Um blog para todos mas em especial para outros portugueses emigrados na Holanda, ou que ponderam a vinda. Notícias, informações, dúvidas, pode e deve fornecer e retirar neste espaço. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Alvaro Faustino, em 25.08.13 às 17:01link do post | | adicionar aos favoritos

 

Um delicioso texto da Catarina enviado para a nossa rubrica Olhar Português na Holanda. Delicioso, ou não fosse ela também autora no seu próprio blog Espresso and Stroopwafel, evidentemente já ligado a nós através da nossa coluna lateral de links. O seu texto não só nos transmite o seu olhar sobre o país, como também a sua aprendizagem de uma técnica que lhe permitiu conquistar o seu lugar no mercado de trabalho holandês, a qual ela quer partilhar com outros que se deparam com o mesmo problema para, quem sabe, conseguirem também eles o seu lugar. A Holanda parece ser o país, em que nada parecer ser como deveria, mas onde é possível vingar. Apenas temos de compreender as suas regras do jogo... e muda-las um pouco a nosso favor.

 

* * *

 

As 3 coisas que aprendi sobre como procurar trabalho na Holanda

Catarina, Blog Espresso and Stroopwafel

Cheguei a Utrecht na Holanda em Janeiro de 2013. Para ser mais precisa dia 31 de Dezembro de 2012. Queria utilizar a força do simbolismo da frase feita “Ano Novo, Vida Nova” para me ajudar nos desafios que aí vinham. A razão da minha vinda para a Holanda é a mesma de  muitos – o meu companheiro foi convidado para cá trabalhar e uma decisão tinha que ser tomada. E foi bastante arriscada e díficil: despedi-me do meu trabalho em Portugal e vim para a Holanda procurar do zero. Obviamente que tinha o apoio incondicional dele, da minha família e dos meus ex-empregadores, e se assim não fosse esta experiência teria sido agonizante.

Como licenciada em Gestão com experiência de 6 anos em Consultoria as minhas expectativas sobre a receptividade do meu CV eram bastante realistas. Esperava no mínimo um período de 6 meses de procura intensa de trabalho antes de conseguir algo que me enchesse as medidas e fizesse sentido face à minha experiência profissional anterior. Na verdade foi isso que aconteceu, hoje estou felizmente a trabalhar em algo que gosto bastante. Mas o processo até chegar a este objectivo foi totalmente diferente, e bem mais díficil, do que estava à espera.

As minhas expectativas eram que ia demorar bastante tempo até encontrar um trabalho, mas nos entretantos, teria oportunidade de ir a várias entrevistas  e ficar a conhecer o mercado. Nada mais errado. Fiz tudo o que as boas práticas diziam sobre candidaturas online e tornei a pesquisa de trabalho o meu trabalho a tempo inteiro. Passei no mínimo 5 horas diárias em frente ao computador à procura de trabalho nos sítios mais usuais (linkedin, monsterboard, icote, etc, etc, etc, etc) e a pesquisar por empresas na minha área. Estudava as empresas antes de enviar o CV, personalizava o CV e a carta de apresentação e só enviava a minha candidatura para anúncios em inglês e em que tinha pelo menos 70% da experiência pedida para aumentar as chances de sucesso.

Passadas as primeiras semanas de silêncio, começaram a chegar por email os primeiros Nãos: “Muito obrigado por ter enviado a candidatura, neste caso há mais marinheiros do que marés”. Depois, a segunda vaga de Nãos, depois a terceira...Sem qualquer convite para sequer uma entrevista, até que percebi que a minha abordagem tinha que mudar radicalmente.

O que me leva às 3 coisas que aprendi sobre como procurar trabalho na Holanda:

  1. Apostar no networking – na minha opinião é algo extremamente complicado de implementar mas que não se deve descurar quando se procura trabalho noutro país. Deve ser feito em paralelo com o envio de candidaturas, com mais benefícios a longo prazo do que candidaturas online. Enquanto procuramos trabalho, e mesmo depois o encontrarmos, aprendi que devemos construir uma rede de contactos. No meu caso, deveria ter começado logo em Portugal a fazê-lo e não o fiz. Foi a maior lição aprendida. Mas logo que percebi que construir uma rede de contactos era fundamental, tentei começar da forma mais acessível - conhecer e falar com amigos de amigos que estavam ou tenham estado na Holanda, perguntar-lhes como é o mercado, como são as empresas em que trabalham, etc, etc. Para esclarecer este ponto: não se trata de pedir trabalho, mas sim tentar recolher o máximo de informação sobre sectores e oportunidades e dar-nos a conhecer. Através da rede de contactos que fui construíndo tive acesso a oportunidades que me foram dando algum alento e motivação.

