Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Ausência de Um Plano Para Combater a Crise Habitacional

Imagem de Hands off my tags! Michael Gaida por Pixabay

 

A Câmara dos Deputados critica fortemente a antiga coligação de VVD, CDA, D66 e ChristenUnie, os mesmos partidos que estão na mesa para a formação de um novo governo, sobre a falta de planos ambiciosos para enfrentar a crise habitacional no próximo ano. Nenhum grande investimento foi anunciado no dia de apresentação do orçamento.

 

Durante um primeiro debate sobre o plano tributário para 2022, o parlamentar independente Pieter Omtzigt quis saber na segunda-feira o porque das propostas orçamentais do governo para o próximo ano não conterem um plano abrangente para enfrentar a crise habitacional.

Neste momento faltam 279 mil moradias e esse número aumentará nos próximos anos. A Ministra do Interior, Kajsa Ollongren, classificou a falta de habitações em Junho de "máximo histórico".

Esta é a única crise em que todos os 150 parlamentares reconhecem que existe. Como é que o governo apresentou um orçamento sem metas para o número de novas casas?”, perguntou Omtzigt.

Embora não haja números concretos para 2022, o governo estima que mais de 900.000 casas possam ser construídas até 2030. Ollongren reconheceu este ano que são necessários milhares de milhões para que isso aconteça. No entanto, faltaram apresentar investimentos significativos no dia de apresentação do orçamento.

O governo anunciou apenas que reservaria mil milhões (distribuídos por dez anos) para acelerar a construção de casas sociais. Esse dinheiro será gasto por meio de um plano já existente, o chamado incentivo à habitação. Isso subsidia projectos de construção menos lucrativos, por exemplo, porque devem ter uma faixa de preço mais acessível à classe média baixa.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Maratona de Rotterdam 2021

Imagem de Erik van Leeuwen, CC BY-SA 3.0 NL, via Wikimedia Commons

 

Bashir Abdi venceu a Maratona de Rotterdam com um recorde europeu e um recorde de prova este Domingo. O belga correu para a vitória com um tempo sensacional de 2:03:35. O duas vezes vencedor Marius Kipserem do Quênia foi o segundo em 2:04:11 e o etíope Dawit Wolde terminou em terceiro.

 

Abdi, de 32 anos, começou como o grande favorito da quadragésima edição da Maratona de Rotterdam, depois de levar o bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio no verão passado. Ele mais do que fez jus ao seu papel de favorito, mergulhando muito abaixo do recorde europeu. Roy Hoornweg (2:16:38) foi o melhor holandês e a queniana Stella Barsosio (2:22:08) venceu a prova feminina. Tirza van der Wolf foi a melhor holandesa com 2:34:52. 

Quanto a portugueses, o melhor português, Luís Martins, terminou a prova em 2:37:37 e no feminino, Sónia Costa em 4:13:07.

O recorde europeu da maratona era de 2:04:16 desde 2015 e pertencia a Turk Kaan Kigen Özbilen. O recorde mundial é de 2:01:39 do queniano Eliud Kipchoge. O recorde do percurso em Rotterdam era de 2:04:11, pertencente a Kipserem desde 2019. Até hoje, a edição de 2019 era também a última edição da maratona nesta cidade, já que foi cancelada em Abril de 2020 devido à pandemia de corona e não se pôde realizar na primavera passada.

Abdi, nascido na Somália, fugiu para a Europa aos seis anos e será lembrado como o primeiro vencedor europeu da Maratona de Rotterdam desde o espanhol Fabián Roncero em 1998. O último vencedor belga foi Vincent Rousseau em 1994.

Depois de 42 quilómetros e 195 metros, Abdi cruzou a linha de chegada na Coolsingel com um recorde de percurso e um recorde europeu, tornando esta edição da Maratona de Rotterdam, uma prova especial, que será realizada novamente na primavera de 2022.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Actualização das Regras Para Viajantes por Via Aérea

Imagem de ECDC

 

As subidas de casos covid-19 levam as autoridades a mexerem nas restrições e regras de entrada no país. Portugal e Holanda não escapam a essa mexida das autoridades e que começaram já à meia-noite.

 

A saber, estas são as regras aplicadas nas viagens aéreas entre Portugal e Países Baixos a partir das 00h00 de 24 de Outubro de 2021 a todos os maiores de 12 anos:

Viajar para os Países Baixos de Portugal Continental, Açores e Madeira

  1. Vacinação completa (28 dias após vacina da Janssen ou 14 dias após a última inoculação para BioNTech/Pfizer, Moderna, AstraZeneca)
  2. Prova de recuperação com mais de 11 dias após testarem positiva e menos de 180 dias
  3. Comprovativo de teste negativo PCR realizado nas 48 horas que antecedem a viagem
  4. Comprovativo de teste negativo antigénio realizado nas 24 que antecedem a viagem

 

Viajar dos Países Baixos para Portugal Continental, Açores e Madeira

  • deve preencher um Passenger Locator Card (também disponível em versão papel a bordo da aeronave)
  • deve apresentar um Certificado Digital Europeu com um dos seguintes critérios preenchidos:
  1. Vacinação completa (28 dias após vacina da Janssen ou 14 dias após a última inoculação para BioNTech/Pfizer, Moderna, AstraZeneca)
  2. Prova de recuperação com mais de 11 dias após testarem positivo e menos de 180 dias
  3. Comprovativo de teste negativo PCR realizado nas 72 horas que antecedem a viagem
  4. Comprovativo de teste negativo antigénio realizado nas 48 que antecedem a viagem (apenas para Portugal Continental e Açores)

Os passageiros são aconselhados a realizarem um teste após a sua chegada através da GGD ou um auto-teste, antes de regressarem ao contacto com outras pessoas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

BIR Abre a Sua Campanha de Angariação de Fundos Para Edição de Novo Livro

Imagem de BIR - Menino Urso

 

A Biblioteca Infantil de Roterdão publica o seu quarto livro infantil em português: Menino Urso

Depois do grande sucesso do O elefante Olifant (2017), do Aqui, ali e acolá (2018) e do Arvizinhos (2020), a Biblioteca Infantil de Roterdão (BIR) lançou-se novamente no desafio de desenvolver e ilustrar mais uma edição BIR. Desta vez foi a artista Natália Rodrigues, de nacionalidade portuguesa e residente em França, a aceitar este desafio.

