O principal meio de informação em português na Holanda. Notícias, informação e ponto de encontro da comunidade portuguesa. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Portugueses na Holanda, em 21.10.17 às 11:53link do post | | adicionar aos favoritos

 

Esta sim, a verdadeira geringonça. À holandesa, tal como é habitual na democracia do país.

Esta intitula-se de Rutte III. Pela terceira vez, Mark Rutte do partido VVD ganha as eleições e como é habitual, não há maioria para ninguém. Há que negociar e convidar outros partidos.

 

Nas últimas eleições, Mark Rutte perde lugares e por isso são precisas negociações entre quatro partidos. VVD, CDA, D66 e GroenLinks entram em negociações. Estas falham. GroenLinks não chega a acordo em algumas matérias, nomeadamente em relação a refugiados e abandona a mesa. Coloca-se então o problema. São necessários quatro partidos para se formar uma maioria governativa. Quem convidar para as negociações? Mark Rutte não aceita de maneira nenhuma o PVV de Geert Wilders e a sua política populista contra a imigração, embora tenha sido o segundo partido mais votado.

VVD, CDA e D66 convidam então o ChristienUnie, a União Cristã, para as negociações.

Depois de mais de 200 dias de negociação, chegam a acordo. Tornam-se assim o Governo que mais tempo levou a formar na Holanda. Ontem deram a conhecer os 16 ministros de 4 partidos que irão estar à frente do Governo.

 

Os Partidos Políticos

São quatro a formarem este Governo.

 

VVDVolkspartij voor Vrijheid en Democratie 

Literalmente, Partido Popular para a Liberdade e Democracia. Um partido liberal conservador de direita e que apoia o liberalismo económico. É liderado por Mark Rutte.

 

CDA Christen-Democratisch Appèl

Traduzido para Apelo Democrata Cristão. Partido de Centro-direita de ideologia cristã e conservadora. Liderado por Sybrand Buma.

 

D66Democraten 66

Democratas 66. Partido de espectro político do Centro (económico: Centro-direita; social: Centro-esquerda), com uma ideologia Europeísta e Social-liberalismo. Liderado por Alexander Pechtold.

 

CUChristen Unie

Vistos como Democratas Cristãos, intitulam-se como Sociais Cristãos. A União Cristã tem uma assinatura Protestante Ortodoxa, com políticas de Centro-esquerda em relação a assuntos sociais, mas bastante Conservadora em relação a assuntos como o aborto ou casamento homossexual. Um partido Euro-céptico mas de grande ideologia Ecologista.

 

Os Ministros

 

Apresentado pelo VVD como Ministro dos Assuntos Gerais e Primeiro Ministro da Holanda de um Governo de coligação do VVD, CDA, D66 e ChristenUnie.

Nome: Mark Rutte

Nascimento: 14 de Fevereiro de 1967 em Den Haag

Residência: Den Haag

Função anterior: Primeiro Ministro do governo VVD e PvdA

Estudos: Formado em História pela Universidade de Leiden.

Carreira: Em 1992 inicia funções na empresa Unilever como Director de Equipa da Calvé. Em 2002 é convidado para fazer parte do Governo Balkenende II como Secretário de Estado para os Assuntos Sociais. De 2004 a 2006 passa a Secretário de Estado da Educação no mesmo Governo. Depois disso, passa quatro anos como deputado do VVD na Tweede Kamer, o Parlamento holandês ou Câmara Baixa. Em 2010 ganha as eleições legislativas e forma Governo com o CDA e com o apoio do PVV (Rutte I). Em 2012 este Governo demite-se por falta de entendimento com o PVV. Volta a ganhar as eleições e formam Governo com o PvdA, o Partido Trabalhista (Rutte II).

 

Apresentado pelo VVD como Ministro dos Negócios Estrangeiros

Nome: Halbe Zijlstra

Nascimento: 21 de Janeiro de 1969 em Ooststellingwerf

Residência: Wassenaar

Função anterior: Presidente do grupo VVD na Câmara Baixa

Estudos: Sociologia pela Universidade de Groningen

Carreira: Trabalhou como Gerente de Conta e deputado pela Gemeente de Utrecht. Foi Director do Projecto Improvex. Em 2006 torna-se deputado pelo VVD na Câmara Baixa e fez parte da Comissão Parlamentar sobre a Renovação da Educação. Em Outubro de 2010 passa a Secretário de Estado da Educação, onde recebe várias criticas pelas suas ideias. Em 2012 torna-se Presidente do Grupo Parlamentar do VVD.

