kuipers disse antes que as descobertas se tornariam importantes para a avaliação que, em última análise, deve ser feita pela Câmara dos Deputados. O governo e a Câmara "conduzirão a conversa nesta base", disse ele na conferência de imprensa na sexta-feira.

A introdução do 2G é politicamente controversa. As pessoas que não foram vacinadas e que não se recuperaram recentemente de uma infecção por corona ainda têm a opção de fazer um teste à covid-19 sob as regras actuais. Essa opção deixaria de estar disponível.

Por exemplo, a pressão para tomar uma vacina aumenta cada vez mais, segundo grande parte da Câmara dos Deputados. O antecessor de Kuipers, Hugo de Jonge, decidiu não enviar a proposta à Câmara no ano passado por falta de apoio.

O partido da coligação ChristenUnie desempenha um papel importante na discussão sobre este assunto. O partido já era contra a política 2G antes desta investigação. A deputada Mirjam Bikker, que fala em nome da ChristenUnie sobre o corona, chama essa investigação de "ponto de mudança". Ela preferiria ver uma política de 1G. "No fundo prova que mais testes podem e funcionam. Depois de hoje, é hora da Holanda agir rapidamente."

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Quem Traiu Anne Frank? Segundo Uma Investigação, Já Se Conhece o Traidor.

Imagem de Joods Monument sob licença CC BY-NC-SA 4.0

Quem traiu Anne Frank? É uma das perguntas que nos fica depois de conhecer a história real mais famosa da Segunda Guerra Mundial. Uma equipa de policias e outros especialistas criminais olhou mais uma vez todas as evidências e identificou um notário de Amsterdam como o traidor da família de Anne Frank.

 

Uma investigação de seis anos realizada por uma equipa especializada em casos arquivados, liderada por um ex-agente do FBI, descobre novas provas da traição a Anne Frank e lança uma nova luz sobre o caso. O notário Arnold van den Bergh, membro do controverso Conselho Judaico, é suspeito de ter revelado o local onde as oito pessoas se escondiam no famoso Anexo Secreto, de acordo com a equipa.

Uma nota anónima com seu nome, encontrada numa investigação policial da década de 1960, é prova disso, dizem. É o que afirma o livro The Betrayal of Anne Frank, da escritora canadiana Rosemary Sullivan, que foi publicado esta segunda-feira. O nome do notário não é novo. O homem já estava em uma lista de possíveis traidores.

A Nota Anónima

A equipa de investigação, composta por policias, historiadores e outros especialistas criminais, consultou dezenas de arquivos, leu declarações sobre a invasão ao Anexo Secreto a 4 de Agosto de 1944 e analisou investigações anteriores de jornalistas, historiadores e biógrafos e da polícia holandesa da década de 1960.

No caso do filho do detective Arend van Helden, que investigou pela última vez a invasão do Anexo Secreto por ordem do Departamento Nacional de Investigação Criminal em 1963-1964, a equipa encontrou documentos contendo uma cópia da nota anónima que Otto Frank recebeu em 1945. Frank forneceu a Van Helden a cópia dactilografada em 1963. A existência de uma nota anónima já era conhecida.

O detective descreveu o texto dessa nota no seu relatório: "Na época, seu esconderijo em Amsterdam foi comunicado à Jüdische Auswanderung de Amsterdam, Euterpestraat, por A. Van den Bergh, que na época morava perto do Vondelpark, O. Nassaulaan." Na cópia, Van Helden fizera anotações sobre Van den Bergh: "Foi membro do Conselho Judaico e do Escritório Lijnbaansgracht."

Quem Era Van den Bergh

Van den Bergh (1886-1950) actuou como notário na venda criminosa de obras de arte da colecção Goudstikker para os oficiais nazis mais proeminentes como Hermann Göring. Durante a guerra, o notário recebeu um Sperre (uma autorização especial que concedia certos direitos) para si e a sua família e mais tarde conseguiu obter o chamado estatuto de Calmeyer, o que tornou a deportação fora de questão.

 

A equipa acredita que há uma boa hipótese de Van den Bergh, que tinha conexões com autoridades alemãs de alto escalão, ter acesso a uma lista de endereços de judeus escondidos, que ele poderia usar como "seguro de vida" em caso de emergência. "É quase certo que o Conselho Judaico tinha listas de endereços de judeus escondidos." Algumas pessoas nos campos de concentração escreveram aos seus familiares escondidos através do Conselho Judaico, tendo para isso que ter acesso aos endereços dos que se escondiam das autoridades nazis.

O cenário de Van den Bergh, disse a equipa, é a única teoria já apoiada por evidências físicas que comprovam o nome do traidor.

