Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Portugueses na Holanda

O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa.

Vacinação Não Devida nos Países Baixos

injection-5722329_1920.jpg

 

É um assunto que temos visto a ser apaixonadamente debatido nas redes sociais e nas televisões. Muitos criticam, outros aprovam. Mas a verdade é que o problema das vacinações indevidas para a covid-19 não é um exclusivo português e muito menos resultados de uma política de quem governa. Acima de tudo é um problema humano e de quem tem acesso a esse poder e regalia. Também os Países Baixos tem a sua quota parte de casos de vacinações não planeadas.

Pelo menos nove grandes organizações de saúde em Zuid-Holland convidaram todos os funcionários das suas casas de saúde para uma vacinação no passado mês de Janeiro, contra os acordos realizados entre as instituições de saúde e governo. A directiva de vacinação apenas previa os profissionais de saúde com contacto directo com os residentes recebessem a vacinação prioritária. Uma das organizações, a Argos Zorggroep, vacinou até trabalhadores ao domicilio que não tinham nenhuma tarefa de cuidadores, segundo uma pesquisa levado a cabo pela RTL Nieuws.

Entre os funcionários que receberam convite da Argos para a vacinação estão por exemplo, cozinheiros, funcionários da administração, analistas de dados e mesmo funcionários de reposição de produtos alimentares. Alguns destes profissionais trabalham em casa sem contacto directo com os residentes das casas de saúde. 

O facto de isto ter acontecido não se deve a um erro de interpretação das directivas, mas a uma decisão deliberada da direcção do grupo. Não se trataram de vacinas que sobraram após a injecção nos residentes. Estes funcionários foram vacinados no GGD, antes mesmo que os próprios residentes, a maioria, nos grupos de risco.

Sem Registos

Cerca de 2.300 pessoas trabalham na Argos, espalhados pelas onze casas de repouso que possuem, mas também cuida de idosos em casa. Não se sabe quantos funcionários aceitaram a vacina da covid-19. Os empregadores não estão autorizados a registar se um funcionário foi ou não vacinado. Na realidade, nem sequer se sabe quantas vacinas foram para os funcionários que não eram elegíveis para recebe-las. 

Se os membros do Conselho de Administração também receberam um convite para a vacinação, o porta-voz da Argos Zorggroep não informou. O director Edwin Wulff não respondeu igualmente às perguntas da RTL News sobre o caso.

A vacinação de funcionários em hospitais e de cuidadores de idosos ao domicilio começou no início de Janeiro. Foi determinado previamente quais eram os profissionais de saúde elegíveis para a vacinação prioritária.

Convites

A Argos faz parte de uma associação mais abrangente administrada pela ActiZ. Ela é a associação que junta aproximadamente 400 organizações de prestação de cuidados de saúde na terceira idade e que com cerca 400.000 funcionários, cuidam de dois milhões de idosos em situação frágil e com doenças crónicas.

 
Contacto Indirecto Também é Contacto
 
Apesar das criticas, a Argos continua a apoiar a sua decisão. “Se tivermos uma emergência aqui, os funcionários da administração também podem ser destacados para outras tarefas dentro da casa de saúde, como servir café aos residentes. Precisamos de todas as pessoas que possam prestar cuidados”. Segundo a Argos, isso aconteceu durante a primeira onda covid. 
 
Não é um problema único a esta prestadora de cuidados. Todas as outras oito principais organizações de saúde afiliadas à parceria da Conforte em Zuid-Holland vacinaram mais do que o estipulado. “Todos os funcionários que trabalham nas casas de saúde receberam um convite. Não só cuidamos dos funcionários que estão em contacto directo, mas também dos funcionários que estão em contacto indirecto com os residentes”, disse uma porta-voz. 

Segundo a Conforte, a vacinação foi alargada por exemplo, a recepcionistas e às cozinheiras que preparam as refeições. “Eles também entram em contacto com os moradores indirectamente. Eles estão em contacto com os funcionários que estão em contacto directo com os moradores”.

Esta situação de vacinações indevidas não agrada ao Ministro da Saúde Hugo de Jonge. "Não é hora de ser fixe e pensar: eu vou convidar todos os trabalhadores. Qualquer vacina dada a alguém que não precisa já, vem às custas de faltar a alguém que precisa muito mais. Temos que ser prudentes." Deve haver prudência na administração das vacinas covid-19. Para além do inicio tardio do programa de vacinação na Holanda, todos os países europeus estão a sofrer atrasos na recepção de novas doses, o que coloca em causa os calendários e a rapidez de vacinação.

O ministro não entende a defesa da Argos de que todos são necessários na saúde. "Não funciona assim. O acordo foi muito bem feito com as instituições de cuidados de saúde e todos sabiam disso." O ministro diz que entrará em contacto com as organizações de saúde que são conhecidas por vacinar além do planeado.

Vem Aí a Primavera. Pelo Menos no Fim de Semana

Imagem de Marisa Monteiro

 

Acaba a diversão na neve e no gelo. Durante a manhã de segunda-feira ainda vimos um aviso vermelho activado devido ao gelo na estrada. Ao longo da manhã o aviso passou para amarelo. Com a chegada da chuva, chega também a temperatura acima dos 0º C que vai acelerar o degelo já a partir de terça-feira.

 

Já na terça-feira as temperaturas locais deverão chegar aos 8º C. Em alguns lugares chegam apenas a 3 a 5 graus e podem ocorrer neblinas locais devido ao gelo que ainda poderá existir no IJsselmeer ou na zona das ilhas de Wadden.

Quarta e quinta-feira, nuvens e alguma chuva vão dominar estes dias, com as temperaturas entre os 7 e 11 graus com vento moderado de sudoeste. À noite, o vento pode soprar mais forte ao longo da costa e no noroeste.

A partir de sexta-feira o Sol irá aparecer mais vezes com as temperaturas entre os 7 e os 9 graus. O fim de semana será seco e ameno. E eis que chegamos a sábado e domingo e os apreciadores da primavera recebem um tempo seco com períodos de sol. As temperaturas podem subir localmente para 14 ou 15º C. Depois do fim de semana, a temperatura deverá baixar ligeiramente, mas nada que se pareça a outra semana de inverno.

Lojas Fechadas Novamente. Click e Collect é um Fracasso

Imagem de Gerd Altmann via Pixabay

 

A medida de click & collect está em vigor há uma semana, mas está a revelar-se um grande fracasso para as lojas. Muitas estão a voltar a fechar depois de uma semana sem clientela. Na esperança de mais clientes no fim de semana, houve estabelecimentos com apenas um cliente.

Enquanto as pistas de gelo da cidade estão lotadas de visitantes, a Kalverstraat em Amsterdam está deserta. A colecta de produtos, que deveria ter sido o renascimento do sector lojista, acabou sendo uma desilusão. Na rede de moda Uniqlo, cartazes atraentes estão pendurados na janela para clicar e colectar, mas a rede já removeu a mesa para colecta que estava montada devido à falta de clientes.