 

Apresentado pelo VVD como Ministro da Economia e Clima

Nome: Eric Derk Wiebes

Nascimento: 12 de Março de 1963 em Delft

Residência: Amsterdam

Função anterior: Secretário de Estado das Finanças

Estudos: Formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Tecnológica de Delft

Carreira: Iniciou carreira como Consultor na Shell. Em 2004 entra para o Ministério da Economia como Secretário-Geral. Em 2010 entra para a Direcção do Instituto dos Transportes e Mobilidade de Amsterdam. Quatro anos mais tarde, substitui Frans Weekers como Secretário de Estado das Finanças, onde recebe a pasta para a difícil renovação do Belastingdienst. Já teve divergências com o partido devido a pontos de vista diferentes, que o levaram a abandonar a filiação ao VVD por duas vezes.

 

Apresentado pelo VVD como Ministro da Saúde Pública, Bem-Estar e Desporto

Nome: Bruno Johannes Bruins

Nascimento: 10 de Julho de 1963 em Arnhem

Residência: Scheveningen

Função anterior: Presidente do Conselho de Administração da UWV

Estudos: Direito e Administração pela Universidade de Groningen

Carreira: Depois de finalizar os estudos trabalhou durante um longo período de tempo para a empresa de transportes de Den Haag , a HTM. De 2000 a 2006 foi inclusive o líder desta empresa. Em 2006 foi Secretário de Estado da Educação por um pequeno período de tempo. Em 2007 entra para a empresa de Transporte Connexxion e em 2012 entra para a Presidência do Conselho de Administração da UWV.

Enquanto na presidência da HTM foi acusado pelos partidos da oposição de ter conseguido o cargo através de amizades políticas.

 

Apresentado pelo VVD como Ministra da Infra-Estrutura e do Meio Ambiente.

Nome: Cornelia (Cora) de Nieuwenhuizen

Nascimento: 12 de Junho de 1963 em Ridderkerk

Residência: Oisterwijk

Função anterior: Membro do Parlamento Europeu

Estudos: Formada em Geografia Social pela Universidade de Utrecht

Carreira: Trabalhou num banco e ajudou na clínica veterinária do seu marido. Em Oisterwijk foi eleita deputada na Assembleia Municipal da cidade, seguindo-se a política provincial. Entre 2007 e 2010 foi deputada na Câmara Alta pela Província de Noord-Brabant, onde teve funções em assuntos de mobilidade, ordenamento do território e o Aeroporto de Eindhoven. De 2010 a 2014 esteve na Câmara Baixa como deputada pelo VVD. A partir de 2014 passa para a Europa como membro do Parlamento Europeu.

Uma fã fanática do Feyenoord de Rotterdam que não perde um jogo no estádio, tal como revelou numa entrevista recente.

 

Apresentado pelo VVD como Ministro da Segurança e Justiçaresponsável pelo poder judicial.

Nome: Sander Dekker

Nascimento: 9 de fevereiro de 1975 em Den Haag

Residência: Den Haag

Função anterior: Secretário de Estado da Educação, Cultura e Ciência

Estudos: Estudou Administração Empresarial na Universidade de Leiden

Carreira: Ficou na Universidade como Pesquisador e Docente. Em 2004 é Presidente do Grupo Parlamentar do VVD na Assembleia Municipal de Den Haag, onde em 2006 e 2010 concorreu pelas listas do VVD. Entre 2006 e 2010 fui Vereador em Den Haag para a Educação, Desporto e Juventude. Em 2012 passa a Secretário de Estado da Educação, Cultura e Ciência.

Devido a um acidente de bicicleta em 2013, onde partiu uma perna, cotovelo, costelas e um pulso, esteve afastado da Câmara Baixa apenas durante uma semana. Voltou logo ao trabalho, embora estivesse com os dois braços incapacitados e tinha de beber por uma palhinha durante os trabalhos no Parlamento.

 

Apresentado pelo CDA como Vice-Primeiro Ministro e Ministro da Saúde Pública, Bem-Estar e Desporto, responsável pelos cuidados prolongados.

Nome: Hugo de Jonge

Nascimento: 26 de Setembro de 1977 em Bruinisse

Residência: Rotterdam

Função anterior: Vereador na Educação, Juventude e Família em Rotterdam

Estudos: Formado como Professor do Ensino Básico

Carreira: Foi docente no Ensino Básico. Em 2004 entra na Câmara Baixa como membro do CDA e foi assistente político de dois Ministros da Educação. Fez parte da equipa de Gestão do Conselho de Educação, antes de se tornar Vereador em Rotterdam.