Mais uma vez, a edição deste livro apenas será possível se se conseguir alcançar o total mínimo de 2.300 € até ao dia 22 de Novembro, através da plataforma de crowdfundingUlule. Este valor cobrirá uma grande parte dos custos de impressão.

Menino Urso está disponível para pré-compra por €12,50 (excluindo-se os custos de envio).
 

O Menino Urso que partiu à procura… mas à procura de quê?
De um amigo com quem brincar? Ou do mel mais doce que se possa provar?
Às vezes sentimos coisas cá dentro que não sabemos explicar.

Menino Urso conta a história do superpoder de se ser diferente - e de se ser igual!

Lançamento Menino Urso

O lançamento do Menino Urso será no domingo 28 de Novembro em Roterdão, num espaço que será comunicado mais perto da data de lançamento, mas para quem está interessado, é reservar já esta data na agenda. Portugueses na Holanda apoia mais uma vez uma actividade da BIR e estaremos juntos no lançamento deste livro.

A BIR é um projecto sem fins lucrativos em Roterdão. Ao (pré) comprarem um ou mais livros, estarão não só a contribuir para o financiamento das despesas de impressão do livro como também a contribuir para:

  • manter a Língua Portuguesa viva por mais gerações de (filhos de) migrantes; 
  • a divulgação da Língua Portuguesa fora de Portugal;
  • incentivar o gosto dos mais novos pela leitura;  
  • inspirar e estimular a curiosidade e imaginação das crianças, com uma história de descoberta e exploração da Natureza!

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

O Que Se Passa no Atendimento Consular na Holanda?

Dqfn13, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

 

Falta de atendimento telefónico. Falta de resposta aos emails. Falta de vagas de agendamento para renovação de documentos. São estas as queixas mais lidas nos muitos grupos de portugueses na Holanda e que também chegam por vezes à nossa caixa de mensagens. Mas afinal, o que se passa no consulado em Den Haag?

 

"Preciso de renovar o meu documento de identificação para assinar o meu contrato de trabalho e não arranjo vaga no consulado", diz-nos um leitor. Outro conta-nos que está em risco de perder o emprego devido ao seu Cartão de Cidadão estar perto de caducar e há quem não consiga efectuar o registo no município devido à dificuldade de apresentar os documentos necessários.

Para alguns, estes e outros problemas puderam ser resolvidos com a renovação do Cartão de Cidadão online, mas para muitos foi difícil consegui-lo, tendo que o fazer através de outros consulados ou tiveram mesmo de se deslocar a Portugal. Para outros, no imediato, ficaram sem uma solução ou alternativa.

Os Problemas

Após o nosso contacto, a Embaixada de Portugal  informou-nos que devido às dificuldades financeiras e de recursos humanos, um problema que existia já anteriormente, agravou-se com o surgimento da pandemia. "De facto, somos diariamente confrontados com uma situação onde a procura excede largamente a capacidade de resposta dos nossos serviços, agravada pela ausência continuada de alguns dos nossos funcionários", confirma a nossa embaixada em Den Haag.

Mas os problemas de marcação e contacto afectam os utentes e as suas necessidades de documentação, muitas vezes tornando-se urgentes, o que leva os serviços consulares a "atender de forma prioritária os utentes com documentação caducada, com viagens urgentes e/ou demais situações de comprovada emergência. Sem prejuízo, somos também nesta matéria diariamente confrontados com uma situação onde a procura excede a nossa capacidade de resposta."

Em média, são cerca de 3.000 contactos telefónicos e outros tantos electrónicos por mês. Comunicação essa que é tratada apenas por dois funcionários externos à Secção Consular. Nem a Embaixada escapa à falta de recursos humanos, tendo apenas um funcionário e uma linha de atendimento. Ambas as linhas de atendimento estão localizadas em Lisboa num sistema de atendimento centralizado.

As Soluções 

Sendo as linhas fortemente utilizadas, o utente não se apercebe que a linha está ocupada devido à falta de uma mensagem que o informe, acabando a chamada por cair ao fim de algum tempo. "Estamos a envidar todos os nossos melhores esforços no sentido de ultrapassar estas dificuldades a muito breve trecho", informa a Embaixada.

Entre eles, encontra-se a possibilidade de alargar os serviços do Centro de Atendimento Consular (CAC) à Secção Consular da Embaixada de Portugal em Den Haag, tal como nos assegura na resposta ao nosso contacto. "Esta possibilidade constituirá uma importante ferramenta para, no âmbito do Novo Modelo de Gestão Consular, agilizar o acesso aos serviços consulares, melhorar a comunicação com o utente no estrangeiro e reduzir a necessidade de deslocação aos serviços consulares."

Quanto ao agendamento, a abertura de vagas do Agendamento Online para a marcação de actos consulares, passará a ser disponibilizado com mais frequência, geralmente à sexta ou segunda-feira de cada semana. Segundo a informação facultada pela Embaixada, "neste momento, encontram-se ainda por abrir as vagas de atendimento a disponibilizar para o mês de Dezembro do corrente ano e para os meses subsequentes."

Em relação ao levantamento do Cartão de Cidadão e Passaporte, desde o inicio do ano que a Secção Consular fornece esse serviço sem a necessidade de marcação prévia, bastando para isso que o utente se desloque às instalações da Embaixada dentro do horário de funcionamento e tenha consigo os documentos necessários ao seu levantamento. "Mensalmente, vimos conseguindo atender muitas centenas de utentes através deste serviço, que tencionamos manter dentro das condicionantes", nomeadamente a da falta de recursos humanos.