Vários anos após a guerra, Otto Frank disse ao falecido jornalista do Parool, Friso Endt, que a sua família tinha sido traída por judeus. A equipa de investigação descobriu que Miep Gies, uma das ajudantes da família no Anexo Secreto, deixou escapar durante uma palestra nos Estados Unidos em 1994, que o traidor já se encontrava morto em 1960. Frank nunca mencionou o nome Van den Bergh. “Talvez ele tenha percebido que Van den Bergh seria apenas um bode expiatório."

Casa de Anne Frank

Ronald Leopold, director geral da Casa de Anne Frank, acredita que “mais pesquisas são necessárias” sobre a teoria em torno do traidor de Anne Frank. "Você tem que ter muito cuidado ao indicar alguém na história como um traidor de Anne Frank se você não tiver 100 ou 200 por cento de certeza sobre isso." Ele chama a investigação da equipa de casos arquivados de "muito boa e cuidadosa", mas, segundo ele, ainda faltam as peças mais importantes do quebra-cabeça.

Leopold chama a descoberta da cópia da nota de "especial". No entanto, ele também tem muitas perguntas. "Onde está o original? Quem o escreveu e com que intenção?” O director geral também tem muitas dúvidas sobre a suposta lista de endereços ocultos que Van den Bergh supostamente possuía por meio do Conselho Judaico, do qual era membro, e que Van den Bergh a teria compartilhado com os alemães. "Não sabemos ao certo se existiu e não sabemos se ele tinha."

Hipótese Levanta Outras Dúvidas

O porquê de Frank manter essa nota em segredo e só fornecer uma cópia a Van Helden em 1963 é um outro mistério, de acordo com a equipa de investigação. “Otto não queria punir a família e os filhos do traidor. Foi o que ele disse ao primo Buddy Elias."

"É razoável supor que o autor da nota anónima esteja morto, mas existe a possibilidade de que ele tenha dito algo a algum dos seus familiares", disse a equipa. 

No posfácio, o ex-agente do FBI Vince Pankoke escreve que espera que pessoas com informações relevantes entrem em contacto com a equipa para fornecer as peças que faltam ao quebra-cabeça. "Acredito sinceramente que a nossa investigação do passado e a nossa interpretação não sejam um exercício que esteja encerrado."

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

RTL Suspende Também o The Voice Kids e The Voice Senior. Membros do Júri e Patrocinadores Saem do Programa

 

Imagem de Leandro Monte 2019, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

 

The Voice Senior e The Voice Kids também ficam suspensos após o escândalo de supostos abusos sexuais do programa principal, The Voice of Holland, disse a RTL esta segunda-feira. "Todas as marcas do The Voice foram suspensas até que haja mais clareza do que se está a passar", disse um porta-voz.

 

Uma nova temporada do The Voice Kids estava já marcada para a primavera de 2022, desta vez apresentada por Buddy Vedder e Jamai Loman. The Voice Senior, apresentado por Lieke van Lexmond e Martijn Krabbé, estava programado para o outono.

Frans Bauer, um dos júris da versão sénior do programa, diz estar chocado com as histórias sobre comportamento sexuais abusivos no The Voice of Holland . "É um verdadeiro drama para todas as partes envolvidas, principalmente para as vítimas", disse o cantor. Além de Bauer, também Angela Groothuizen, Ilse DeLange e Gerard Joling estão envolvidos no The Voice Senior .

DeLange, Sanne Hans e Snelle podem ser vistos como júris no The Voice Kids . Ali B, acusado de abuso sexual, também supervisionaria os candidatos da versão juvenil do programa.

A RTL anunciou no sábado que o The Voice of Holland foi retirado do ar por enquanto, devido a relatos de comportamento de cariz sexual indesejável nos bastidores. A produtora ITV lançou uma investigação independente sobre as alegações, que serão reveladas na quinta-feira no programa BOOS do BNNVARA.

Como Um Baralho de Cartas

Até agora, houve apenas uma queixa em resultado da transmissão do BOOS na próxima quinta-feira. A queixa foi feita contra o membro do júri do The Voice , o rapper Ali B. O Ministério Público (OM) informou que depois da avaliação da queixa, será decidido se uma investigação criminal deverá ser iniciada.

Ali B já disse estar "100% convencido" da sua própria inocência. "É uma acusação de algo que teria acontecido há muito tempo, mas isso não é verdade", disse ele no sábado."Estou surpreso com isso. Nenhum nome foi dado, nada concreto. Não me posso defender disso, muito menos na comunicação social, mas o estrago já foi feito."

Jeroen Rietbergen imediatamente se demitiu como líder da banda no The Voice no fim de semana passado, depois de várias mulheres terem revelado o seu comportamento inadequado.

O escândalo que decorre no The Voice of Holland também causa danos colaterais aos restantes membros do júri. A cantora Anouk já anunciou que deixará o programa. Os outros membros do júri, Waylon e Glennis Grace querem para já esperar e ver os desenvolvimentos antes de tomar uma decisão.