A sua carreira como Vereador começou devido a uma discussão sobre a anti-concepção obrigatória para mulheres com problemas psiquiátricos ou sem-abrigo.

 

Apresentado pelo CDA como Ministro das Finanças.

Nome: Wopke Bastiaan Hoekstra

Nascimento: 30 de Setembro de 1975 em Bennekom

Residência: Bussum

Função anterior: Parceiro no McKinsey Consulting Office em Amsterdam

Estudos: Direito Holandês pela Universidade de Leiden e formação pela INSEAD em Fontainebleau e Singapura.

Carreira: Trabalhou para a Shell de Rotterdam, Hamburgo e Berlim. Desde 2006 trabalha para a McKinsey e cinco anos depois consegue um lugar no CDA para a Câmara Alta. Em 2017 fez parte da comissão responsável pelo programa político do CDA.

Em 2014 foi o único deputado pelo CDA a votar a favor de uma proposta de igualdade de sexos, apresentada pelo partido D66.

 

Apresentado pelo CDA como Ministra da Defesa.

Nome: Anna Theodora Bernardina (Ank) Bijleveld-Schouten

Nascimento: 17 de Março de 1962 em IJsselmuiden

Residência: Goor

Função anterior: Comissária pelo Rei da Holanda em Overijssel

Estudos: Ciência Administrativa na Universidade de Twente

Carreira: Começa em 1986 na Gemeente de Hengelo como Vereadora. Em 1989 torna-se membro do CDA na Câmara Baixa, onde se torna Vice-Presidente do grupo parlamentar. Em 2001 torna-se Burgmeester, Presidente da Câmara, de Hof van Twente. Em 2007 regressa à Câmara Baixa onde se torna Secretária de Estado Adjunta do Interior. Em 2011 ingressa nas funções de Comissária pelo Rei da Holanda em Overijssel.

Conduziu as negociações entre CDA, VVD e PVV para a formação do Governo de Rutte I.

 

Apresentado pelo CDA como Ministro da Justiça, responsável pela polícia.

Nome: Ferdinand Bernhard Joseph Grapperhaus

Nascimento: 8 de novembro de 1959 em Amsterdam

Residência: Amsterdam

Função anterior: Advocacia em parceria com Allen & Overy e professor de direito do trabalho na Universidade de Maastricht, em tempo parcial

Estudos: Direito do Trabalho na Universidade de Amsterdam

Carreira: Fez a sua carreira em escritórios de advocacia como especialista em Direito no trabalho e Insolvências. Com várias publicações literários sobre o assunto, também é colunista no Financial Daily. 

Muito activo nas plataformas sociais e também autor num blog.

 

Apresentado pelo D66 Vice-Primeira Ministra e Ministra de Assuntos Internos e Habitação.

Nome: Karin Hildur (Kajsa) Ollongren

Nascimento: 28 de Maio de 1967 em Leiden

Residência: Amsterdam

Função anterior: Vereadora na Economia, Instalações Aero e Portuárias, Monumentos, Arte e Cultura e Meios de Comunicação Locais

Estudos: Formada em História pela Universidade de Amsterdam. Formação em Administração pela Ecole Nationale d'Administration em Paris.

Carreira: Iniciou-se no Ministério da Economia em Den Haag, onde esteve mais de vinte anos. Em 2006 fez parte das listas do D66 para a Câmara Baixa. Foi Secretária Geral do Ministro dos Assuntos Gerais e entre 2011 e 2014, braço direito do Primeiro-Ministro Mark Rutte. Depois disto, passou a ser Vereadora de Amsterdam.

Com dupla nacionalidade, holandesa e sueca. A sua mãe é Escandinava. Em Maio disse numa entrevista televisiva que não fazia sentido entrar em negociações com o partido Christen Unie, para a formação de Governo.

 

Apresentado pelo D66 como Ministra do Comércio Exterior e Cooperação para o Desenvolvimento.

Nome: Sigrid AM Kaag

Nascimento: 2 de Novembro de 1961 em Rijswijk

Residência: Beirute, Líbano.

Função anterior: Coordenadora Especial da ONU para o Líbano

Estudos: Formação em Língua e Literatura Árabes pela Universidade de Leiden. Continuou os estudos na Universidade Americano do Cairo.