Outra possibilidade é a de que o cidadão opte pela renovação online, tendo que depois disso apenas se deslocar à Secção Consular, sem marcação prévia, para o levantamento do documento de identificação.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

 

Desemprego em Queda nos Países Baixos

Imagem de Evgeni Tcherkasski por Pixabay

 

De acordo com dados do Instituto de Estatísticas da Holanda (CBS), a taxa de desemprego no país continua a cair e, em Setembro, menos de 208.000 pedidos de subsidio de desemprego foram registados. O menor número desde 2008.

 


Desde o pico de 4,6 por cento no verão de 2020, o desemprego na Holanda continuou a cair, apesar dos vários confinamentos e numerosas restrições devido à covid-19. Os últimos números revelam que a taxa de desemprego actual é de 3,1%.

A CBS relata que, em Setembro de 2021, 292.000 pessoas estavam desempregadas na Holanda, com o número empregados de idades entre os 15 e os 75 anos a crescer de pouco menos de 8,9 milhões na primavera de 2020 para 9,1 milhões no mês passado.

Curiosamente, a Agência de Benefícios Sociais (UWV) pagou subsídios de desemprego a quase 208.000 pessoas, significando uma diminuição de mais de 2 por cento em relação ao mês de Agosto. O número de pessoas que pedem subsidio de desemprego tem diminuído gradualmente desde Fevereiro, com Setembro a marcar o menor número registado desde o outono de 2008.

Não se Sente Ainda o Efeito do COVID-19

Setembro marcou o último mês de apoio financeiro do governo holandês às empresas que enfrentavam dificuldades devido à pandemia. O mês passado também viu o levantamento de uma série de restrições devido à pandemia, quando as casas nocturnas finalmente reabriram e bares e restaurantes foram autorizados a receber mais clientes.

O apoio do governo significou que as empresas conseguiram manter os salários dos seus empregados apesar da falta de lucro, mas com o fim do apoio e ajudas para a maioria em Outubro, muitos estão preocupados com a possibilidade de a taxa de desemprego subir novamente.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

“O Governo Tira o Dinheiro dos Cidadãos, a Sua Dignidade e Depois os Seus Filhos”. O Escândalo dos Subsídios Continua a Surpreender

Imagem de cat6719 por Pixabay

 

Entre 2015 e 2020, mais de mil crianças de pais que foram vítimas do caso dos abonos foram colocados sob custódia da protecção de menores e afastados de suas casas. A Câmara dos Deputados está surpreendida com este elevado número. O caso chamado de 'toeslagenaffaire' sobre o escândalo dos subsídios continua a dar que falar. E pelas piores razões.

 

"Que miséria", escreve o deputado Peter Kwint do SP no seu Twitter, que anteriormente fez perguntas ao parlamento sobre este assunto. "E isso é apenas entre 2015 e 2020. Embora todos nós saibamos que este escândalo começou muito antes." O número total de crianças colocadas em famílias adoptivas ou em instituições é por isso provavelmente mais alto, porque o caso dos subsídio-creche começou bem antes de 2015.

 

O facto de 1115 crianças terem sido removidas de suas casas e de suas famílias em cinco anos foi calculado pelo Instituto Holandês de Estatísticas (CBS) a pedido do Ministério da Justiça e Segurança. A CBS fornece um número aproximado observando as crianças que entraram em contacto com a protecção de menores e combinando-os com a assistência aos jovens na residência. Por exemplo, se uma criança for colocada numa instituição de acolhimento de jovens ou com uma família adoptiva. Não se sabe quais as circunstâncias que influenciaram as decisões ou se houve outros factores para além do problema da dívida destas famílias à máquina fiscal.

Novas Questões Parlamentares

Tal como Kwint, o deputado Don Ceder do ChristenUnie anuncia novas questões parlamentares. Ceder quer saber quantas remoções de crianças das suas famílias poderiam ter sido evitadas. "Como podemos ainda fazer justiça às famílias?" O líder do partido DENK reage ainda mais furiosamente no Twitter. “O governo tira o dinheiro dos cidadãos, a sua dignidade e depois os seus filhos”.

Em debates sobre o caso do subsídio-creche, a Câmara dos Deputados perguntou repetidamente sobre o número de crianças sob custódia da protecção de menores, disse o deputado Pieter Omtzigt. Ele está indignado com o facto desta informação estar a ser divulgada via CBS, em vez de uma informação directa à Câmara dos Deputados. "Isso deixa claro que o governo perdeu completamente o controle das consequências de sua própria política."

Números Subestimados

Janet Ramesar, uma das vitimas, foi obrigada a devolver o apoio recebido durante cinco anos para a creche do filho, foi acusada de fraude, multada pelo fisco, teve de deixar de estudar, perdeu o emprego numa agência de serviços financeiros porque era incompatível com o facto de se ter endividado e acabou por perder também a custódia do filho, considera o número fornecido pela CBS de "uma subestimação grosseira" do número real. A CBS considerou dois critérios para validar este número:

- um juiz que impôs uma medida de retirada da criança aos pais e;

- assistência aos jovens com residência de família adoptiva. 

Janet justifica a sua declaração devido ao próprio filho ter-lhe sido retirado sem esses critérios, tendo ido morar com o pai. Sobre o número 1115, Ramesar diz: "Acho que você pode dobrar esse número facilmente."

Até agora, 47.000 pessoas foram consideradas vítimas no caso do subsídio-creche, muitas das quais enfrentaram o divórcio ou perderam seus empregos e casas como resultado das acusações e processos fiscais interpostos pelo Belastingdienst. O governo afirmou que aproximadamente 22.000 pais deste grupo têm, de qualquer modo, direito a compensação.

O caso levou à queda do governo em Janeiro deste ano, bem como a apelos por uma aplicação mais humana das regras na Holanda nas instituições governamentais.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Holanda Já Não é o País com o Melhor Sistema de Reforma

Imagem de Manuel Alvarez por Pixabay

 

O sistema de reformas holandês está a ter um desempenho ainda melhor do que no ano passado, mas ainda assim, a Holanda perdeu o título de melhor sistema de reformas do mundo para a Islândia, relata a RTL Nieuws com base no relatório geral da Mercer.