Também os patrocinadores começam a cair. Um dia depois, a T-Mobile e o Lidl também decidiram interromper todos os patrocínios "imediatamente". A T-Mobile disse que "desaprova e se distancia expressamente de todas as formas possíveis de comportamento abusivo". O Lidl aguarda ainda a investigação antes de emitir uma declaração oficial.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Ali B e Rietbergen Sob Suspeita de Abuso Sexual no Programa The Voice of Holland. Programa Está Suspenso

Imagem de DWDD, CC BY 3.0, via Wikimedia Commons

O programa de talentos, The Voice of Holland, está sob fogo desde sábado devido a alegados abusos sexuais de membros da equipa do programa. Várias pessoas que trabalham para o programa de talentos foram acusadas de má conduta sexual e abuso de poder no programa BOOS do YouTube. O caso já causou a demissão do líder da banda e a abertura de uma investigação a um membro do júri.

 

Jeroen Rietbergen é pianista e líder de banda do The Voice of Holland desde 2010 . Ele admite que há vários anos teve "vários contactos de natureza sexual" com mulheres envolvidas no programa. Ele também enviou mensagens sexualmente explícitas. Não há esclarecimento se os contactos sexuais foram com candidatas ou funcionárias. Rietbergen diz que o seu cliente (produtora televisiva) o confrontou sobre o comportamento e que ele fez terapia devido a isso.

A terapia me permitiu mudar drasticamente e permanentemente o meu comportamento”, diz Rietbergen. O seu relacionamento com a personalidade da televisão Linda de Mol terminou devido a este seu mau comportamento, mas os dois estão agora juntos novamente.

Apesar de tudo, Rietbergen ficou no The Voice até este sábado, quando as acusações chegaram às primeiras páginas de informação. Ele admitiu o seu comportamento anterior e demitiu-se do programa com um pedido de desculpas.

Membro do Júri

Rietbergen não é o único sob ataque. Há uma queixa contra o júri do The Voice e rapper Ali B por má conduta sexual. Via Instagram , Ali B diz estar "100% convencido" de sua inocência. "É uma acusação de algo que teria acontecido há muito tempo, mas isso não é verdade. Não é concreto, não posso me defender, mas o estrago já foi feito."

O rapper acha o curso dos acontecimentos "muito injusto". Ele diz que a polícia ainda nem sequer falou com ele, mas que vai cooperar com tudo. Ele também tem confiança na investigação, diz ele.

Detalhes sobre a investigação ainda não são conhecidos. Uma investigação do Ministério Público (OM) e um possível processo devem mostrar se Ali B é culpado ou inocente.

As Acusações Via YouTube

A bomba explodiu através do programa BNNVARA BOOS . No programa do apresentador Tim Hofman no YouTube, são expostos vários assuntos, desde golpes via Marktplaats a alegações de má conduta sexual. Este último também aconteceu há alguns anos em torno do programa RTL De Villa.

Na primavera de 2021, os editores da BOOS receberam histórias sobre suposto comportamento sexualmente abusivo no The Voice of Holland ”, escreve a emissora BNNVARA. Os editores conduziram uma longa investigação e na quarta-feira passada abordaram Rietbergen, entre outros, sobre o comportamento. Isso garantiu que Rietbergen eventualmente confessasse. A RTL também anunciou na manhã de sábado que não transmitiria o The Voice por enquanto.

No ano passado, Hofman fez um pedido às pessoas que tivessem mais informações sobre comportamento sexual abusivo em programas de talentos. "Houve inúmeras reacções sobre o The Voice de pessoas que afirmam ser vítimas ou testemunhas de abuso de poder e comportamento sexualmente abusivo", disse o BNNVARA. "Isso não diz respeito apenas às acusações contra Rietbergen, mas contra várias pessoas dentro do programa."

A emissora não revela se se referem a Ali B ou também a outras pessoas. O episódio BOOS sobre o suposto comportamento será transmitido no YouTube na quinta-feira às 16h. Não é possível publicar antes, diz Hofman.

O Papel da Emissora RTV

O canal de televisão RTL diz que não estava ciente da má conduta de Rietbergen. "A notícia só chegou até nós na semana passada através de Tim Hofman", disse um porta-voz da RTL.

Isso pode parecer estranho, porque Rietbergen diz que o seu cliente o interpelou sobre seu comportamento. Mas a RTL não era cliente de Rietbergen. O The Voice of Holland é actualmente produzido pela empresa ITV, e anteriormente pela Talpa. Não se sabe ainda quem produziu o programa durante o período em que Rietbergen teve o comportamento sexual abusivo.

O canal não diz nada sobre os supostos abusos de outros membros da equipa do The Voice. Em todo o caso, o canal suspendeu a transmissão do programa.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Onda de Choque da Erupção de Tonga Registada na Holanda (Com Vídeo)

Imagem de Weerplaza

A onda de choque da erupção vulcânica perto de Tonga atravessou a Holanda no sábado entre as 20h e as 21h. A onda de choque foi claramente visível nos barómetros das estações meteorológicas.