Em outras partes de Amsterdam, também há pouco entusiasmo pela reabertura cautelosa de lojas permitida pelo governo na semana passada. Depois de um sábado decepcionante, muitos lojistas não consideraram abrir de novo no domingo para levantamento de compras.

Três ou quatro clientes usaram o click & collect na loja It's a Present in Haarlemmerstraat em dois dias. Diz o proprietário Mark van Winden que “é quase nada. Não ganhamos dinheiro com isso”.

Sem Confiança

Não tínhamos muita confiança neste click & collect, mas queríamos tentar. O pessoal já está lá, para pedidos na loja virtual”, diz Willem Koster, presidente da Amsterdam City, a associação empresarial do centro da cidade. “Quase não funciona. Foi gentilmente cedido pelo governo, mas não oferece nenhum consolo.”

A maioria das lojas do centro nem abre, nem mesmo as grandes redes. Como há pouco entusiasmo, o cliente não tem confiança. Talvez funcione melhor nos bairros, mas não no centro da cidade”, refere Koster.

Mas também na Gelderlandplein em Buitenveldert não houve muito movimento no domingo. Já o dono do centro comercial local ajudou os lojistas com os pontos de colecta. “Oferecemos a cerca de 40 lojas um balcão de colecta, para que possam organiza-lo de maneira adequada”, disse Paul Bremmer, da Kroonenberg Groep. "A coleta continua um pouco artificial, mas é bom que os empresários possam fazer algo de novo."

A sapataria Zwartjes também tem um balcão de colecta organizado com o logótipo do shopping. Mas não atrai clientes. “Hoje tivemos um cliente”, diz a vendedora. Isso não significa que a colecta não seja um bónus. “No sábado tivemos 12 clientes e a semana passada até correu  bem. Principalmente botas, por causa do tempo. Mesmo assim, prefiro abrir a loja completamente de novo.

A Desilusão

Clicar e colectar é uma farsa. Uma desilusão”, diz Hans van Tellingen, consultor da Strabo. “As lojas têm que abrir normalmente, antes de 2 de Março. O encerramento de lojas é puramente uma política simbólica. Praticamente nenhuma infecção ocorre nas lojas. Temos que encontrar uma solução diferente dos confinamentos. Eles apenas causam danos."

De acordo com uma pesquisa recente da Strabo, dois terços das pessoas estão mais propensas a comprar online desde Março de 2020. “As pessoas estão felizes porque ainda podem obter seus produtos pela internet. Mas os lojistas nunca podem ter lucro com colecta e loja online. Isso só é possível se as pessoas tiverem permissão para entrar na loja novamente.” De acordo com a pesquisa, quase 60% dos clientes retomam o seu antigo padrão de compra imediatamente após o fim do confinamento.

Koster, da cidade de Amsterdam, é mais sombrio. “É profundamente trágico no centro da cidade. Este período é ainda pior do que em Março e Abril do ano passado. Muito terá que ser feito para atrair as pessoas novamente. Nós realmente esperamos que o município faça uma campanha de forma direccionada para levar as pessoas ao centro da cidade.”

A loja It's a Present vai tentar novamente o click & collect no próximo fim de semana. “O tempo estará melhor no próximo fim de semana”, diz o proprietário Van Winden. "Aí vamos abrir nossas outras duas lojas na cidade, ver se as coisas vão então melhorar."

Aviso Vermelho em Todo o País na Segunda-Feira Devido ao Gelo

Imagem de KNMI

 

Os condutores na Holanda serão confrontados com condições traiçoeiras e escorregadias em grande escala na manhã de segunda-feira, como resultado da chuva congelante. Por esse motivo, o KNMI emitiu o aviso vermelho para todo o território.

 

O aviso vermelho aplica-se a partir das 3.00h para Noord-Holland, Zuid-Holland e Zeeland. A partir das 5.00h, aplica-se à zona Wadden, Friesland, Flevoland, Utrecht, Gelderland e Noord-Brabant. Estende-se depois a Groningen, Drenthe, Overijssel e Limburg a partir das 7.00h.

As condições escorregadias vão desaparecer com o decorrer da manhã, de sudoeste para nordeste”, relata o KNMI. Existem avisos para os principais riscos para os condutores e o risco de interrupção dos transportes públicos. "Não viaje se não for preciso."

A Rijkswaterstaat também alertou os condutores devido às condições propicias à formação de gelo e disse que também ficaria atenta na situação. Existem 46 camiões preparados para espalhar sal para evitar a formação do gelo. De acordo com a Rijkswaterstaat, quem tem de se fazer à estrada deve ficar atento à previsão do tempo e às informações de tráfego e ajustar seu estilo de condução. "Resumindo: dirija devagar, mantenha distância, não mude de faixa desnecessariamente e trave suavemente."

O Combate ao Gelo

Lutar contra o gelo é mais difícil do que a neve, indica a Rijkswaterstaat. "A precipitação dilui o sal que já está na estrada. Além disso, a precipitação congela assim que atinge a superfície fria da estrada e forma uma camada de gelo sobre o sal. Isso pode resultar numa superfície muito escorregadia em pouco tempo."

Devido à camada de gelo, a mistura com o sal já presente na estrada não ocorre imediatamente. De acordo com a Rijkswaterstaat, isso leva tempo. O sal só funciona "perfeitamente" quando a camada superior é macia. "Apesar de todos os nossos esforços, nem sempre as condições de gelo na estrada podem ser evitadas."

Sul da Holanda Festeja o Carnaval. Vigilância Policial em Várias Cidades

Imagem de Kim Cuong Bui por Pixabay

 

14 de Fevereiro. Tradicionalmente Dia dos Namorados mas este ano, quiseram os destinos do universo, que seja também o Domingo de Carnaval. Neste quase um ano de pandemia e ao contrário do que aconteceu em 2020, desta vez não há os tradicionais festejos de Carnaval em Noord Brabant e Limburg. Não há, excepto em alguns locais de irredutíveis foliões que insistiram em festejar e que colocaram as autoridades em alerta, havendo pelo menos um estado de emergência decretado por um município.

A atmosfera em Maastricht é pacífica, onde cerca de 250 pessoas estavam reunidas no centro. Contrariados ao inicio, as pessoas foram saindo por ordem da polícia, disse um porta-voz. Multas foram partilhadas à negação do segundo aviso de saída do local. Algumas dezenas de pessoas também reuniram-se na Pancratiusplein em Heerlen para comemorar o domingo de carnaval.