Carreira: Trabalhou em Londres para a Shell e no Ministério dos Negócios Estrangeiros. Este em missão em Israel nos territórios palestinos e Jordânia. Entrou para a ONU onde efectuou vários trabalho no Médio Oriente. Em 2013 recebe a missão para a destruição das armas químicas na Síria. Em 2015 muda-se para o Líbano em trabalho para a ONU.

Seu marido é antigo Embaixador na Suíça para os Territórios Palestinos e responsável pelos Acordos de Oslo. Fala seis idiomas fluentemente e é bastante activa no problema dos refugiados no Médio Oriente.

 

Apresentado pelo D66 como Ministro dos Assuntos Sociais e do Emprego.

Nome: Wouter Koolmees

Nascimento: 20 de Março de 1977 em Capelle aan den IJssel

Residência: Rotterdam

Função anterior: Membro da Câmara Baixa pelo D66

Estudos: Formado em Economia Social e Institucional pela Universidade de Utrecht

Carreira: Fez pesquisa para o Dutch Economic Institute / ECORYS. Depois disso, fez a transição para o Ministérios das Finanças, onde desde 2010 é representante nacional. Vice-Presidente do partido, teve também os assuntos imobiliários na sua pasta de tarefas.

Foi ele, em 1994, o responsável pelo baptismo do Governo PvdA, VVD e D66, como o Governo Roxo.

 

Apresentado pelo D66 como Ministra da Educação, responsável pela educação superior.

Nome: Ingrid Katharina de Engelshoven

Nascimento: 12 de Julho de 1966 em Delfzijl

Residência: Den Haag

Função anterior: Membro da Câmara Baixa pelo D66

Estudos: Formação em Direito da Holanda pela Universidade de Leiden e Direito Político pela Universidade de Groningen

Carreira: Entrou como Consultora no D66. Foi funcionária do Ministério da Infra-estrutura e Meio Ambiente e Directora da Fundação para Uso Responsável de Álcool, de 2004 a 2009. De 2007 a 2013 foi Presidente do partido e entre 2010 e 2017, vereadora da Educação em Den Haag.

Grande parte da sua juventude foi passada na Bélgica.

 

Apresentado pela Christen Unie como Vice-Primeira Ministra e Ministra da Agricultura, Qualidade e Regiões Alimentares.

Nome: Cornelia Johanna (Carola) Schouten

Nascimento: 6 de Outubro de 1977 em 's-Hertogenbosch

Residência: Rotterdam

Função anterior: Membro da Câmara Baixa pelo Christen Unie

Estudos: Formada em Administração Empresarial pela Universidade Erasmus de Rotterdam.

Carreira: Directora política do Ministério dos Assuntos Sociais e do Emprego. Juntou-se ao partido como oficial de contas. Como membro da Câmara Baixa também recebeu assuntos financeiros e económicos na sua pasta de trabalho. Juntamente com Wouter Koolmees do D66, apresentaram um projecto lei para ajudar as pequenas empresas a marcarem a sua posição no mercado imobiliário. Fez também parte da Comissão Parlamentar que fez a investigação à fuga de informação dos Serviços de Inteligência e Segurança, conhecido como o caso Stiekem.

É mãe solteira de um filho adolescente.

 

Apresentado pelo Christen Unie como Ministro da Educação, Ciência e Cultura, responsável pela educação primária e secundária.

Nome: Arie Slob

Nascimento: 16 de Novembro de 1961 em Nieuwerkerk no IJssel

Residência: Zwolle

Função anterior: Director do Historisch Centrum Overijssel e Stichting IJsselacademie

Estudos: Formado em História e Ciências Sociais pela Universidade de Groningen

Carreira: Trabalhou até 2001 no Gereformeerd Pedagogisch Centrum. Entrou depois na Câmara Baixa pelas mãos do partido GPV, que mais tarde se fundiu com o RPF para formarem o Christen Unie. De 2007 a 2015 foi membro do partido na Câmara Baixa, com apenas uma interrupção em 2010. Em 2016 regressa ao seu meio de estudo, no Historisch Centrum Overijssel em Zwolle.

Em 2009 lançou a proposta de nas escolas publicas se ensinar a História da Criação juntamente com a Teoria da Evolução.

 

Informação pesquisada e retira de várias fontes jornalisticas e online e compiladas em um único artigo.

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Grupo Trabalho na Holanda


Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Links de Interesse
blogs SAPO