 

Na noite de sábado, às 20h, a onda de choque da gigantesca erupção vulcânica de Tonga atingiu o país. Qualquer pessoa com um barómetro conseguiu ver a pressão do ar subir acentuadamente na aproximação da onda e cair rapidamente após sua passagem. Barómetros mais precisos registaram uma diferença não inferior a 3 hPa na pressão atmosférica. Só uma hora depois a pressão atmosférica voltou ao normal.

A poderosa erupção criou uma onda de pressão de ar em grande escala, que foi visível do espaço e que se moveu ao redor do mundo em grande velocidade. O vulcão está literalmente do outro lado do mundo, a mais de 16.000 km de distância. No entanto, a onda de pressão do ar perdeu pouca energia ao longo do caminho, de modo que a onda de pressão também foi medida um pouco por todo o globo.

Estamos todos familiarizados com as ondas de pressão do ar. Quem nunca sentiu no peito a explosão de pesados fogos de artificio ou petardos? Na prática, são ambos a mesma coisa, sendo que a única diferença foi a do vulcão entrar em erupção com grande força e violência, empurrando o ar em redor do vulcão. Isso criou um movimento de ar que resultou numa poderosa onda de pressão de ar.

A onda atingiu a costa norte da Holanda no sábado, 15 de Janeiro, às 20h. Quinze minutos depois já estava a ser registada em Maastricht.

O aumento da pressão do ar, cerca de 1,5 hPa, durou cerca de 20 minutos. Houve depois uma contra-reacção, porque o ar ao ser empurrado, tende a voltar para o seu lugar inicial e assim a pressão do ar caiu drasticamente nos 20 minutos seguintes, cerca de 3 hPa. Dez minutos depois, o barómetro voltou à pressão normal do ar.

Influência no Vento

O vento é criado por uma diferença na pressão do ar. Se a diferença de pressão do ar for grande, o vento sopra forte. Se for pequena, o vento sopra fraco. Essa onda de pressão do ar comportou-se como uma área de baixa pressão. Uma área que interrompeu o fluxo do vento. Como resultado, a velocidade do vento diminuiu brevemente durante a passagem da onda de choque.

Isso foi claramente visível nas medições. Durante todo o período de medição, o vento oscilava entre os 8 e 10 km/h, mas durante a passagem da onda de pressão atmosférica, o vento diminui brevemente para apenas 2 km/h.

 

Situação Extraordinária

As leituras de pressão barométrica da Nova Zelândia, mostraram uma diferença de 6 hPa. Ainda com 3 hPa restantes que se deslocaram pelo continente europeu, não é inconcebível que a onda de pressão do ar volte a passar novamente pelo país, mas a amplitude da onda provavelmente será mínima.

As famosas erupções vulcânicas dos últimos 100 anos, como Anak Krakatau, Pinatubo e Monte Santa Helena, não conseguiram mostrar uma onda de choque a nível global. Especialistas ponderam que milhares de toneladas de água do mar tenham entrado na câmara de magma, causando um enorme aumento de pressão e causando a explosão extrema. Outras erupções vulcânicas recentes não conseguiram fazer o mesmo a uma escala global.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Governo Pretende Desvincular Aumento da Reforma Com Salários. Partidos da Coligação Sem Apoio do Senado Para a Medida

Imagem de Eddie K por Pixabay

PvdA e JA21 são contra a medida do governo de desvincular o aumento da pensão de reforma (AOW) com o do aumento de salário, disseram os líderes dos partidos, Lilianne Ploumen e Joost Eerdmans ao Nieuwsuur. Isso coloca em risco a medida acordada na coligação de governo.

 

O PvdA ou o JA21 desempenham um papel importante na oposição, pois podem, sozinhos, ajudar os partidos de governo a obter maioria no Senado. Os partidos da coligação têm 32 cadeiras, seis a menos para uma maioria. Sem o apoio do JA21 (sete cadeiras) ou do PvdA (seis cadeiras), as hipóteses da medida passar no Senado é pequena.

Três Mil Milhões Por Ano

A desvinculação do AOW tem a ver com o aumento gradual do salário mínimo planeado para o próximo período de governação, em 7,5%. Isso também aumenta os valores de todos os subsídios e benefícios, porque todos estão vinculado ao nível do salário mínimo. A lei actual estipula que, além de todos os outros, o AOW também deve aumentar no mesmo valor do salário mínimo. Mas o governo quer acabar com isso.

Ao desvincular o que mais vai buscar aos cofres do Estado, o AOW, o governo espera limitar os custos. "Isso economiza mais de três mil milhões de euros por ano às Finanças do Estado", diz o economista Mathijs Bouman. "Isso é quase o mesmo que o valor total que o governo planeia gastar em Defesa."