Em Tilburg também se viu vigilância extra devido aos foliões que na noite de sábado festejaram na Piusplein. É difícil dizer quantas pessoas estiveram presentes, de acordo com um porta-voz. "Mas estava muito concorrido". Agora na tarde de domingo esteve novamente tão concorrido que as medidas em vigor para combater a covid-19 não puderam ser cumpridas. Os foliões do carnaval tiveram assim que ser mandados para casa.

É conhecido e documentado o papel que as celebrações do Carnaval em 2020 tiveram na propagação do SARS-COV-2 nos Países Baixos e Bélgica. A província de Noord Brabant foi o ponto zero da pandemia nestes dois países.

Estado de Emergência

Entretanto em Geesteren, na província de Overijssel, um desfile de carnaval foi interrompido no domingo, depois que do burgomestre ter emitido um estado de emergência. Assim foi indicado através de um comunicado na página do município de Tubbergen, onde se inclui Geesteren.

Cerca de quarenta carros participaram do desfile da associação de carnaval juvenil Kroegtijgers, onde alguns deles estavam equipados com material de som. Após um telefonema dos Kroegtijgers a informar a realização do desfile, o município contactou o presidente da associação na noite de sábado. Nessa conversa, o presidente teria sido "enfaticamente" alertado para não deixar o desfile seguir adiante.

Por esta razão, o município e a polícia estão a considerar medidas mais severas contra a associação.

Corrida Eleitoral 2021

Imagem de Wokandapix via Pixabay

 

A última vez que tantos partidos concorreram a umas eleições na Holanda aconteceu em 1922. Em 2021, 37 partidos preencheram os critérios para concorrerem a um lugar na Tweede Kamer, a Câmara de Deputados. É esta a instituição responsável por legislar os destinos do país, tal como a Assembleia da Republica em Portugal.

Os grandes candidatos e maiores partidos continuam a ser o liberal VVD (Partido Popular da Liberdade e Democracia) do demissionário Mark Rutte, os centristas e cristãos do CDA (Apelo Democrata Cristão), do CU (União Cristã) e do D66 (Democratas 66). Os de esquerda tais como o PvdA (Partido Trabalhista) e o SP (Partido Socialista) e a esquerda verde do GroenLinks. Do outro lado, temos a direita nacionalista populista PVV Partido Para a Liberdade) de Geert Wilders e o recente FVD (Forum Para a Democracia) criado em 2016.

Há outros partidos menores que vão conseguindo um ou dois assentos parlamentares. O ecologista Partij voor de Dieren (Partido Para os Animais), o 50 Plus, um partido para os seniores ou o DENK, um partido em representação das minorias, especialmente turcas.

Existem depois listas de partidos menos conhecidos. Alguns sérios, que pretendem realmente ser uma alternativa. O evangelista Jezus Leeft (Jesus Vive), Piraten Partij (Partido Pirata) ou o NIDA dos democratas islâmicos. Outros, não tão sérios, tal como o nome ou ideologia política indicam. O De Feest Partij (Partido da Festa), uma lista de critica e sátira governamental ou o Vrij en Sociaal Nederland, um partido criado em 2020 que tem como ideologia a anti-ciência e a recusa da existência de uma pandemia global.

As Eleições

No total, 89 partidos e listas apresentaram as suas candidaturas ao Conselho Eleitoral holandês em Dezembro, que aprovou 37 partidos e listas a concorrerem às próximas eleições legislativas a 17 de Março. Este ano e por motivos da pandemia, as eleições legislativas na Holanda serão realizadas entre o dia 15 e o dia 17 de Março para evitar os ajuntamentos de eleitores nas mesas de voto. Para os grupos de risco está prevista a criação de mesas ou horários exclusivos para votarem em segurança.

A comunidade portuguesa na Holanda não participa nestas eleições, mas elas podem mudar a vida dos estrangeiros que aqui vivem e trabalham. São também as primeiras grandes eleições na Europa após o inicio da pandemia de covid-19 no continente e que também estão marcadas pela demissão do governo devido ao escândalo na atribuição e posterior cobrança judicial de subsídios familiares.

Os Países Baixos são conhecidos pela sua tradicional política de discussão e consenso. Coligações e acordos políticos com um grande número de partidos são a norma em qualquer eleição legislativa holandesa. Uma verdadeira "geringonça" política que nem sempre consegue governar um termo completo de quatro anos. Só entre o período de 1994 e 1998, com o primeiro governo de Wim Kok e mais recentemente, entre 2012 a 2017, o segundo governo de Mark Rutte que foi reeleito depois do seu primeiro gabinete se ter demitido devido a discrepâncias dentro da coligação com o PVV. Mark Rutte concorre de novo a um mandato governamental. Se vencer as eleições, formará governo pela quarta vez.

A Febre do Gelo

imagem de portugueses na holanda

 

Foi possível patinar no gelo um pouco por todo o país na sexta-feira e assim acontecer durante o fim de semana. Além de toda a diversão da patinagem, a concentração de pessoas fez com que vários municípios se sentissem obrigados a tomar medidas. Por exemplo, estradas foram encerradas e alguns locais de patinagem foram até fechados. A espessura média do gelo natural na Holanda está nos 9 cm, o que não representa uma segurança completa de que não parte e muitos já tiveram de ser socorridos ou retirados da água pelos serviços de emergência.

O Kinderdijk tinha os parques de estacionamento lotadas já às 7.30h da manhã de sábado. Em Maarsseveense Plassen, Molenpolder e Loosdrechtse Plassen, a N403 está cortada ao trânsito motorizado. O De Meije em Bodegraven-Reeuwijk tem as estradas de acesso cheias de veículos estacionados, comprometendo a segurança na circulação. De acordo com a RTV Utrecht, também a reserva natural de Botshol no município de De Ronde Venen está lotado e encerrado ao trânsito.

Já na sexta-feira, Wijdemeren e Stichtse Vecht foram alguns dos primeiros municípios a convidar os entusiastas do patinagem a parar de ir aos lagos nos municípios. No final do dia, Rotterdam, Leeuwarden e Hardenberg fecharam estradas devido ao fluxo de entusiastas para os locais mais populares. Em Valkenburg, na província de Zuid-Holland, o clube de gelo Nooitgedacht, após consulta ao município, desactivou as pistas de gelo devido à grande concentração de pessoas. De acordo com o clube, é impossível fazer cumprir as medidas contra o coronavírus.

Para evitar que medidas desse tipo sejam necessárias, a KNSB, a associação de patinagem no gelo, aconselhou os amantes da patinagem do gelo a permanecerem perto de suas casas. De acordo com a associação de patinagem, há lugares suficientes para patinar um pouco por todo o lado, não sendo necessário realizar grandes viagens para os encontrar. A associação aconselha os patinadores a evitarem águas abertas congeladas e a patinar no gelo natural local, desde que não haja muito movimento.

Incidentes

Um dos incidentes mais notáveis ​​de sexta-feira ocorreu em Den Haag. Vários patinadores caíram no gelo no Hofvijver. A polícia, junto com os bombeiros e o Koninklijke Marechaussee, tiveram que unir esforços para tirar as pessoas do local.