A Holanda e a Dinamarca estão lado a lado no topo da lista da Mercer há quase uma década. No ano passado, a Holanda arrecadava o primeiro lugar e a Dinamarca o segundo. Este ano, os dois países deram um passo atrás para abrir espaço para a recém-chegada Islândia no topo. No primeiro ano em que a Mercer incluiu a Islândia no Pension Index, o país "fica em primeiro lugar, de longe", disse o especialista em reformas da Mercer, Marc Heemskerk, à RTL. 

O sistema de reformas islandês tem uma pontuação melhor do que a da Holanda porque a Islândia tem mais pessoas com mais de 55 anos que ainda estão no activo, explicou Heemskerk. "Se você trabalha, pode acumular mais reforma para si mesmo e contribuir para a as restantes reformas." A dívida das famílias na Islândia também é um pouco mais baixa do que na Holanda. Como resultado, os aposentados islandeses têm menos dívidas para pagar e podem gastar mais dinheiro em outras coisas. A Islândia também tem uma estrutura populacional mais favorável, com mais residentes a pagar as contribuições para o sistema de reforma, disse Heemskerk. 

"Nosso sistema de reforma continua a obter bons resultados em comparação com outros países", acrescentou Heemskerk. "Somos um dos três únicos países do mundo a pontuar A." Como os preços das acções nas bolsas vêm subindo há algum tempo e as taxas de juros do mercado também estão a começar a subir, o corte nas pensões passa ao lado da maioria dos grandes fundos, disse ele. "Existem até fundos de pensão que vão aumentar os valores das reformas."

Este ano, o Global Pension Index compara sistemas de aposentadoria de 43 países em todo o mundo e cobre dois terços da população mundial. Portugal não está incluído nesta lista, mas para comparação, 'nuestros hermanos' classificam-se em 24º lugar.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Pessoas Sem BSN ou Estudantes de Fora da UE Já Podem Registar a Sua Vacinação

Imagem Portugueses na Holanda

 

Pessoas que foram vacinadas contra a covid19 no estrangeiro e não têm um número de cidadão (BSN), podem receber um certificado de vacinação a partir desta quarta-feira. Eles têm que realizar uma marcação em Groningen ou Utrecht.

 

A nova instalação será especialmente útil para estudantes estrangeiros e estrangeiros que trabalham na Holanda por empresas estrangeiras, espera o Ministério da Saúde, Bem-Estar e Desporto. Para quem não tem um BSN, esta é a solução encontrada.

Os funcionários especializados do GGD agora podem inserir manualmente os dados das pessoas vacinadas nos sistemas. Este grupo exige mais esforço para criar uma prova de vacinação do que as pessoas que foram vacinadas na Holanda. As pessoas têm de marcar uma consulta em Utrecht ou Groningen, porque lá existem gabinetes que podem avaliar se os certificados de vacinação estrangeiros podem ser usados ​​na Holanda.

Além disso, com base, por exemplo, numa declaração do empregador ou prova de matrícula numa instituição de estudo, é avaliado se as pessoas vão permanecer na Holanda por um período mais longo de tempo.

GGD GHOR Nederland salienta que esta nova opção se destina apenas a pessoas que foram vacinadas fora da União Europeia. Se as pessoas foram vacinadas na Holanda ou em outro país que trabalhe com o Certificado Digital da UE, os dados de vacinação serão processados ​​automaticamente. Os especialistas do GGD também vão poder inserir manualmente as informações de pessoas que fizeram o teste no exterior, mas que possuem um número de cidadão (BSN).

Pessoas que receberam a sua segunda dose de vacina em outro país europeu, actualmente só podem solicitar prova nesse país. O Ministério da Saúde ainda busca uma solução para este problema.

A marcação deve ser feita pelo número de telefone 030 - 8002899.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Chegou o Outono

Imagem de weerplaza

 

Vento e chuva é o que se espera na quinta-feira de manhã. Uma frente de tempestade move-se neste momento no país e estende-se a todo o país durante a noite e pela manhã, resultando em aguaceiros fortes, possivelmente também com trovoadas. Prevê-se que as condições meteorológicas atrapalharão o trânsito.

Não só à chuva deve tomar atenção. As rajadas de vento também desempenham um papel importante. Durante a noite, o vento de sul aumentará consideravelmente para rajadas de 75 a 100 km/h, podendo ser localmente de tempestade. As temperaturas também deverão cair para os 11/14 graus de máximas e 5/8 graus de mínimas nos próximos dias, pelo menos até ao inicio da próxima semana.

Em Casa e na Rua

As rajadas de vento esperadas podem causar danos a nível local. Fortes rajadas de vento podem causar a queda de ramos de árvores, que ainda se encontram com folhagem. Objectos soltos na rua, como recipientes de lixo, materiais de construção leves e similares, também podem ser atirados pelo vento. É aconselhável certificar-se e ver se alguma coisa precisa ser limpa ou protegida do vento.

Na Estrada

Veículos com reboques e caravanas também devem estar atentos. As rajadas de vento podem causar problemas nas províncias costeiras e em redor do IJsselmeer. Atenção redobrada também nos diques e pontes na Zeeland e Zuid-Holland. Se o cenário mais severo se materializar, é bem possível que o dique entre Lelystad e Enkhuizen fique encerrado por algum tempo.

Durante a hora de ponta da manhã é esperado grande movimento nas estradas devido à má visibilidade causada pela chuva. Cuidados redobrados ao circular perto de veículos pesados ou carrinhas com lonas, sempre mais sensíveis à acção do vento.

Durante a hora de ponta da tarde, ainda haverá fortes ventos e aguaceiros. Há uma boa chance de que o tráfego ainda seja prejudicado pelas condições meteorológicas e que deve ter em conta tempo extra de viagem.

Poderá existir igualmente restrições à circulação dos transportes públicos, nomeadamente comboios, que podem ser suprimidos ou com atrasos significativos. A queda de ramos nas linhas leva à interrupção da circulação ferroviária para limpeza de linha ou catenária.