No entanto, o PvdA e o JA21 não apoiarão a medida. “As pessoas que trabalharam duro para nossa segurança, trabalho que agora consideramos indispensável, não vão beneficiar dos aumentos dos salários mínimos”, diz Ploumen. "Acho que é uma machadada na raiz da solidariedade. Acho injusto deixar os aposentados com a carteira cada vez mais vazia."

Também para o líder do partido JA21, Eerdmans, concordar com a medida é, em princípio, inegociável. "Pessoas que trabalharam muito durante toda a vida, são casadas e têm uma pequena pensão perdem cerca de mil euros por ano. São pessoas que não podem fazer nada pela sua própria posição, porque já deixaram de trabalhar e dependem da sua pensão."

Somente com compromissos muito grandes a negociação seria possível para a JA21, diz Eerdmans. "Se a introdução do rigoroso modelo de migração dinamarquesa estiver na mesa, podemos conversar. Mas não vamos fazer isso por alguns tostões. E não espero que algo do género seja possível."

Adiamentos Para Futuro

Há uma boa hipótese que a falta de apoio da oposição se torne um problema para outros tópicos do acordo de coligação, diz o repórter político Arjan Noorlander. "Para os partidos de governo não entrarem em zangas, o acordo tem muitos planos que custam muito dinheiro, mas que não foram autorizados porque levariam ao mais irritante dos aumentos: os impostos. Esses planos estão adiados para o futuro."

"Mas isso também significa que, se os partidos da oposição desejarem, isso custará imediatamente dinheiro que não poderá ser cobrado no futuro. Isso aplica-se à desvinculação da pensão do Estado, mas também, por exemplo, à rescisão do contrato de gás com Alemanha, que está já a ser discutido."

O descontentamento da medida também surgiu entre os militantes dos partidos da coligação. Na segunda-feira, os militantes mais idosos do VVD, CDA e D66 enviaram uma carta de indignação aos seus próprios grupos parlamentares solicitando a reversão da medida.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

 

Atenção às Caixas do Correio. Inicia-se a Campanha de Vacinação a Crianças dos 5 aos 11 Anos

Imagem de DoroT Schenk por Pixabay

 

As crianças dos cinco aos onze anos vão receber a chamada para a vacinação contra a Covid-19 entre os dias 18 e 22 de Janeiro. A vacinação inicia-se na semana seguinte, informou o RIVM.

 

Os pais receberão uma carta com a informação para a marcação de uma consulta de vacinação para os seus filhos. A marcação será por telefone. As crianças da mesma família podem receber a vacina ao mesmo tempo se houver espaço nos centros de vacinação e os pais assim o desejarem. As crianças só podem receber a vacina sob a supervisão dos seus pais ou responsáveis legais.

No total, quase 1,3 milhão de crianças são elegíveis para as vacinas contra a covid-19. Eles recebem uma dose infantil da vacina da Pfizer e BioNTech.

Serão criados espaços de vacinação separados para as crianças nos centros de vacinação. “O pessoal médico demorará mais tempo para as crianças, oferecendo cuidados extras. Os seus pais estarão lá, tudo isso tem que ser feito com calma”, diz a organização de saúde GGD GHOR Nederland.

Cabe às próprias regiões administrativas GGD determinar quais os locais de vacinação das crianças.

Vacina Voluntária

O governo anunciou a opção de vacinar crianças dos cinco aos onze anos a 10 de Dezembro. A vacina é feita por recomendação do Conselho de Saúde.

A vacina é totalmente voluntária. A política corona não atribui nenhuma consequência ao estado de vacinação das crianças. Por exemplo, crianças menores de doze anos não vão necessitar mostrar um código QR quando forem a um restaurante, por exemplo.

Já era possível para crianças dos cinco aos onze anos com indicação médica receberes a vacina. Crianças a partir dos doze anos também podem ser já vacinadas.

Em crianças vulneráveis, há quatro semanas entre a primeira e a segunda dose. Nas restantes, a segunda dose é dada após oito semanas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Medidas Corona a Partir de 15 de Janeiro

Imagem de Julián Amé por Pixabay

A partir de 15 de Janeiro há um relaxamento das medidas corona no desporto, lojas não-essenciais e educação. Por enquanto o sector de cultura e restauração vão continuar encerrados, pelo menos até 25 de Janeiro. O primeiro-ministro Mark Rutte e o novo ministro da saúde Ernst Kuipers deram a mensagem esta noite em conferência de imprensa. Um resumo das novas medidas segue abaixo.

 

  • Ensino:

MBO e ensino superior serão reabertos. Todos os alunos podem voltar para à sala de aula. Eles devem usar uma máscara de protecção em todos os momentos. Há também um tamanho máximo de 75 alunos por sala de aula, com excepção de exames intermediários e finais.

  • Comércio Não-Essencial:

As lojas estão autorizadas a receber clientes novamente até às 17h. Não é necessário agendar a visita. No entanto, os clientes devem usar máscara no interior e existe uma lotação máxima que depende da dimensão da loja.