Outro grupo de patinadores foi retirado por um pedaço de gelo mais espesso até um barco que os retirou através do Ministério de Assuntos Gerais e gabinete do primeiro-ministro cessante, Mark Rutte.

Já hoje sábado, uma mulher teve de ser socorrida do meio do Noorder IJpolder em Amsterdam, quando o gelo cedeu quando passeava o seu cão no lago. Também os hospitais, já de si sobrecarregados com pacientes covid, registaram um aumento de casos de pulsos e braços partidos e clavículas e tornozelos deslocados devido às quedas no gelo.

A forte geada continuará neste fim de semana. O Ministro da Justiça Ferd Grapperhaus pede aos entusiastas da patinagem que primeiro verifiquem cuidadosamente o movimento da área neste fim de semana, antes de ir para lá. “Se tiver multidão, o burgomestre ou vereador da segurança vão dizer: vamos fechar”, avisa o ministro.

Hubert Bruls, presidente do Conselho de Segurança das 25 regiões de segurança holandesas, alerta que os municípios podem decidir fechar ringues de patinagem, lagos, lagoas e canais para os patinadores se houver muito movimento, tal como aconteceu no ano passado na primavera e no outono, quando as pessoas se aglomeraram nas praias e florestas e estas tiveram o acesso interdito.

Um Novo Aviso. Um Outro Perigo nas Estradas

Imagem de Jacob Ode por Pixabay

 

Não é comum nos Países Baixos. São consideradas umas das redes viárias com mais qualidade. Mas o forte Inverno não perdoa nem aos melhores e a neve e gelo contribuíram para o surgimento de buracos nas estradas holandesas. Um problema que atinge todo o país, mas com mais incidência na área de Rotterdam devido ao maior movimento de veículos pesados. Auto-estradas e estradas citadinas terão de sofrer reparações de emergência.

O Inverno rigoroso causa danos na rede viária. Devido a grandes buracos na superfície da estrada, uma grande e longa reparação de emergência teve que ser realizada na A16 perto de Rotterdam na noite passada e hoje. A Rijkswaterstaat está à espera de mais problemas nas rodovias, porque gelo e asfalto são uma combinação má.

Os automobilistas viram-se no dilema de escolher entre o engarrafamento ou um desvio de quilómetros. Não houve outras escolhas na terça à noite e na quarta-feira para o tráfego que queria sair da A20 via Terbergseplein em direção à Van Brienenoordbrug, até porque os transportes públicos continuam com restrições em todo o país. Três das cinco faixas foram fechadas para reparações.

Problemas

As fortes geadas causam igualmente problemas na central de asfalto da Rijkswaterstaat. O gelo e as baixas temperaturas não permitem a produção acelerada de asfalto usado nas reparações necessárias. "Mas o problema já está resolvido", como indica o porta-voz da isntituição.

O asfalto da A20 entre Nieuwerkerk aan den IJssel e Terbregseplein também está em más condições devido ao gelo e um limite de velocidade mais baixo foi definido. O mesmo se aplica à A15 entre Gorinchem e Rotterdam, onde nas redes sociais chamam o asfalto de queijo suíço. "A geada vai continuar ainda por algum tempo, então estamos a contar que isso aconteça com mais frequência", disse Rijkswaterstaat.

Os danos causados ​​por geadas ocorrem principalmente em estradas mais antigas e o risco de danos aumenta com geadas severas. Em geral, de acordo com Rijkswaterstaat, os danos no asfalto ocorrem em locais onde o atrito na superfície da estrada é maior: principalmente em locais onde há engarrafamentos frequentes ou onde as pessoas dirigem mais devagar, devido a curvas acentuadas. Os inspectores da Rijkswaterstaat estão portanto, mais atentos ao asfalto, mas os condutores também são solicitados a relatar novos danos e buracos. "Onde forem encontrados danos, colocamos sinais de alerta ou baixamos o limite de velocidade." A Rijkswaterstaat tenta reparar os danos o mais rápido possível. De preferência à noite, mas nem sempre é possível.

Dentro das cidades e estradas municipais também há alguns problemas com buracos no asfalto. As autoridades municipais e regionais estão também elas a realizar mais inspecções e reparações de emergência nos locais assinalados o mais rápido possível.

 

Empregadores Querem Baixar Salários em Tempos de Crise

Imagem de NettPix por Pixabay

 

Três organizações que representam os maiores empregadores na Holanda elaboraram uma proposta extraordinária.  A "cláusula de crise" daria aos empregadores o poder de reduzir temporariamente os salários de seus empregados em tempos de crise.

A pandemia de coronavírus em curso revelou implicações a longo prazo em relação a crises globais e como empresas, indústrias e famílias em todo o mundo lutam para encontrar uma maneira de seguir em frente durante e após o fim da pandemia. Alguns estão a sugerir soluções controversas para problemas futuros.

AWVN, MKB Nederland e VNO-NCW, três organizações dos maiores empregadores na Holanda, argumentam que a gravidade da situação ainda não é certa. O apoio financeiro fornecido pelo governo holandês desde a primavera de 2020 tem adiado o problema. Mas quando esse apoio chegar ao fim, dizem eles, as empresas terão que encontrar formas de cortar custos para se manterem à tona.

As organizações de empregadores destacam as circunstâncias inéditas e incertas que a covid-19 trouxe, resultando em empresas que procuram toda e qualquer saída para a crise. Uma solução que eles propõem envolve entregar aos empregadores mais controle sobre seus custos em tempos incertos.

Cláusula de Crise

Com esta cláusula de crise, as empresas que tenham os seus lucros cair drasticamente de um ano para o outro, por exemplo, em 20%, poderiam implementar condições de trabalho mais austeras e cortar temporariamente os salários dos funcionários. Mas essa cláusula funcionaria nos dois sentidos: em tempos difíceis, todos os que trabalham na empresa sofrerão as perdas; mas quando os negócios correm bem, todos os trabalhadores devem desfrutar de salários (consideravelmente) mais altos.

Juntamente com a cláusula de crise, as organizações também propõem uma série de outras soluções potenciais. Por exemplo, mais flexibilidade na realocação de funcionários que trabalham com contratos permanentes para diferentes posições ou locais, a fim de mantê-los no emprego, ou economia de custos recompensando horas extras com dias de férias extra como compensação.

O Sindicato Nacional Cristão (CNV) e a Confederação Sindical dos Países Baixos (FNV) criticaram o plano. O presidente da CNV, Piet Fortuin, reconhece que algumas opções necessitam estar disponíveis para os empregadores que estão a passar por dificuldades, mas diz que essa cláusula só privaria milhões de trabalhadores de seu emprego e segurança financeira. O FNV tem a mesma opinião: "O nosso ponto de partida é mais segurança no emprego e, sempre que possível, bons aumentos salariais... Os empregadores não devem cometer o mesmo erro que depois da crise anterior, quando o crescimento do trabalho precário aumentou e o crescimento dos salários atrasou anos,” disse o coordenador de condições de trabalho Zakaria Boufangacha.