 

  1. Ser proactivo- Procurar trabalho aqui na Holanda é uma experiência que constroi carácter. Temos de sair da nossa zona de conforto e ser mais proactivos. Ligar para empresas a perguntar se os podemos conhecer, explicar porque achamos que podemos ser uma boa aquisição para a empresa é bastante respeitado e comum. Aproveitar uma resposta negativa, onde tenham dito que gostam do nosso CV, para perceber se haverão de futuro outras oportunidades, é também outro forma.

 

  1. Não substimar a barreira da língua – apesar da grande maioria dos Holandeses falar muito bem Inglês, existe uma grande fatia do tecido empresarial cujo dia-a-dia é dedicado exclusivamente a clientes Holandeses. Podem colocar o anúncio de trabalho em Inglês, mas para certo tipo de funções, por muito que gostem da experiência de um candidato internacional, se ele não falar Holandês está automaticamente excluído. Por isso, o Holandês é mesmo necessário para uma grande fatia de oportunidades de trabalho. Uma boa forma de ultrapassar esta barreira é começar a aprender a língua assim que possível, embora seja preciso aceitar que vai levar alguns anos até termos um nível suficiente de Holandês. É por isso preciso identificar empresas que trabalhem com clientes internacionais. E neste último ponto o nosso Português é uma alavanca fenomenal!

 

Obviamente que estas aprendizagens são muito pessoais e variam de sector para sector, e também estão relacionadas com o momento económico de contenção que a Holanda também atravessa. Não as leiam como uma verdade absoluta, mas sim como uma experiência pessoal.

Nos entretantos deste processo,  criei o blog Espresso and Stroopwafel para registar o dia-a-dia e partilhá-lo com todos aqueles que tivessem interesse nesta experiência e para me ajudar a distrair da ansiedade da procura de trabalho. Por isso não falo muito sobre trabalho lá, mas podem encontrar a minha visão da Holanda enquanto Portuguesa e tudo aquilo que me surpreende aqui neste país das terras baixas. Fica aqui o meu convite a passarem por lá!

 

http://espressoandstroopwafel.wordpress.com/

https://www.facebook.com/EspressoAndStroopwafel

* * *

Participe na nossa rubrica "Olhar Português na Holanda", a nossa experiência neste país poderá servir de exemplo a outros.

Estas serão as regras para a sua participação:
- Texto em português.
- Estar ou ter estado na Holanda.
- Poderá pedir o anonimato, mediante pedido explicito no email.
- Caso não opte pelo anonimato, deverá no final do texto escrever o seu nome, profissão, localidade e à quanto tempo está (ou esteve) no país.
- Os textos deverão ser enviados, em anexo de ficheiro Word, para o email ptnanl@sapo.pt com o assunto Olhar Português na Holanda.
- Os textos serão publicados na íntegra no Blog Portugueses na Holanda com a devida ligação à página Facebook.
- A Administração reserva-se ao direito de não publicar textos que se revelem ofensivos, insultuosos ou possíveis de provocar reacções racistas ou xenófobas.

Esperamos então os vossos textos, as vossas experiências e opinião.

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Portugueses na Holanda Email

Portugueses na Holanda Comentários no Blog e Facebook

Grupo Trabalho na Holanda


Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

20

27
28
30


Links de Interesse
Comentários Recentes
Olá Carlos. Pode através dos links de agências imo...
Olá boa tarde antes de mais felicitações pro blogu...
Olá Ricardo. Sobre as leis de trabalho na Alemanha...
Ola Boa Noite,Estou a terabalhar ja ha 3 anos na h...
Gostaria de saber que direitos tenho e o que devo ...
Olá Ana. Para procurar trabalho, use uma das nossa...
Bom dia, o meu marido encontra-se a trabalhar em R...
Ola estou a morar na Holanda ha 3 meses. Trabalho ...
Caro José. Uma vez que é a Holanda que lhe irá pag...
Boa noite no caso de ser despedido poderei receber...
Tráfego internet
blogs SAPO