  • Desporto:

Quase todas as actividades desportivas interiores e exteriores voltam a ser possíveis. Em locais de desporto interior, os adultos devem apresentar um certificado digital. Com o certificado, devem demonstrar que foram vacinados, testados ou recuperados recentemente do vírus corona.

Por enquanto, apenas são permitidas partidas entre equipas do próprio clube. Público ainda não é permitido.

  • Profissões de Contacto:

Uma visita a um cabeleireiro, salão de beleza, profissional do sexo, estúdio de massagem ou outra profissão de contacto é possível novamente a partir de sábado. No entanto, existe um número máximo de clientes por metro quadrado e uma obrigação de uso de máscara.

Todas as profissões de contacto também devem fechar a porta novamente às 17:00.

  • Quarentena:

Se você tomou uma dose de reforço há mais de uma semana ou se contraiu o coronavírus há menos de oito semanas, não precisa mais ficar em quarentena se tiver contacto próximo com uma pessoa infectada.

A regra aplica-se com uma condição. A pessoa não poderá apresentar sintomas. Após cinco dias, um teste de PCR deverá ser realizado.

A regra anterior era que alguém nessa situação entrasse em quarentena por dez dias. Se um teste PCR no quinto dia fosse negativo, a quarentena poderia ser terminada mais cedo. Esta regra agora só se aplica a pessoas que não receberam a terceira dose de reforço.

  • Uso de Máscara:

Com o relaxamento das medidas há uma contra-partida em relação ao uso de máscara. Em todos os lugares, inclusive em espaços exteriores, onde não for possível manter 1,5 metro de distância, é recomendado o uso de uma máscara de protecção. Por exemplo, em ruas comerciais ou mercados de rua. Máscaras caseiras não são recomendadas.

O conselho da máscara aplica-se em todas as situações, com uma excepção. Se estiver a consumir bebidas ou alimentos nesses locais, a máscara pode ser retirada.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 
 

Aumenta o Número de Acidentes em 2021

Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

Mais acidentes foram contabilizados no ano passado e mais feridos no trânsito do que em 2020. A polícia confirma o relatório ao De Telegraaf. Isso deve-se em parte ao aumento do tráfego no segundo ano da pandemia, mas a polícia ainda assim está preocupada com o ano de 2022.

 

Os números da Rijkswaterstaat e da polícia, mostram que o número de acidentes com apenas danos materiais aumentou 8%, para 68.704. O número de acidentes com pelo menos uma pessoa ferida aumentou 1302 para 17.842. O número de acidentes com pelo menos uma fatalidade diminuiu apenas para 478, menos 18 que no ano anterior.

"Estamos preocupados com isso", disse o titular da pasta de trânsito Paul Broer da polícia ao NOS Radio 1 Journal . "Porque, é claro, esperávamos que, com todos os esforços que fizemos, iríamos baixar em vez de subir no ano passado."

Os números do ano passado ainda são inferiores aos de 2019. Nesse ano registaram-se 79.214 acidentes com apenas danos materiais e 18.298 com pelo menos uma pessoa ferida. O número de acidentes com pelo menos uma fatalidade foi de 522. Nos últimos dois anos, devido aos confinamentos e os conselhos de trabalhar a partir de casa, houve muito menos tráfego do que em 2019.

Óxido Nitroso

De acordo com Broer, é difícil indicar exactamente o porquê da diminuição no número de acidentes e lesões não se verificar mais acentuadamente. Esta é uma combinação de factores: não se deve apenas à fiscalização, mas também, por exemplo, ao desenho das estradas e à prestação dos condutores nas estradas sob influência do gás de óxido nitroso.

Uma investigação recente sobre o óxido nitroso, a polícia viu que a condução sob efeito deste gás quase duplicou em 2020 em relação a 2019. Esse número estabilizou um pouco no ano passado, mas ainda assim registaram-se 4.000 casos de condução sob influência de óxido nitroso. Outras causas comuns dos acidentes são a condução sob efeito do álcool, excesso de velocidade e distracção causada pelo uso do telemóvel durante a condução.

Comportamentos

Para além destas causas, a polícia vê também um aumento do comportamento agressivo dos condutores, tal como em outras partes da sociedade. "A cultura do eu, dando menos aos outros. O trânsito é em qualquer caso uma interacção, não são apenas as regras, mas também como você lida com elas como cidadão."

A polícia espera apanhar mais infractores das regras de trânsito com novos métodos. Por exemplo, com o uso da monocam: uma câmara em posição alta, onde a polícia pode registar se alguém está ocupado com mensagens de texto enquanto conduz ou não está minimamente atento ao trânsito.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Aumenta a Pressão Para Sair do Confinamento. Governo Responde Que "As Regras Existem Por Um Motivo"

Imagem de Daniel Nebreda por Pixabay

Vários municípios anunciaram na quarta-feira que não iriam intervir se lojas e estabelecimentos de restauração quisessem abrir as suas portas como forma de protesto. Os empresários querem expressar a sua insatisfação com o confinamento actual. Será determinado na sexta-feira se o confinamento irá continuar ou não após o dia 14.