KLM Realiza o Primeiro Voo do Mundo com Combustível Sintético

Imagem de A Beijeman por Pixabay

 

Os passageiros que aguardavam em Schiphol o voo KL1703 para Madrid no passado mês de Janeiro, não tinham ideia de que estavam num voo especial. Até que o capitão pegou no microfone e disse que seriam os primeiros a voar com combustível sintético, produzido de forma sustentável. O aparelho da KLM tinha 500 litros de querosene sintético sustentável no tanque, produzido a partir de dióxido de carbono (CO2), electricidade verde e... água, além da querosene normal. É a primeira aeronave a voar com este tipo de querosene.

O feito foi anunciado pela Ministra dos Transportes e Infra-estruturas Cora van Nieuwenhuizen, na manhã de segunda feira em Den Haag, durante uma conferência digital internacional sobre o futuro dos combustíveis sustentáveis ​​para aviação. A pedido do ministério, a Shell produziu hidrogénio verde usando electricidade adquirida por painéis solares. O CO2 foi capturado na zona industrial de Pernis - Rotterdam e numa quinta em Friesland. Querosene amigo do ambiente é feito a partir destes dois químicos juntamente com água.

A ministra queria mostrar na prática que voar com querosene sintético sustentável é possível. "500 litros é claro que é muito pouco para um avião, mas já é muito mais do que criado em condições de laboratório", diz Van Nieuwenhuizen. "A intenção agora é crescer até ao nível europeu e torná-lo mais acessível."

A Ministra van Nieuwenhuizen, juntamente com a França, Alemanha, Suécia, Finlândia e Dinamarca, está a pedir à Comissão Europeia que apresente um plano obrigatório para o uso de querosene sustentável. Desta forma, as companhias aéreas teriam que usar uma proporção cada vez maior nos tanques de combustível das suas aeronaves. Em 2050, a aviação, como outros sectores, deve ser completamente neutra em relação ao C02.

Produção

Várias companhias aéreas estão a trabalhar com bioquerosene em pequena escala, mas as matérias-primas são limitadas. O querosene sintético sustentável também não será produzido em grande escala a curto prazo.

Realmente precisamos de mais tempo”, disse Marjan van Loon, CEO da Shell. “Temos que aumentar a produção para baixar os custos. Precisamos de muita electricidade produzida com renováveis. E precisamos de uma política, preferencialmente a nível europeu, em que o sector de aviação seja estimulado a usar também este combustível”.

A quantidade de electricidade verde necessária ainda é um grande obstáculo à produção de querosene sintético. Se a Holanda quiser gerar ela própria a energia para isso, serão necessários muito mais parques eólicos offshore do que os que estão planeados actualmente. Uma alternativa é que o hidrogénio seja importado de outros países onde há muita electricidade disponível produzida por energia solar.

Mesmo que as coisas corram bem com o desenvolvimento comercial de querosene sintético sustentável, isso não significa que voar ficará mais barato. O processo de produção deste combustível de aviação é muito mais caro do que o querosene normal retirado do petróleo. O consumidor vai pagar por isso e, portanto, as passagens ficam mais caras. É bom para o clima, mas não significa imediatamente recuperação económica para as companhias aéreas.

A aviação não está incluída no acordo climático de Paris, mas tanto a UE como a Holanda definem objectivos climáticos para a aviação. Por exemplo, a Comissão Europeia vem aumentando as taxas das emissões de CO2 para a aviação. A Holanda comprometeu-se com as exigências de redução de CO2 em contrapartida com os milhões de euros de ajudas governamentais que a KLM recebe para sobreviver à crise provocada pela pandemia de covid-19.

Discriminação no Mercado Imobiliário em Den Haag

Imagem de Tumisu por Pixabay

 

O mesmo problema já tinha sido estabelecido em Amsterdam e Utrecht e parece agora que os agentes imobiliários de Den Haag usam das mesmas práticas. 57 por cento dos agentes imobiliários de aluguer em Den Haag estão dispostos a discriminar com base no histórico de migração ou orientação sexual, a pedido do senhorio. As evidências surgiram após uma pesquisa da agência de investigação RIGO em nome do município de Den Haag.

O uso de emails e telefonemas foram usados para determinar se era possível discriminar possíveis inquilinos. Além disso, os candidatos a proprietários (fictícios) telefonaram ou enviaram um e-mail a agentes imobiliários com clausulas discriminatórias para ver se concordariam com isso.

Mais de metade dos agentes imobiliários concordou em fazê-lo, um quarto nem sequer atendeu ao pedido ou demonstrou que seleccionar inquilinos desta forma não é permitido por lei.

Inaceitável e Punível

O vereador para a habitação Martijn Balster, considera os resultados inaceitáveis: "A discriminação cria uma divisão e oportunidades desiguais. Tomaremos medidas extraordinárias e combateremos com firmeza a discriminação."

A Gemeente de Den Haag quer fornecer melhores informações aos inquilinos para que possam apresentar uma reclamação de uma forma mais fácil e rápida se algo do género acontecer. O município também quer falar com os proprietários. Segundo o município, deve ficar claro para os agentes imobiliários que a discriminação é inaceitável e punível por lei.

O município também quer investigar até que ponto a discriminação pode estar ligada ao sistema de autorização de aluguer que Den Haag, Amsterdam, Utrecht, Rotterdam e Eindhoven usam para combater os abusos no aluguer de habitação. Este sistema de autorizações é usado, entre outras coisas, para combater os altos valores de aluguer, a má manutenção e a sobrelotação.

A investigação sobre a discriminação no mercado imobiliário de aluguer será repetida anualmente de forma aleatória.

Câmara de Deputados Vota Extensão do Recolher Obrigatório

ultima hora

 

A maioria da Câmara de Deputados (Tweede Kamer) votou a favor do prolongamento do recolher obrigatório até 3 de Março. As partidos querem uma imagem clara de como a medida pode ser suspensa.

O recolher obrigatório fica agora em vigor até às 4.30h do dia 3 de Março.

A coligação (VVD, CDA, D66 e ChristenUnie) recebeu o apoio dos partidos de oposição SP, GroenLinks e PvdA para a extensão do recolher. Todos os partidos não consideram o recolher uma medida agradável, mas simplesmente não vêem uma alternativa com a qual o número de novas infecções pelo coronavírus e o número de internamentos hospitalares possam ser reduzidos. A eficácia do recolher obrigatório será debatida novamente a 23 de Fevereiro. No entanto, os critérios para a sua suspensão ainda não estão definidos.