Quinta feira, todo o país estará sob Aviso Amarelo devido ao vento.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Três Suspeitos Detidos Após Atropelamento Por Tram em Den Haag. Indícios de Crime

Imagem de Henk Mohabier via Pixabay

 

Dois adolescentes de 15 anos e um jovem adulto de 18 entregaram-se à polícia após a morte de um homem desalojado de 39 anos. A vítima foi atropelada por um tram na noite de segunda-feira na paragem da Anthony Fokkersingel em Den Haag. Testemunhas dizem que ele foi empurrado para a frente do veículo.

 

Um dos suspeitos entregou-se voluntariamente numa esquadra da polícia na noite de segunda-feira. Os outros dois suspeitos entregaram-se na manhã seguinte, disse a polícia na tarde de terça-feira. Eles ficaram detidos com restrição de contactos, excepto com o advogado.

A polícia foi alertada por volta das 20h50 para um atropelamento por um tram. Foi realizada assistência por uma equipa médica, que se revelou inútil, tendo a vítima falecido no local devido aos ferimentos.

Com base nos depoimentos das testemunhas, a polícia procurava três pessoas, suspeitas de envolvimento no incidente. Segundo o relato das testemunhas, a vítima terá sido empurrada por essas três pessoas para a frente do veículo quando este se aproximava da vítima.

A polícia afirma que ainda está a conduzir uma extensa investigação sobre o que aconteceu exactamente. Os envolvidos, incluindo o motorista do tram e as testemunhas mais próximas, recebem ajuda psicológica.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Feyenoord Já Vai na Quarta Multa em Jogos Europeus

Imagem de Vlad Vasnetsov por Pixabay

 

O comité disciplinar da UEFA multou o Feyenoord esta terça-feira pela quarta vez esta temporada. Isso aconteceu em resposta ao comportamento dos adeptos durante o jogo da Conference League contra o Slavia Prague (2-1).

 

Os Rotterdammers serão multados em mais de 50.000 euros por atirar objectos para o campo, soltar fogos de artifício e bloquear as escadas durante o jogo em casa na passada quinta-feira, 30 de Setembro.

No início desta temporada, o Feyenoord já foi multado após os jogos europeus em casa com o FC Drita, FC Luzern e IF Elfsborg. O clube já teve de pagar um total de 124.125 euros em multas à UEFA nesta temporada.

Até agora, todos os jogos europeus em casa contra o Feyenoord nesta temporada resultaram no pagamento de multas. A equipa do treinador Arne Slot enfrenta o FC Union Berlin, no estádio De Kuip, na próxima quinta-feira.

A UEFA proibiu a colocação na bancada dos adeptos, de uma faixa referindo-se ao bombardeamento de Rotterdam pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. A associação de adeptos do Feyenoord falou de "uma decisão ridícula".

No outro lado há preocupações na Union Berlin na preparação para o duelo com o Feyenoord. Toda a equipa foi testada à covid-19 após o jogo de sábado contra o VfL Wolfsburg, onde o jogador Wout Weghorst acabou por testar positivo.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Teste Para Entrada em Eventos Deve Estar a 20 Minutos de Distância

Imagem de Tumisu por Pixabay modificada

 

Agora que o Certificado Digital foi introduzido, as pessoas não vacinadas devem ser testadas para o vírus corona para poderem ir a um restaurante, espectáculo ou jogo de futebol, por exemplo. Esta semana, o número de locais onde você pode fazer esse teste aumentou, mas nem todos conseguem chegar rapidamente a um local de teste.

 

Neste momento, as pessoas podem fazer um teste em cerca de 400 locais por meio do Testen Voor Toegang. Com o sistema actual, os laboratórios de teste podem decidir por si próprios onde abrir os locais de teste e há por isso menos locais de teste em locais onde há menos procura.

No sistema anterior, 90 por cento dos locais de teste estavam a no máximo de 20 minutos de carro. O Ministério da Saúde, Bem-estar e Desporto informou que, com o sistema anterior, 99% das pessoas podiam ser testadas num local a não mais de 30 minutos de carro, o que ainda é o caso.

Ainda não se sabe qual a percentagem de pessoas que podem actualmente fazer um teste com no máximo 20 minutos de distância. O ministério diz que se concentrará primeiro em tornar os locais acessíveis o mais rápido possível até aos trinta minutos para o maior número de pessoas possível.

Locais de Teste Devem Aumentar

É no entanto notável que existam zonas sem acesso rápido em partes da Zeeland e no norte do país. O presidente da Stichting Open Nederland, a organização por trás do Testen Voor Toegang, anunciou no início desta semana que este é "o risco deste novo sistema".

No entanto, o número de laboratórios de teste ainda pode aumentar. Testen Voor Toegang diz que monitora a disseminação dos locais. Também estão a ser realizadas conversações com laboratórios de teste e municípios nas áreas afectadas, para que a cobertura possa ser aumentada ainda mais.

Se necessário, medidas extraordinárias podem ser tomadas. Por exemplo, as farmácias podem ser solicitadas a realizar testes para o Certificado Digital.

O ministério diz ser importante "trabalhar arduamente" nas zonas com dificuldade de acesso, porque é "extremamente importante que todos na Holanda possam fazer o teste nas proximidades e de maneira fácil".

Teste Para Entrada

Vai a um evento, actividade cultural, social ou desportiva e precisa de um Certificado Digital?

Se não tiver um certificado de vacina, recuperação ou Certificado Europeu, deve realizar um teste entre as duas e as vinte e quatro horas do inicio do evento ou actividade, em um laboratório autorizado. Deverá realizar a marcação do teste apenas por este local: Testen Voor Toegang.

O resultado deverá chegar em duas horas. Se for negativo pode descarregar o código QR para a aplicação CoronaCheck do seu telemóvel ou através da página coronacheck.nl e que será válido por 24 horas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Aumento do Preço da Energia. Consumidores Recebem Compensação

Imagem de ri por Pixabay

 

O governo está a reservar cerca de três mil milhões de euros para medidas de compensação aos consumidores devido ao aumento acentuado do preço do gás. Esse dinheiro irá para, entre várias coisas, reduzir o valor do imposto sobre a energia.

