O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Alvaro Faustino, em 03.08.14 às 19:10link do post | | adicionar aos favoritos

Deslizamento de um dique na cidade de Wilnis, em 2003 

          9 milhões de habitantes, 60% do território, são estes os números de um país abaixo do nível do mar.

Em 1953 acontece na Holanda o maior desastre natural dos últimos 500 anos. Grande parte das províncias de Zeeland e Holanda do Sul sofrem com o rebentamento de diques marítimos. Cerca de 2000 mortos, milhares de desalojados, perdas enormes na agricultura com o alagamento do terreno por água salgada do mar e a morte de animais. A Holanda descobre assim da pior maneira, a fragilidade dos seus diques contra o Mar do Norte.

Com este desastre natural, a Holanda cria a Comissão Delta, encarregue de debater ideias, planear projectos e executar obras que visem proteger o país das águas bravias do mar.

Nasce assim o Deltawerken.

Imagens das cheias de 1953, em inglês

O Deltawerken foi um dos maiores projectos mundiais de forma a proteger um país contra o mar. Foram construídos e reforçados inúmeros diques e barragens em toda a zona costeira holandesa. Os mais conhecidos são a Philipsdam ou o Haringvliet, mas também o Afsluitdijk faz parte.

O Deltawerken ficou concluído em 1997 com a inauguração do Maeslantkering na região de Rotterdam, uma das maiores estruturas móveis do Mundo e juntamente com os restantes projectos, consideradas uma das 7 Maravilhas da Engenharia Moderna pelo Colégio de Engenharia Norte-Americano.

Teste do Maeslantkering, em Rotterdam

Hoje em dia, um exemplo de perseverança e engenharia para outros locais no planeta. A cidade de Veneza está a aplicar um projecto semelhante para se proteger das águas do mar e a cidade de New Orleans pegou em ideias deste projecto depois do furacão Katrina ter devastado a região.

Imagens aéreas do Deltawerken

O Deltawerken protegeu o país durante o século XX mas uma coisa que a Holanda também aprendeu em 1953 foi, não viver para o presente. A Holanda vive para o futuro e por isso, em 2011 foi criado o Plano Delta.

 

Este novo plano será concretizado para proteger a zona delta dos principais rios: o Rijn, Maas, Scheldt, Eems e todos os seus braços e canais que fazem parte deste delta. Esta área tem uma probabilidade de inundação de 59% e com as mudanças climáticas,o aumento do nível do mar e as previsões de clima extremo com fortes chuvas e tempestades, é de extrema importância proteger as populações destes locais.

 

Em termos orçamentais, que está já a ser debatido no Parlamento, contará com um fundo de investimento na ordem dos mil milhões de Euros anuais, já a iniciar em 2015 e a ser finalizado até 2050. Espera-se assim proteger o país até ao final deste século.

Notícia sobre o inicio do Plano Delta, em holandês

Em termos práticos, o plano prevê o aumento da altura, na ordem dos 50 a 100 cm, e reforço dos diques ribeirinhos. O plano quer aumentar a altura e resistência dos diques em longas extensões destes rios, protegendo assim as cidades e povoações ao longo destes cursos de água.

Também serão criados espaços para os cursos de água formarem lagos ou baías temporárias, o programa Ruimte Voor de Rivier (Espaço Para o Rio). Isto quer dizer que, em caso de excesso de água nestes rios e dificuldade de escoamento para o mar, devido a intempéries ou correntes marítimas anormais, poderão libertar este excesso nestas zonas temporárias de escoamento, permitindo assim a manutenção de níveis de água seguros e cheias potencialmente devastadoras em locais mais populados. Tornar os rios mais profundos ou o alargamento das suas margens poderão ser uma solução em caso de excesso de água.

Explicação do programa Espaço Para o Rio, em holandês

Espera-se assim proteger a Holanda até ao ano 2100.

 

Para mais informações, consulte:

- Deltawerken (holandês, inglês, alemão, francês e espanhol)

- Comissão Delta para o Delta Plan (inglês)

- TU Delft, Universidade Tecnológica de Delft, departamento de Engenharia Hidraulica (inglês)

- O livro The Dutch and Their Delta, Living Below Sea Level, de Jacob Vossestein, e editado pela Xpat Media (em inglês) também é interessante para uma pequena pesquisa sobre a geografia e história da sociedade holandesa e a sua relação com a água.

- Espaço Para o Rio (holandês) com todos os projectos para consulta.

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Portugueses na Holanda Email

Portugueses na Holanda Comentários no Blog e Facebook

Grupo Trabalho na Holanda


Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
27
28
29
30

31


Links de Interesse
blogs SAPO