Existem dúvidas sobre o efeito do recolher obrigatório. Em particular, não está claro se a medida reduz o número de novas infecções a curto prazo. Para o líder do PVV Geert Wilders, este é um dos argumentos mais importantes no qual justifica o voto contra do seu partido na extensão da medida até 3 de Março.

De acordo com o primeiro ministro Mark Rutte, o recolher obrigatório e o conselho de no máximo uma visita por dia mostram um efeito visível no número de novas infecções. De acordo com o primeiro-ministro, o número de infecções e hospitalizações já começaram a diminuir.

Governo Quer Recolher Obrigatório Prolongado. Câmara de Deputados Terá de Votar a Medida

old-town-938202_1920.jpg

 

A ordem de recolher obrigatório deverá permanecer em vigor até 2 de Março, sob conselho da equipa de especialistas que aconselham o governo (OMT), se a Câmara de Deputados concordar. O governo espera, com o recolher obrigatório estendido, manter sob controle a variante britânica do coronavírus. Na conferência de imprensa participaram os ministros da justiça, saúde e o primeiro ministro.

De acordo com o ministro Ferd Grapperhaus da justiça, o número de infecções é "decepcionante". "É por isso que a OMT nos aconselhou a continuar com o recolher obrigatório." O gabinete irá, no entanto, rever a 23 de Fevereiro se o recolher "não pode ser cancelado antes".

A Câmara de Deputados irá debater este prolongamento amanhã. O governo quer a permissão da maioria no parlamento, o que aliás, parece ser a intenção de voto dos deputados.

Sobre o efeito do recolher obrigatório, Grapperhaus disse que "parece haver efeitos". "Em qualquer caso, não vimos nenhuma evidência em contrário aos estudos que indicam haver menos infecções porque as pessoas se visitam menos."

De acordo com o governo, a OMT "realizou uma ampla pesquisa" e examinou estudos estrangeiros. "É por isso que esse conselho é apresentado." O governo sempre disse que há indícios de que o recolher obrigatório pode levar a uma queda de 8 a 13 por cento no número de novas infecções. 
A OMT actualmente assume que a mutação britânica do vírus é 35 a 40 por cento mais contagiosa do que a variante original, o que anteriormente estava indicado como 50%.

Terceira Vaga

Mesmo depois de 2 de Março, o relaxamento das medidas é altamente incerto, disse o ministro da saúde Hugo de Jonge: “É muito incerto. Existe potencial para uma terceira vaga. Estamos ocupados com a vacinação, mas proteger totalmente os grupos mais vulneráveis antes do final de Março ainda está longe de ter sucesso.”

Os gráficos têm mostrado uma tendência ligeiramente descendente há semanas, mas a variante britânica joga um papel critico nos números. A variante está a surgir à superfície e a OMT espera um aumento significativo no número de infecções no próximo mês. Portanto, com excepção da reabertura do ensino básico e uma venda condicionada em lojas, não é possível relaxar mais medidas, alertaram os virologistas e epidemiologistas na semana passada . Van Dissel, director da RIVM, o Instituto de Saúde Pública e Ambiente, até deixou em aberto a opção de que mais medidas adicionais possam ser necessárias, mas o governo não vê ainda necessidade disso, relatam as fontes da OMT. 

Continuam as Dificuldades na Circulação Ferroviária

Imagem de André Muller via Pixabay

 

Na sua nota de imprensa, a empresa ferroviária NS dá a conhecer as dificuldades em reiniciar o seu horário normal de viagens. O gelo e neve acumulados em catenárias e agulhas de mudança de linhas continuam a causar problemas na circulação. Com o frio e humidade desta noite, a previsão não é melhor para o dia de amanhã.

O inverno continua a ter impacto nos serviços ferroviários nos Países Baixos. Para esta noite e madrugada espera-se a formação de gelo em catenárias e linhas. É por isso que amanhã haverá de novo horários modificados, principalmente com as velocidades de circulação. Não haverá serviço nocturno de comboios e amanhã apenas deverá circular o serviço Sprinter. Será feito o possível para que este serviço pare no maior número de estações possíveis para conseguir transportar o maior número de pessoas. Havendo condições nas plataformas, também estes comboios serão estendidos com mais composições para aumentar a lotação.

No entanto, a situação na ferrovia permanece incerta, recomenda-se adiar sua viagem, se possível. Se precisar fazer uma viagem necessária, é aconselhável verificar o serviço com o planeador de viagens, pouco antes da partida, para obter as informações de viagem mais actualizadas.

NS e ProRail permanecem atentas à previsão do tempo. Ambas as organizações trabalham continuamente para resolver e prevenir o máximo de falhas possível. Amanhã, mais técnicos e locomotivas auxiliares estarão prontos para resolver as falhas no sistema o mais rapidamente possível.

Se vai viajar para fora do país, saia mais cedo e planeie tempo extra para possíveis transferências ou cancelamentos Consulte as informações de outras empresas de transporte público para ver se há alterações em seus horários ou rotas.

 

Continuam os Avisos Devido ao Gelo

Imagem KNMI

 

Acaba o aviso laranja para as condições perigosas nas estradas devido à acumulação de neve e formação de gelo, mas não para todo o país. A KNMI mantém o aviso laranja na parte norte dos Países Baixos e a circulação ferroviária continua condicionada. As temperaturas polares irão continuar pelo menos uma semana.

Várias autoestradas estiveram caóticas, muito embora a maioria na região da Randstad estivesse em condições razoáveis. A A7 esteve encerrada devido a gelo e vários acidentes, bem como a A50, com filas de duas horas devido a um acidente com um veículo pesado. Mantém-se assim o aviso laranja para as províncias de Noord-Holland, Friesland e Groningen até às 18.00h devido ao gelo e acumulação de neve. O resto do país passa agora a um aviso amarelo.

Transportes Públicos

A circulação dos transportes públicos dentro das cidades está condicionado, com várias linhas suspensas ou com desvio. Conte com atrasos.

A NS (ferrovia) informa também que a forte nevasca e o vento do dia de ontem e noite passada causaram muitas interrupções e avarias. Ainda hoje, as condições atmosféricas tem impacto sobre os serviços. A NS e ProRail estão neste momento a fazer o possível para que a circulação seja restabelecida ainda hoje, segunda-feira, 8 de Fevereiro. No momento não dá nenhuma certeza sobre o número de comboios, rotas e frequência, nem de quando será restabelecida. Mais neve está prevista para algumas zonas do país

A NS aconselha, sempre que possível, adiar a sua viagem ou encontrar uma alternativa.