Secretário de Estado, Yesilgöz: “Vamos reduzir significativamente o imposto sobre a energia, 230 euros para a factura do gás. Mas devido ao aumento do preço do gás, o preço da electricidade também vai subir. Também vamos baixar a tarifa aí. Isso equivale a uma média de cerca de quatrocentos euros por família." O valor exacto depende das circunstâncias individuais.

Haverá também 150 milhões de euros para serem investidos em isolamento das habitações. Os municípios podem distribuí-los na forma de descontos entre as pessoas que habitem em casas com isolamento precário. Com estes descontos eles podem, por exemplo, comprar tiras de isolamento para portas e janelas ou medidores de consumo de energia nos quais você pode ver imediatamente o seu consumo. Em última análise, os municípios podem decidir como querem gastar os subsídios na sua cidade.

Dos 3,2 mil milhões de euros previstos para as medidas, 500 milhões irão para pequenas e médias empresas. Eles também pagarão menos imposto sobre a energia. A redução de impostos para consumidores e pequenas e médias empresas entrará em vigor a 1 de Janeiro de 2022 por um período de um ano.

Compensação Para Todos

O governo tem pensado em planos de compensação que atingiriam principalmente as famílias de baixo rendimento. Agora existe uma compensação para todos, privados e empresas.

Precisamente porque optamos por medidas mais amplas, algumas vão acabar em pessoas que não precisam”, diz Yesilgöz. "Mas tinha que ser feito de maneira adequada e rápida, uma medida mais complicada leva muito mais tempo a implementar."

Devido ao aumento do preço do gás, a conta de energia ameaça aumentar dezenas de euros por mês no próximo inverno. Algumas empresas de energia já aumentaram os preços em até 60% para alguns de seus clientes.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Desaba Parte da Bancada do Estádio NEC em Nijmegen (Vídeo)

Imagem de tookapic por Pixabay

 

Os adeptos do Vitesse escaparam ao desastre este Domingo, quando comemoraram a vitória sobre o NEC (0-1). Durante a festa com os jogadores após o primeiro dérbi da Gelderland em 4 anos e meio, a parte da frente da bancada desabou.

 

O betão do Estádio Goffert em Nijmegen desabou sob o peso dos adeptos do Vitesse. Ninguém foi ferido. Ainda não é claro como foi possível parte da arquibancada ter desabado.

"Felizmente, não há vítimas. O pior passa pela sua cabeça imediatamente. Tenho já uma idade em que também vi muita coisa, por isso fiquei receoso ao  inicio.", disse Wilco van Schaik, director do NEC ao canal ESPN .

"É um milagre que nada tenha acontecido. Isso é muito ruim e merece atenção. Não sei como pode acontecer algo assim, mas há especialistas para isso. Vamos investigar imediatamente a partir de amanhã."

O Estádio Goffert, construido em 1939, foi totalmente reformado no inicio deste século. Este ano, de acordo com Van Schaik, o estádio NEC tinha passado na inspecção anual.

 

Município Quer Uma Investigação Rápida

O burgomestre de Nijmegen Hubert Bruls também ficou chocado com o evento no estádio NEC. Ele visitou o jogo junto com seu colega de Arnhem, Ahmed Marcouch.

"Estou muito chocado com o que aconteceu", disse Bruls. "Felizmente, pelo que sabemos, ninguém ficou ferido. Quero uma investigação sobre o que aconteceu aqui o mais rápido possível."

Presumivelmente, um contentor debaixo da bancada evitou pior. As fotos mostram que a parte afectada está apoiada no contentor.

Já depois do jogo, também ficou inquieto no lado de fora do estádio. Adeptos do NEC, decepcionados com a derrota, procuraram um confronto com as autoridades, disse um porta-voz da polícia. Uma carrinha da polícia foi destruída e foram executadas acções policiais sobre os adeptos. Os adeptos atiraram pedras e outros objectos contra as forças policiais. Várias pessoas foram detidas, mas ainda não se sabe ao certo quantas detenções foram feitas.

O NEC-Vitesse foi decidido por um golo do atacante do Vitesse, Nikolai Frederiksen, que marcou aos quinze minutos. O golo era discutível, mas o VAR observou que Oussama Darfalou não fez nenhuma mão e manteve a bola dentro das quatro linhas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Mapa Europeu de Corona. Holanda em Risco de Ficar a Vermelho

Imagem de ECDC

 

Na próxima semana, a Holanda deverá ficar vermelha no mapa de casos corona na Europa, a segunda cor de alerta mais alta do serviço de saúde europeu ECDC. O aumento de casos no Outono pode significar que outros países irão eventualmente introduzir regras mais rígidas para os viajantes com origem na Holanda, como também aconteceu com as vagas anteriores.

 

O número de testes positivos continua a aumentar. Na Holanda, quase 23.000 pessoas testaram positivo na semana passada, mais de 50 por cento a mais do que na semana anterior.

Especialistas do RIVM suspeitam que a nova vaga corona deste Outono está-se a aproximar lentamente. O pico deverá ser em Janeiro. Com base em cálculos, a OMT estima agora que mais de 23.000 pacientes com COVID-19 acabarão no hospital, cerca de 4.800 dos quais numa unidade de cuidados intensivos.

Limburg É Para Já a Única Província a Vermelho

Por enquanto, a Holanda ainda é de cor laranja no mapa corona europeu, com Limburg a ser a única mancha vermelha. Na próxima quinta-feira, quando o novo mapa for publicado, Utrecht, Gelderland, Zuid-Holland, Overijssel, Flevoland e Friesland também passarão do laranja para o vermelho. Zeeland ainda pode ser adicionada.

Noord-Holland, Noord-Brabant, Groningen e Drenthe parecem ser as únicas províncias que permanecerão laranja. Há já um mês que os números revelavam-se desfavoráveis para o país.

Reabertura da Restauração Pode Ser a Culpada

Com o número de testes positivos, a Holanda está de volta ao nível infeccioso do final de Julho e início de Agosto. Aqueles foram os últimos dias da quarta vaga.

