Um blog para todos mas em especial para outros portugueses emigrados na Holanda, ou que ponderam a vinda. Notícias, informações, dúvidas, pode e deve fornecer e retirar neste espaço. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Alvaro Faustino, em 02.08.14 às 21:52link do post | | adicionar aos favoritos

Te Huur = Aluga-se 

          É uma das maiores dificuldades com que o imigrante se depara na Holanda. A dificuldade de alugar uma casa ou apartamento é extensível até aos próprios holandeses. Encontrar um lar, pelo menos do nosso agrado, não é fácil.

Existem muitos pontos a ter em consideração, tais como localização, a vizinhança, o acesso a transportes públicos, a distância do trabalho, proximidade de supermercados, locais centrais ou mais periféricos, etc... Mas existem outros pontos a considerar, sendo o mais importante, o quanto podemos gastar mensalmente num aluguer. Depois de tudo isto ponderado, existem ainda 10 pontos comuns e de grande importância ao procurar e escolher o seu lar na Holanda.

 

1- FUROS E PINTURAS

Quando nos mudamos para uma casa, gostamos de nos sentir em casa, mas mudar a decoração interior, para se adequar aos nossos gostos, é algo que deve ser discutido com o proprietário. Poderá perguntar à agência sobre estas possibilidades, mas é o dono que terá a última palavra.

O proprietário poderá permitir as pinturas e furos nas paredes para os nossos retratos e obras de arte, mas normalmente quando isso acontece, aquando da sua saída, terá de devolver o espaço no seu aspecto original.

Poderá por vezes, se tiver a sorte de encontrar um bom senhorio, de ele mesmo realizar a pintura.

O que deve fazer, antes de realizar qualquer mudança, é certificar-se do que pode e não pode realizar.

 

2- PREPARE-SE PARA PUXAR OS CORDÕES À BOLSA

É para muitos o mais doloroso de fazer. Pagar os custos no inicio de um arrendamento.

Pode parecer muito para inicio, mas o gasto é apenas uma acumulação de custos.

Terá de pagar o mês em que inicia o arrendamento, duas (ou se tiver sorte, uma) rendas de caução e um equivalente a um mês de renda de comissão (atenção: existem regras para a aplicação destas comissões, a serem faladas num outro artigo). Ao todo, poderá ter de pagar o equivalente a quatro meses de renda.

Se estiver a ser relocado pelo seu empregador, certifique-se com a sua empresa, quem será o responsável pelo pagamento.

 

3- A QUEM LIGAR EM CASO DE PROBLEMAS

A sua agência de arrendamento não o poderá ajudar se algo correr mal. O responsável é o proprietário do imóvel, embora a sua agência possa intermediar entre vós. Se houver uma infiltração, por exemplo, o proprietário é o responsável. Em caso de uma torneira a verter, uma fechadura estragada ou uma pequena avaria eléctrica, o responsável pelo arranjo é o arrendatário, ou seja, você.

 

4- TAXAS NÃO INCLUÍDAS NO "TUDO INCLUÍDO"

O termo "tudo incluído" é uma contradição, pois na verdade isso não acontece. Este termo aplica-se aos gastos com electricidade, água, gás ou até wi-fi, mas não ás taxas municipais e regionais. O inquilino é responsável pelo pagamento das taxas de recolha de lixo ou protecção de diques, por exemplo.

 

5- ANIMAIS

Não se esqueça de referir que tem, ou está com intenções de ter, um animal de estimação. Existem imóveis onde não são permitidos e outros onde são. A sua agência tendo esta informação, poderá mostrar-lhe os imóveis que melhor se aplicam para o seu caso.

É que ter um cão ou um gato, leva a algumas mudanças no contrato de arrendamento, como por exemplo, o pagamento de uma caução extra devido ao risco de estragos causados pelos animais.

 

6- PARTILHA

Tal como no caso dos animais de estimação, também a partilha de imóvel (i.e. aluguer de quartos a terceiros e partilha de zonas comuns) deve ser discutida com a sua agência ou senhorio. Existe mercados onde são alugados imóveis destinados à partilha e outro para o arrendamento normal.

 

7- MERCADO EXPAT VERSUS MERCADO HOLANDÊS

Há uma diferença entre alugar através de uma agência virada para o mercado expat e uma do mercado holandês. As agências especializadas no mercado expat têm normalmente casa mobiladas e por mobilar disponíveis, para que assim cheguem aos diferentes desejos dos clientes. Há quem imigre sem nada e há que o faça com a "casa atrás".

Se preferir agências do mercado holandês, tome atenção. Existem muitas e diferentes clausulas contratuais diferentes, mas o que mais se distingue, é poder encontrar espaços com uma total ausência de chão acabado e/ou luz. Para um imigrante, isto é com certeza um choque e nada prático para quem aqui chega a primeira vez.

 

8- CONTRATOS FALADOS

Por Lei, acordos verbais são também vinculativos na Holanda. Mesmo sem assinar nada, um acordo falado é legal e vinculativo por Lei, por isso tome atenção ao debaterem todas as opções e informações entre inquilino e senhorio/agência. Mas jogue sempre pelo seguro: peça contrato escrito e assinado.

 

9- SISTEMA DE PONTOS E RENDIMENTOS

Na Holanda, as rendas são determinadas por um sistema de pontos, que são usados para determinar o valor da renda versus qualidade do espaço alugado, seja ele uma casa, apartamento ou quarto.

Rendas baixas, são normalmente imóveis no mercado controlado e só terão acesso a este mercado, pessoas ou famílias de rendimentos baixos.

E nunca se esqueça. Se lhe parecer "bom demais para ser verdade", isso quer normalmente dizer isso mesmo.

 

10- CENTROS HISTÓRICOS

Pode parecer poético ou romântico viver dentro de um centro histórico, mas rapidamente se pode transformar num pesadelo, especialmente na sua carteira. Num centro histórico, os imóveis são bonitos e diferentes, em zonas turísticas e de beleza mais cuidada, mas também são zonas onde as casas são antigas.

Com isto quer-se dizer, que são edifícios de valor histórico, alguns mesmo monumentos, onde a realização de obras obedecem a rígidas regras de preservação e onde se encontram casas ou apartamentos sem vidro duplo ou com fraca isolação, o que se poderá revelar caro no aquecimento devido à fraca protecção contra perdas de calor. E não se esqueçam, os Invernos aqui podem ser frios e tendo um imóvel fraca isolação, também caro na conta da luz/gás.

 

Artigo redigido através da Perfect Housing.

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Portugueses na Holanda Email

Portugueses na Holanda Comentários no Blog e Facebook

Grupo Trabalho na Holanda


Louie a 19 de Agosto de 2014 às 16:08
Devo mudar-me para a Holanda em Outubro.
Cheira-me que este blog me dará muito jeito.
Devo ir temporariamente para a Frisia, e depois em Janeiro logo me mudo.

Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
27
28
29
30

31


Links de Interesse
Comentários Recentes
Olá Carlos. Pode através dos links de agências imo...
Olá boa tarde antes de mais felicitações pro blogu...
Olá Ricardo. Sobre as leis de trabalho na Alemanha...
Ola Boa Noite,Estou a terabalhar ja ha 3 anos na h...
Gostaria de saber que direitos tenho e o que devo ...
Olá Ana. Para procurar trabalho, use uma das nossa...
Bom dia, o meu marido encontra-se a trabalhar em R...
Ola estou a morar na Holanda ha 3 meses. Trabalho ...
Caro José. Uma vez que é a Holanda que lhe irá pag...
Boa noite no caso de ser despedido poderei receber...
Tráfego internet
blogs SAPO