Previsões

A KNMI informa para hoje céu nublado e em muitos lugares pode ainda nevar ligeiramente, o que pode produzir cerca de 1 a 2 cm de neve, especialmente no leste e sudeste. Localmente poderá acumular 2 a 5 cm. No norte e noroeste podem ocorrer ainda a formação de dunas de neve. O frio vai continuar com temperaturas máximas de cerca de -5° C no interior a -2° C na região de Wadden. Em combinação com o vento moderado de leste, a sensação térmica será entre -10 e -15º C. Ao longo da costa norte, o vento permanece forte.

Escolas Fechadas Devido à Neve

imagem de portugueses na holanda

 

Devido às condições nas estradas, cada vez mais escolas primárias na Holanda estão a decidir permanecer fechadas na segunda-feira e estender o ensino online por mais um dia. Muitas escolas em Amsterdam permanecem encerradas e a acomodação de emergência também não será possível. As escolas reabrem na segunda-feira, após um longo encerramento devido às medidas de combate à pandemia.

Por exemplo, Openbaar Onderwijs aan de Amstel (22 escolas) decidiu permanecer fechada. "Como é incerto se professores e alunos conseguirão chegar à escola (com segurança) amanhã, acaba de ser decidido (em consulta com os outros conselhos escolares de Amsterdam) que nossas escolas permanecerão fechadas e o ensino online será estendido por mais um dia, tanto quanto possível", disse ele. As escolas afiliadas à Federação de Educação Primária Pública de Amsterdam também permanecerão fechadas. 

Escolas em Rotterdam, Den Haag, Gouda, Bergenschenhoek e Vinkeveen também anunciaram que manterão suas portas fechadas na segunda-feira. As escolas em Achterhoek e Land van Cuijk também permanecerão fechadas. Em Twente, 22 escolas da Katholiek Onderwijs Noord Oost Twente permanecerão fechadas. Várias pessoas noticiam nas redes sociais o encerramento de escolas em outras partes do país.
 
Ministério da Educação
 
De acordo com um porta-voz do conselho PO (a associação que representa os interesses comuns dos conselhos escolares na educação primária, educação primária especial e educação especial), cabe aos conselhos escolares tomar a decisão final. “Nossa informação é que as escolas vão abrir, mas que os problemas parecem surgir nas grandes cidades, onde os professores costumam não morar perto da escola. Porque não podem lá chegar, porque é perigoso na estrada ou porque não há transporte público, preferem encerrar a escola.” 

De acordo com o conselho PO, ainda não há indícios de que as escolas permanecerão fechadas quase na totalidade. “Não vemos ou ouvimos isso no momento. Cabe aos conselhos escolares tomar uma decisão. E se eles decidirem permanecer fechados, o ensino à distância pode ser iniciado sem problemas."

O ministro Slob da Educação, afirma no Twitter que entende a decisão das escolas. “Isso é muito razoável. Espero que as aulas possam ser feitas novamente em breve. Felizmente, muitas crianças moram perto da escola. Hoje, muitas crianças aproveitaram o inverno. Com razão. Não costumamos ter essa experiência”.

 

Depois da Neve, os Perigos

Imagem de KNMI

 

Devido à neve e ao frio, a Rijkswaterstaat (rodovia) e a NS (ferrovia) aconselham não sair amanhã de manhã, a menos que seja realmente necessário. O KNMI emitiu o aviso laranja devido às condições atmosféricas e formação de gelo até o meio-dia de segunda-feira.

De acordo com a Rijkswaterstaat, as condições de condução continuam perigosas, especialmente no centro e norte do país. Quem tem de circular na estrada devido à deslocação para o trabalho é chamado a ajustar o seu estilo de condução.

Apesar dos 30 milhões de quilos de sal que foram espalhados pelas estradas nas últimas 24 horas, parte das rodovias encontram-se ainda perigosas para a circulação, relata a Rijkswaterstaat. Hoje, a neve e o gelo já causaram dezenas de acidentes mas amanhã de manhã a situação poderá ser ainda maior devido ao aumento de deslocações para o trabalho e escolas básicas, que reabrem amanhã.

Comboios Lentos

Amanhã, as ferrovias holandesas vão tentar iniciar o tráfego de comboios de forma lenta. Ainda não está claro em quais as ligações que isso vai acontecer, disse um porta-voz da NS. “Tudo depende de como estará a neve esta noite. Esperamos saber mais amanhã de manhã.”

Hoje a circulação ferroviária esteve suspensa todo o dia devido ao congelamento das linhas e agulhas de mudança de linha.

Algumas empresas ferroviárias regionais conseguiram ainda hoje voltar a realizar serviços, embora também de forma lenta. A Arriva em Groningen e Friesland, o MerwedeLingeLijn entre Dordrecht e Gorinchem e os comboios entre Zwolle e Kampen já fazem um serviço limitado. 

No final da tarde, o KNMI decidiu emitir o aviso laranja a partir das 00.01h até às 12.00 de segunda-feira devido à formação de gelo nas estradas. Durante o resto desta noite, o aviso vermelho de mau tempo ainda se aplica a todo o país.

Live Blog - Tempestade de Neve Darcy

Imagem de jplenio por Pixabay

 

A tempestade de neve foi batizada de Darcy pelo KNMI. Para chamá-la de nevasca, a média horária da força do vento deve ser 8 Bf. Isso aconteceu em Houtribdijk entre Enkhuizen e Lelystad esta manhã.

Comboios

A circulação ferroviária está suspensa. Não há certezas de quando será reposto o serviço.

Autoestradas

Rijkswaterstaat está a aconselhar a não usarem a estrada durante o o dia de domingo. A partir da meia-noite, um aviso vermelho de mau tempo está em vigor para todo o país devido a neve em combinação com ventos fortes. Isso pode levar a condições de condução muito perigosas, na forma de dunas de neve, pouca visibilidade e gelo nas estradas.

Leitores

Um pouco por todo o país a cor comum a todas as fotos é o branco e muitos dos nossos leitores já participaram com o envio das suas fotos.

Cristiana Monteiro Lekkerkerk

Cristiana Monteiro - Lekkerkerk

Eunice Costa Veldhoven

Eunice Costa - Veldhoven

Joana e Rita Mateus Heeswijk Dinther

Joana e Rita Mateus - Heeswijk Dinther

Lúcia Sá Rotterdam

Lúcia Sá - Rotterdam

Marco Simões Yerseke

Marco Simões - Yerseke

Sofia Semedo Rotterdam

Sofia Semedo - Rotterdam

Valter Filipe Arnhem

Valter Filipe - Arnhem

Ana Rosa Simão Rotterdam

Ana Rosa Simão - Rotterdam

Carlos Vieira Rotterdam

Carlos Vieira - Rotterdam

Catarina Pinho Utrecht

Catarina Pinho - Utrecht

Flavio Sousa Nieuwkuijk

Flavio Sousa - Nieuwkuijk

Gabriel Rios Oud-Vossemer

Gabriel Rios - Oud-Vossemer

Luis Carlos Belo Yerseke

Luis Carlos Belo - Yerseke

Luis Coutinho Sint - Oedenrode

Luis Coutinho - Sint-Oedenrode

Magda Carbone Eersel

Magda Carbone - Eersel

Rosa Lima Zoetermeer

Rosa Lima - Zoetermeer

Susana Fontes Rilland

Susana Fontes - Rilland

Hugo Ramos Rotterdam

Hugo Ramos - Rotterdam

Elsa Graça Rotterdam

Elsa Graça - Rotterdam

Alvaro Faustino Rotterdam

Alvaro Faustino - Rotterdam

Mas os que mais aproveitam a neve e nunca se queixam do frio: as crianças.