Durante esse pico, países como Alemanha e França decidiram tornar as regras mais rígidas para os viajantes com origem na Holanda, o que foi feito com base no mapa corona europeu. Muitos países poderão reclassificar a Holanda como uma região de risco. Isso acontece quando um país tem mais de 100 testes positivos por cada 100 mil habitantes numa semana.

A Holanda está acima desse limite desde a última terça-feira e também continua a subir cada vez mais. Nos sete dias anteriores até sábado, 130 testes positivos foram registados para cada 100.000 habitantes.

Vamos permanecer atentos às mudanças que poderão ocorrer nas viagens entre Portugal e os Países Baixos, que serão partilhadas nesta plataforma.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Sector dos Transportes Defende Horários de Trabalho Alargados Para Evitar Horas de Ponta

Imagem de Thanks for your Like • donations welcome por Pixabay

 

Trabalho, escola e tempo livre devem ser mais distribuídos ao longo do dia para evitar engarrafamentos, defende Steven van Eijck, presidente da Mobiliteitsalliantie (Aliança da Mobilidade). Se nada for feito, ficará preso num engarrafamento gigantesco mais cedo ou mais tarde.

 

"Agora, todo a gente começa e termina o seu dia ao mesmo tempo. Isso não é conveniente", diz Van Eijck em nome das mais de vinte organizações da Aliança da Mobilidade, incluindo NS, OV-NL, Schiphol e ANWB .

Olha só o horário de funcionamento de instituições de ensino ou de escritórios, por exemplo. Se você espalhar um pouco mais esse horário, você também tem um tráfego diluído por mais tempo”, explica o ex-secretário.

Van Eijck conta a sua história numa semana em que foi registada a hora de ponta matinal mais movimentada em um ano e meio. Na terça-feira, havia mais de 750 quilómetros de engarrafamentos matinais. Devido aos meses mais escuros e ao clima de Inverno, a ANWB espera que o número de pessoas na estrada aumente nos próximos meses.

O número de carros na Holanda também vem aumentando há anos. No início deste ano, havia 8,8 milhões de carros na Holanda: mais de 100.000 veículos a mais do que no início de 2020. A título de comparação: em 2000 havia mais de 6 milhões de carros na estrada e dez anos depois já tinham sido adicionados mais de um milhão.

Horários de Trabalho Mais Flexíveis

O presidente da Aliança da Mobilidade receia que a distribuição do horário de trabalho não funcione, porque as pessoas estão presas a um padrão antigo. "Todos nós acabamos sendo muito mais flexíveis (na crise corona, por exemplo) do que pensávamos? Nunca pensamos, por exemplo, que poderíamos estabelecer o ensino à distância com tanto sucesso?"

"Teremos que passar juntos por uma série de medidas. Qual é o problema se as escolas começarem às 8h ou às 10h? Sim, você tem que acordar mais cedo. Ou ir com o cão à rua num horário diferente? Mas o que agora é um dado adquirido, que nós também aceitamos, porque não deveríamos ser capazes de ajustar algo de novo? "

Van Eijck espera que um novo governo seja formado em breve, porque a Aliança da Mobilidade actualmente carece de uma parte com quem possa discutir regulamentos, infra-estrutura e possível financiamento.

O Ministério da Infra-estrutura e Gestão da Água iniciou uma campanha para o trabalho híbrido na quinta-feira, parte no escritório e parte em casa. "Pequenos pedaços ajudam, porque se tivermos 8% menos carros nas estradas durante a hora de ponta, isso reduzirá os congestionamentos pela metade", disse a ministra Bárbara Visser.

Além disso, é necessária a ajuda dos empregadores. Afinal, eles desempenham um papel importante na disseminação do horário de trabalho. Van Eijck já vê mudanças positivas em relação a esse assunto. Ele cita a ANWB como exemplo, onde os funcionários podem começar às 10h e funcionários do município de Amsterdam, que podem trabalhar a partir de casa 50% do tempo.

O Trabalho Híbrido Precisa de Um Novo Acordo

Van Eijck menciona a importância de acordos sobre quando os funcionários podem trabalhar em casa e quando devem ir ao local de trabalho. O pessoal que tem liberdade de escolha, logicamente, costuma escolher trabalhar em casa às segundas e sextas-feiras, de modo que o tráfego aumenta mais às terças e quintas-feiras. De acordo com o presidente da Aliança da Mobilidade, fazer acordos entre empregadores é "determinar parcialmente se você pode evitar engarrafamentos".

As organizações patronais não estão unidas com a Aliança da Mobilidade, mas como presidente do Commissie Hybride Werken (Comité do Trabalho Híbrido) do Sociaal-Economische Raad (SER), posição que também cumpre, Van Eijck mantém conversações entre ambos os lados. Nessas discussões, também é debatido o horário de trabalho e como pode ser melhor distribuído para evitar aglomerações nas horas de ponta. Nos próximos meses, o comité do SER emitirá uma recomendação ao governo.

Quando as pessoas se acostumarem novamente a trabalhar no escritório nas próximas semanas, Van Eijck espera que esses trabalhadores escolham trabalhar em casa com mais frequência, "mas ainda não se sabe como isso vai acontecer".

Além disso, as previsões é que as estradas se tornem mais movimentadas nos próximos anos devido ao crescimento do número de habitantes na Holanda e ao tráfego de mercadorias. "Se você não viajar de maneira mais inteligente agora e fizer acordos sobre o trabalho e a disseminação de horários alargados, mais cedo ou mais tarde o tráfego vai fazer com que você perca tempo em engarrafamentos."

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Vitima das Cheias na Alemanha Encontrada em Rotterdam

Imagem de analogicus por Pixabay

 

Uma mulher alemã que estava desaparecida desde as cheias deste Verão na Alemanha, Bélgica e Holanda.  Os seus restos mortais foram agora encontrados em Rotterdam. Ela terá caído ao rio Ahr e sido arrastada pela enxurrada de água. O seu corpo acabou por vir parar à Holanda através do Reno.

 

A mulher de mais de 60 anos vivia na cidade de Bad Neuenahr, no vale do rio Ahr, que foi gravemente afectada pela enchente extrema causada por chuvas fortes no final de Julho deste ano.