 

Aumenta a pressão civil e empresarial para que o governo reabra negócios e comércios rapidamente. O apoio às restrições cai continuamente e o cansaço mental sobre a pandemia aumenta todos os dias. Por exemplo, o município de Oude IJsselstreek em Gelderland, anunciou que não será aplicada a obrigação de encerramento do comércio no sábado. O burgomestre apoia a abertura em protesto que está planeada para esse dia "como uma espécie de declaração", disse o seu porta-voz na segunda-feira.

Em Valkenburg aan de Geul, as lojas estão abertas na sexta-feira, das 10h às 16h. O burgomestre Daan Prevoo deu a permissão para que isso fosse possível, disse um porta-voz após a reportagem do De Limburger.

Lojistas em vários locais de Limburg anunciaram que vão abrir os seus negócios no próximo fim de semana. Também em Roermond e Geleen abrirão as suas lojas. Os estabelecimentos de restauração também estão a considerar os protestos. Na quinta-feira, a Região de Segurança Limburg-Norte discutirá qual a posição que os municípios podem tomar em relação a tais acções, que são direccionadas contra a política corona do governo.

Planos semelhantes podem ser ouvidos também em Drenthe. Burgomestres defendem "mais equilíbrio nas medidas", escreve a RTV Drenthe . Ainda não se sabe quais e se serão tomadas providências durante as acções de vários lojistas de Drenthe no próximo sábado.

Numa carta, o Conselho Provincial de Utrecht pede ao governo que dê às lojas não essenciais a oportunidade de receber clientes com hora marcada. Além disso, "o governo deve apresentar uma estratégia a longo prazo para evitar o encerramento de lojas em tempos de corona", disse a província.

Overijssel Confinamento injustificável

Numa carta ao primeiro-ministro Mark Rutte, o comissário do rei em Overijssel, Andries Heidema, escreve que o curso actual do confinamento "não é mais justificado". Segundo ele, "não é de surpreender" que "o apoio às medidas esteja a diminuir". Em nome da província, defende uma política baseada na reabertura como ponto de partida.

Segundo os administradores provinciais, é tempo de tomar um rumo diferente, agora que a taxa de vacinação está a aumentar e parece haver uma variante do vírus com sintomas e consequências menos graves. "Nenhuma lição foi aprendida com as pesquisas de campo e outras experiências que mostram que as actividades podem ocorrer de forma responsável e segura sob certas condições."

Overijssel quer que o governo use esse conhecimento e experiência agora. E que seja feito um plano em conjunto com empresários, funcionários, escolas, instituições culturais e outros que “ofereça perspectiva de uma vida com o vírus”.

Kuipers - "Regras Existem Por Um Motivo"

O Ministro da Saúde Ernst Kuipers, entende que os empresários estão "cansados" das medidas corona e que querem abrir as portas, mas "as regras existem por um motivo". Ele enfatiza que a crise corona só vai piorar se cada um escolher o seu próprio caminho e não seguir as regras de saúde pública.

Todos nós adoraríamos voltar à situação pré-corona”, diz Kuipers. "Mas a realidade é que isso não é possível." Embora a variante omicron pareça deixar as pessoas menos doentes, ela transmite-se muito mais rapidamente.

A sua colega Dilan Yesilgöz, Ministra da Justiça e Segurança, deu a entender no início do dia que não era a favor de uma fiscalização mais rígida pela polícia. "Seguir as regras é mais o que você e eu fazemos do que ter a polícia a andar por aí." Ela acredita que todos devem seguir as regras, mas "isso é com as próprias pessoas". "Você também faz isso pela sua própria saúde e pelo seu meio ambiente", diz Yesilgöz.

O Conselho de Segurança, que junta os presidentes das 25 regiões de segurança, irá reunir-se hoje novamente para debater sobre as medidas corona. O presidente Hubert Bruls disse no início desta semana que o OMT deve apresentar "uma história forte e convincente" para manter o confinamento após o dia 14 de Janeiro.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Número de Falências Atingem Mínimos Recorde

Imagem de Michael Schüller por Pixabay

Apesar da pandemia de coronavírus ainda estar em curso, o Instituto de Estatísticas da Holanda (CBS) informa que em 2021, a Holanda registou o seu menor número de falências em mais de 30 anos, com um total de 1.536 empresas declaradas falidas durante o ano passado.

 

O surto inicial de covid-19 e o confinamento subsequente significaram que a Holanda viu o seu número de falências atingir o pico de 338 em Abril de 2020. Desde então, o país observou uma queda significativa no número de falências declaradas mensalmente.