Sofia Sousa Rotterdam

Sofia Sousa - Rotterdam

Luis Carlos Belo Yerseke

Luis Carlos Belo - Yerseke

Mas os nossos companheiros de quatro patas também gostam.

Joana e Rita Mateus Heeswijk Dinther

Joana e Rita Mateus - Heeswijk Dinther

e seu gato King Alex

Joana Silva Utrecht

Joana Silva - Utrecht

e seu gato Micky

Sara Nascimento Roosendaal

Sara Nascimento - Roosendaal

 

 

Enviem suas fotos e vídeos para portuguesesnaholanda@gmail.com

Famílias Fazem Queixa Crime de Mark Rutte Devido ao Seu Papel no Caso dos Subsídios-Creche

Imagem de Sang Hyun Cho por Pixabay

 

Oitenta vítimas do caso do subsídio-creche exigem justiça e apresentaram uma queixa contra o primeiro-ministro demissionário, Mark Rutte. Trata-se de três crimes oficiais, disse o advogado Vasco Groeneveld na quarta-feira. No mês passado, Groeneveld apresentou uma outra queixa em nome de um grupo de vítimas contra cinco ex-ministros.

O advogado achou nessa altura que era muito cedo para incluir o primeiro-ministro na queixa. Após o debate parlamentar, novas informações incriminatórias foram acrescentadas ao caso, como o ex-ministro Asscher dos Assuntos Sociais ter dito que se tratou de uma, "caça ilegal pelas autoridades fiscais a milhares de famílias”, disse Groeneveld.

De acordo com o advogado das famílias, Rutte disse a 19 de Janeiro durante o debate parlamentar sobre o caso que o governo sabia desde Maio/Junho de 2019 quão grande e extenso era o problema. "Isso significa: muitos milhares de vítimas. O primeiro-ministro também reconheceu que desde então esteve directamente envolvido no processo. E ele foi vago sobre isso na comissão parlamentar de interrogatório", disse o advogado.

"A partir de documentos recentemente divulgados, parece que o Primeiro-Ministro esteve envolvido nas decisões sobre as medidas a serem tomadas desde Maio de 2019. No entanto, a cobrança ilegal por parte do Fisco continuou até Novembro de 2019 ou mais. Ele também já tinha conhecimento de abusos no outono de 2018."

Rutte Estava Ciente dos Problemas

Segundo os queixosos, Rutte permitiu que as decisões de cobrança indevida continuassem a existir, mesmo sabendo que a lei estava sendo violada. Além disso, deliberadamente ou por negligência grosseira, ele não fez cumprir as leis.

"Rutte não interveio quando meus clientes foram oficialmente acusados de fraude e roubados dos seus rendimentos", disse Groeneveld. "A violação do estado de direito pelo governo não tem precedentes na história holandesa moderna. Para esses casos graves, os legisladores incluíram infracções penais no Código Penal."

Groeneveld já tinha apresentado uma queixa a 12 de Janeiro contra os ministros Tamara van Ark (Assistência Médica), Wopke Hoekstra (Finanças) e Eric Wiebes (Economia). Além destes, o ex-Secretário de Estado das Finanças Menno Snel e o ex-Ministro Lodewijk Asscher também foram incluídos na queixa.

A declaração contra Rutte é apenas um suplemento à queixa anterior. Além disso, as suspeitas contra Hoekstra e Snel também foram expandidas com os chamados crimes intencionais, que envolvem não apenas culpa, mas também intenção.

No caso dos subsídios-creche, os pais foram erroneamente acusados de fraude ao Estado, quando este próprio sabia dos erros da máquina fiscal e mesmo assim nada fez para a evitar. Muitos consideram que esta permissão é apenas o resultado do chamado racismo institucional, já que a grande parte das famílias acusadas eram de origem estrangeira. Durante os inquéritos conheceu-se igualmente que a máquina fiscal escrutina mais avidamente os benefícios recebidos por famílias com nomes estrangeiros. Como resultado, milhares deles tiveram sérios problemas financeiros e pessoais, com falências pessoais, despejos, perda de emprego, dividas e famílias separadas. 

O assunto levou à demissão em bloco do governo no mês passado.

Tempestade do Fim de Semana Já Tem Nome. Frio Polar Será Sentido Toda a Semana

Imagem de weermeisje

Temperaturas para Domingo. A vermelho a sensação de temperatura esperada.

Estará seco a maior parte do tempo em muitos lugares no sábado. À noite, uma frente de chuva entrará por sul que rapidamente se transformará em neve ou chuva gelada. A temperatura durante a noite estará entre os 0º C em Groningen e 6º C no sul.

No domingo, a neve vai espalhar-de a partir do sul para quase todo o país juntamente com um vento forte. Em alguns lugares, podem se acumular até 50 centímetros de neve. O KNMI deu um nome à área de baixa pressão que causará a forte nevasca durante o dia de domingo: tempestade Darcy.

Para grande parte do país, um aviso vermelho de mau tempo vai-se aplicar a partir da meia-noite, porque a neve em combinação com um vento forte até 90 km/h pode levar a situações perigosas, por exemplo no trânsito. Por ser um vento forte de leste, podem-se formar dunas de neve. A chuva congelante também será possível manter-se no sudeste do país.

O Weerplaza aconselha a todos os que tenham de sair no domingo para se agasalharem bem. As temperaturas estarão entre os -1 e os -4º C, mas o vento frio provocará uma sensação de cerca de -15º C.

A Rijkswaterstaat, organização que trata da manutenção das autoestradas, fez também preparativos para a queda de neve e tem 350 limpa-neves e 546 camiões de espalha de sal prontos para manter as estradas o mais limpas e seguras possíveis. Cerca de 1200 trabalhadores estarão de plantão no fim de semana. A NS também diz que está pronta para o inverno, estando atenta à circulação ferroviária, tendo para isso também equipas extras preparadas para responder às situações.

O primeiro ministro Mark Rutte faz também um apelo para que tenham cuidado fora de casa. "Uma batalha de bolas de neve é sempre divertido, mas não o façam em grupos". As restrições devido à pandemia mantêm-se durante a tempestade. As quedas são outra situação a evitar. "Lembrem-se que os hospitais estão cheios devido à pandemia".