Os seus restos fora já encontrados há algumas semanas atrás, mas a sua identidade não pôde ser estabelecida por testes de DNA até 30 de Setembro. A polícia de Rotterdam confirma isso após declarações da polícia de Koblenz na imprensa alemã.

A descoberta da mulher eleva para 184 o número de mortos nas enchentes na Alemanha. Duas vítimas alemãs ainda estão desaparecidas.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Rússia Tem Mais Gás Para a Europa

Imagem de Дмитрий Осипенко por Pixabay

 

A Rússia está pronta para fornecer à Europa o gás natural que tanto precisa e já está inclusive a aumentar a produção, disse o presidente Vladimir Putin durante uma conferência em Moscovo. Ele fez igualmente saber que gostava de conversar com a União Europeia sobre a estabilização do mercado de gás.

 

Putin também reiterou que a Rússia está a cumprir todas as suas obrigações contratuais com relação ao fornecimento de gás para a Europa. Devido à alta demanda e à oferta limitada, o preço do gás na Europa atingiu um preço recorde.

Putin diz que é uma "situação difícil" no mercado de gás. Segundo ele, esse mercado é desequilibrado e imprevisível, principalmente na Europa. O presidente russo acredita que devem ser feitos acordos para estabilizar o mercado no longo prazo.

Ele acrescentou que há "falhas sistémicas" no mercado europeu de energia, como a dependência excessiva de fontes de energia renováveis, como a eólica e a solar. A crise energética europeia foi parcialmente causada por um menor rendimento da energia dos parques eólicos. Ao mesmo tempo, os investimentos europeus em fontes de energia fóssil foram reduzidos, de modo que, segundo Putin, agora há escassez.

Entregas de Gás à Europa no Nível Máximo

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse no início do dia que o fornecimento de gás do grupo estatal russo Gazprom para a Europa sob os contratos actuais está no nível máximo. Se a Europa quiser comprar mais gás da Gazprom, novos contratos terão de ser assinados, disse o porta-voz.

No final Putin disse que a Rússia não está a usar o gás como "arma" para exercer influência na Europa. Os críticos acusam Moscovo de limitar deliberadamente o fornecimento de gás à Europa a fim de obter rapidamente a aprovação para o inicio do novo e polémico gasoduto Nord Stream 2, que atravessa o Mar Báltico da Rússia à Alemanha.

Putin chama essas afirmações de "absurdas". Segundo ele, a ex-União Soviética também forneceu gás para a Europa durante a Guerra Fria, quando as relações entre estes dois blocos eram bem piores.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Julgamento do Suspeito de Ameaças a Rutte

Imagem de Pexels por Pixabay

 

No último Verão, a polícia prendeu um homem de 22 anos por planear um assassinato do primeiro-ministro Mark Rutte. O homem também terá tentado criar um grupo armado através de grupos de teorias conspiratórias. São estas as provas apresentadas no tribunal em Den Haag, onde haverá uma audiência na próxima semana.

 

O Ministério Público (Openbaar Ministerie - OM) coloca assim na barra do tribunal o amsterdammer Yavuz O., acusado de planear e preparar um ataque a um ou mais políticos, incluindo Rutte, e incitando outros a juntarem-se à causa.

De acordo com o Ministério Público, o suspeito foi autor de várias mensagens incendiárias nos canais do De Bataafse Republiek en Vrijheid zonder Uniform (República De Batávia e Liberdade sem Uniforme). Neste grupo ele publicou as suas ideias de assassinar Rutte, aproveitando o facto de ele se deslocar de bicicleta em Den Haag. Ele também preparava uma invasão ao parlamento com a ajuda de aliados e usando força mortal se necessário.

A acusação declara que o suspeito colocou uma mensagem num dos canais do Bataafse Republiek a 12 de Dezembro do ano passado, acompanhando uma foto dos ministros com o rei Willem-Alexander. "Na verdade, graças a eles, a Holanda está na merda", escreveu ele, depois de postar esta mensagem: "Você era capaz de disparar neles todos? Num carro. Vidros abertos. Arma para fora. E toca a disparar".

As mensagens do suspeito deixam claro que ele procurava pessoas para ajuda-lo nos seus planos. “Arranjo os lutadores. Não qualquer lutador, pessoas sérias que querem fazer algo”, escreveu ele, bem como: “Não procuro manifestantes. Procuro revolucionários. Atiradores / Armados / Violentos. Tudo é permitido."

Rutte foi protegido a partir daí por uma força policial especialmente treinada pelo Serviço de Segurança Real e Diplomática (DKDB), por causa de ser considerado um alvo de um ataque ou sequestro. Essa ameaça veio do crime organizado.

Grupo República Batávia Eliminado

A República Batávia é um dos dois canais de mensagens que foram encerrados esta semana por ordem do Ministério Público. Nestes canais também eram compartilhadas informações e detalhes privados de algumas das mais importantes pessoas envolvidas na campanha de vacinação contra o coronavírus. Além disso, os administradores partilhavam e disseminavam teorias de conspiração sobre supostas redes de pedofilia e rituais de infanticídio no município de Bodegraven. Juntos, os grupos tinham mais de 13.000 membros.

The Batavian Republic e Batavian News foram criados pelos teóricos de conspiração Wouter Raatgever, Joost Knevel e Micha Kat. Raatgever e Knevel estão actualmente presos e devem comparecer em tribunal novamente a 3 de Dezembro. Kat está presa na Irlanda do Norte e tenta evitar a extradição para a Holanda. Haverá para isso outra audiência em breve.

 

Portugueses na Holanda sempre informou a sua comunidade gratuitamente e sempre o irá fazer no futuro.
Mas o futuro coloca também desafios, que só com a ajuda dos nossos leitores, conseguem ser superados.
Iniciamos assim a subscrição de apoiantes, onde por um pagamento mensal recorrente podem apoiar o crescimento desta plataforma. Esse pagamento poderá ser cancelado sempre que quiserem.
 

Pág. 1/2