Após um ligeiro aumento em Novembro do ano passado, a CBS informa que em Dezembro de 2021, 137 empresas, excluindo empresas em nome individual, foram declaradas como falidas. Em altura de pré-pandemia, em Dezembro de 2019, esse número era de 243.

Considerando os dados de Dezembro, a CBS anunciou que em 2021, a Holanda registou o seu menor número de falências desde 1990, e o segundo menor número desde que os registos começaram em 1981. No ano passado, um total de 1.536 empresas na Holanda entraram com pedido para falência. Isso marca uma queda de 43% em relação a 2020.

Embora a Holanda tenha marcado um declínio anual no número de falências desde um pico de 8.376 em 2013, a CBS observa que o facto de os números continuarem a seguir a tendência de queda ao longo da pandemia “não pode ser visto separadamente dos apoios de emergência do governo”.

As Más Empresas Também Sobrevivem

Os sectores que registaram o maior número de falências nos últimos dois anos foram no comércio, construção, serviços financeiros e serviços empresariais especializados. Embora muitos tenham manifestado preocupações sobre os efeitos das inúmeras medidas de confinamento nos sectores do comércio, hotelaria e cultura, a CBS relata que as falências nesses sectores permaneceram relativamente baixas.

No ano passado, 97 empresas do sector de hotelaria entraram com pedido de falência, enquanto 22 dos sectores cultural, desportivo e recreativo foram declarados falidas. O Departamento Central de Planeamento (CPB) alertou que o apoio contínuo do governo holandês manteve vivas muitas empresas já em dificuldades antes da pandemia, e especialistas e organizações de funcionários alertaram que, quando esse apoio terminar, uma onda de falências será inevitável.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Uma Factura Alta Para as Próximas Gerações

Imagem de Here and now por Pixabay

 

Os muitos milhões de euros que o governo Rutte IV gastará no próximo mandato trazem à próxima geração uma factura alta para pagar. Escreve o Departamento Central de Planeamento (Centraal Planbureau - CPB) nos cálculos que realizou aos planos de coligação divulgados na terça-feira.

 

"Como resultado do acordo de coligação, a carga financeira para as gerações futuras aumentará acentuadamente", escreve o CPB.

As finanças públicas vão-se deteriorar, especialmente a longo prazo. Isso ocorrerá em parte porque o CPB duvida que a coligação tenha tido em conta supostos gastos pontuais, que se poderão revelar prolongáveis. Algumas mudanças de política foram devido a isso, estruturalmente não incluídas nos cálculos e, portanto, poderão pesar mais sobre nos gastos do governo.

O défice orçamental piorará no longo prazo para 2,7% do produto interno bruto (PIB). Se a política permanecer inalterada, a dívida será quase 54% maior em 2060.

Em 2025, no final do mandato do governo, mais dinheiro terá ido principalmente para o clima e meio ambiente, educação e segurança social. No total, mais de 26 mil milhões de euros serão gastos.

Mas há também efeitos positivos. O aumento do investimento garantirá maior crescimento económico e emprego nos próximos anos. Mais empregos serão criados, especialmente no governo e na educação. A criação de emprego nas empresas permanece inalterado.

O CPB tomou como referência o Dia do Orçamento do ano passado. O departamento também alerta que esta é uma estimativa inicial dos efeitos. Alguns planos do governo ainda não foram desenvolvidos o suficiente para poder calcular as suas consequências financeiras precisas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Robbert Dijkgraaf. O Novo Ministro da Educação Quer Reabrir a Educação Superior o Mais Rápido Possível

Imagem de Mark Rutte, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

 

O novo Ministro da Educação Robbert Dijkgraaf (D66) colocou a reabertura do ensino superior "no topo da lista de prioridades". Ele disse isso na segunda-feira após a primeira reunião do governo de Rutte IV.

 

O ensino superior está actualmente fechado para evitar a propagação do coronavírus e os alunos acompanham as aulas online. Na sexta-feira, o governo irá decidir como será o ensino superior no próximo período.

A longo prazo, Dijkgraaf acha que a educação deve "armar-se" contra o corona e preparar-se para um futuro com o vírus. Por isso, o ministro considera importante “colocar a saúde e o futuro das nossas crianças em primeiro lugar”.

"Os efeitos do vírus permanecem connosco", diz Dijkgraaf. Ele também refere-se ao atraso na educação depois de que escolas e instituições de ensino tiveram que fechar as suas portas várias vezes ao logo da pandemia. O novo ministro ainda não tem ideias concretas sobre como a educação se deve preparar. Ele primeiro quer falar sobre o assunto com organizações da área da educação.

O ensino primário e secundário abriu mais cedo do que o superior, depois das férias de Natal terem sido antecipadas por uma semana. Medidas de saúde pública aplicam-se nas escolas, como testes preventivos e máscaras nos corredores nos alunos a partir do grupo seis.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Pág. 1/2