O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Alvaro Faustino, em 23.03.14 às 14:56link do post | | adicionar aos favoritos

dirigente do PVV, Geert Wilders 

As declarações do dirigente do Partido Da Liberdade (PVV, Partijd Van Vrijheid), Geert Wilders, na passada quinta-feira durante o comício em Den Haag, após as eleições locais, onde perderam assentos em Den Haag e Almere, embora nesta última cidade se tivessem mantido como o maior partido, causaram e ainda causam baixas dentro do próprio partido.

Wilders dirigiu-se aos presentes com a pergunta, "querem mais ou menos marroquinos?", sendo que a resposta dos presentes tenha sido, "menos, menos, menos", deixando um sorriso nos lábios do dirigente e a expressão, "vamos então tratar disso". Nem terão sido as palavras a causaram mal estar, mas a forma como foram ditas, já comparadas a um discurso de Adolf Hitler sobre os judeus, o que nas redes sociais na Holanda já foi demonstrado ao apelidarem o dirigente do PVV de Adolf Wilders.

 

Demissões

As palavras fizeram logo as primeiras baixas no partido com a demissão do seu número dois e de mais alguns importantes membros partidários. Na cidade de Almere, onde o partido se manteve como a principal força política, também os eleitos para o Município se desmarcaram das palavras do seu dirigente. Também os candidatos ás próximas eleições europeias ponderam o afastamento e a recusa do apoio do próprio partido, não evitando mesmo assim a demissão de Laurence Stassen, cabeça de lista pelo PVV ás europeias e responsável pela província do Limburg pelo partido, pondo-se assim em causa o acordo de cooperação com a extrema-direita francesa de Le Pen e de outros partidos europeus de extrema-direita. Na província de Flevoland, os conselheiros provinciais, eleitos pelo PVV, também se demitiram do partido e criaram o seu próprio grupo político, afirmando que "partilhamos dos objectivos do PVV, mas não dos métodos de Wilders".

 

Consequências

Para já, a principal consequência das palavras de Wilders levaram o Governo a não pedir mais a cooperação do PVV na governação do país. Segundo o Primeiro-Ministro holandês, Mark Rutte, o dirigente do PVV "desta vez foi longe demais e transpôs a fronteira do aceitável com estas palavras, por isso, os acordos e cooperação entre o Governo e o partido cessarão de vez."

Outra consequência foi a inundação no Ministério Público, de queixas de discriminação e incitamento ao ódio contra Wilders. Também a polícia e associações anti-discriminação receberam várias queixas. O Ministério Público já fez saber que "atingimos a capacidade máxima no tratamento das queixas, mas faremos todos os possíveis para investigar todas elas". Especialistas jurídicos afirmam que algumas queixas tem pernas para andar e levar assim Wilders a julgamento por actos discriminatórios e incitamento ao ódio.

 

Manifestações

Em Amsterdam várias pessoas de várias origens, holandeses, holandeses de origem marroquina, marroquinos e de outras nacionalidades, manifestaram-se contra as políticas cada vez mais xenófobas e racistas do PVV, exigindo a condenação e um pedido de desculpas do mesmo.

Não só os marroquinos têm sido alvo das palavras de Wilders, mas também imigrantes de outras origens. Muitas vezes polacos e outros imigrantes europeus têm sido alvo das suas criticas xenófobas.

Wilders já fez saber que não pedirá desculpas pelas suas palavras justificando-se que "estava a referir-me aos criminosos" e que "apenas disse o que todos os holandeses pensam, não tenho por isso de pedir desculpas a ninguém. Apenas falei a verdade."

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Portugueses na Holanda Email

Portugueses na Holanda Comentários no Blog e Facebook

Grupo Trabalho na Holanda

 


Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

16
17
18

24
25
26
27
28
29

30
31


Links de Interesse
blogs SAPO