Um blog para todos mas em especial para outros portugueses emigrados na Holanda, ou que ponderam a vinda. Notícias, informações, dúvidas, pode e deve fornecer e retirar neste espaço. Também pelo Facebook em www.facebook.com/portuguesesholanda
publicado por Alvaro Faustino, em 19.08.13 às 21:52link do post | | adicionar aos favoritos

 

O Olhar Português na Holanda, do Blog Portugueses na Holanda, inicia-se com o texto abaixo, enviado por Connie Machado.

 

* * *

 

"Viver na Holanda nunca foi um sonho meu mas na realidade tornou-se em pesadelo sem sonho.

Eu era Professora de Inglês em Portugal e ao ficar com um horário de 8 horas semanais o ordenado não era suficiente para pagar a prestação do apartamento e pagar todas as despesas.

Só tinha uma saída, sair do país. E, como já o tinha feito em 1985 quando emigrei para os Estados Unidos para ir estudar. Sair novamente do país seria mais uma aventura.

Em 2006, eu vi para a Holanda trabalhar numa estufa do louro, através de uma agência de trabalho temporário pertencente a uma portuguesa que posteriormente me passou para um trabalho de limpezas, já numa companhia holandesa e permanente também dela. Eu ate gostaria de mencionar os nomes destas empresas, como um alerta para outras pessoas, mas em tribunal ficou decidido que nem eu nem ela falaria mais no assunto para não denegrir a reputação dela.

Essa proprietária das duas companhias, tratava me como escrava, muitas horas extras de trabalho gratuito, não havia ferias nem subsidio, etc., etc… Passados 2 anos, eu pôs o casso em tribunal e fiquei em casa doente, a depressão sobre a humilhação e os maus trátos era insuportável. Ela fazia dos portugueses escravos e dizia nos que a lei da Holanda era assim. Ela não queria que nos fizéssemos IRS no final do ano porque suspeitava-se que ela não tinha pago as finanças sobre o nosso trabalho. Mas, eu fiz o meu. Burra fui que a informei que iria fazer o IRS mesmo estando ela a meter me medo a dizer me para eu não ir porque iria pagar muito dinheiro. Ela sempre pensou que eu era parva.

Passados dois anos, o casso foi resolvido em tribunal. Ela teria de me pagar 19 mil euros. O meu advogado sugeriu que fizesse mos um acordo e ela pagava 10 mil sem IRS. Eu aceitei porque se recebesse 19 mil e pagasse IRS ficava quase igual. O advogado ficou com 7 mil euros e eu com 3 mil. Em conclusão, não me deixei roubar pela patroa mas deixei-me roubar pelo advogado.

Desde essa tragedia, comecei a trabalhar para uma companhia multinacional a fazer traduções e com o tempo já faço parte dos quadros administrativos, em part-time. Tenho também a minha própria profissão em Psicoterapia que é a única coisa que gosto de fazer na Holanda, poder ajudar pessoas e sentir que tantos anos de estudos me servem para tornar uma sociedade melhor.

Para quem tem forca de vontade em aprender e ir mais alem, a holanda tem boas Universidades onde se pode ampliar os nossos horizontes. Eu já tinha estudado psicologia tanto em Nova Iorque como em Portugal, existem sempre equivalências e podemos sempre chegar onde queremos mesmo tendo muitos obstáculos pela frente. E, também vos posso acrescentar de que na Holanda tanto nas universidades como nas escolas profissionais estuda se a base de experiencia e não 4 anos de teoria como em Portugal. Os meus 2 últimos anos em psicoterapia foram praticamente a lidar com as situações reais o que permite que quando recebemos o diploma já temos muita experiencia o mesmo não posso dizer de Portugal que quando me formei em ensino, não tinha experiencia nenhuma e os orientadores das escolas onde nos leccionava-mos faziam nos a vida negra porque nos eramos como estagiários mas obrigados a saber por natureza. E por estas e por outras que em Portugal não se pode ir longe. O pior mesmo na Holanda é o exagero financeiro que temos que pagar para aprender a língua Holandesa.

Cada vez mais o sistema holandês exige que se fale holandês para desempenhar qualquer profissão. Excepto, os portugueses que temos ca, temporariamente, com contrato português e que são orientados por um líder que domina o idioma Inglês.

Depois, de este ser o terceiro pais onde já vivi, os meus medos e que no futuro a Holanda se torne um país como Portugal.

Mais, agora que o meu filho com 20 anos vai abandonar Portugal para vir refazer uma vida na Holanda, onde tem que começar tudo de novo. Terminou o 12 ano, ir 4 anos para uma universidade e no final não ter trabalho optamos por descer de patamar. Terá de passar 2 anos a aprender holandês para depois ser integrado novamente numa escola secundaria, nenhum país da equivalência directa. E, assim são mais 5 ou 6 anos para chegar ao nível que trás de Portugal. Em Portugal não se faz nada neste momento e por isso andamos para trás na tentativa de um dia poder ter um trabalho. Mas, aqui esta o risco… e, se daqui a 6 anos a Holanda esta como Portugal e só tempo perdido, não no total porque sempre se adquire cultura e experiencia.

Detesto de viver num país triste como a Holanda, onde na maioria dos dias não vimos o sol. Com o tempo ganhamos raízes e por ca vamos ficando…

Connie Machado"

 

* * *

 

Os Portugueses na Holanda convidam, a quem esteja interessado, a escrever a vossa experiência na Holanda com a participação na rúbrica Olhar Português na Holanda. Contem a vossa experiência, opinião, expectativas, medos, receios, etc. sobre a vossa estadia no país.
Estas serão as regras:
- Texto em português.
- Estar ou ter estado na Holanda.
- Poderá pedir o anonimato, mediante pedido explicito no email.
- Caso não opte pelo anonimato, deverá no final do texto escrever o seu nome, profissão, localidade e à quanto tempo está (ou esteve) no país.
- Os textos deverão ser enviados, em anexo de ficheiro Word, para o email ptnanl@sapo.pt com o assunto Olhar Português na Holanda.
- Os textos serão publicados na íntegra no Blog Portugueses na Holanda com a devida ligação à página Facebook.
- A Administração reserva-se ao direito de não publicar textos que se revelem ofensivos, insultuosos ou possíveis de provocar reacções racistas ou xénofobas.

Esperamos então os vossos textos, as vossas experiências e opinião.

 

Por uma comunidade forte, unida e informada.

Portugueses na Holanda Blog

Portugueses na Holanda Facebook

Portugueses na Holanda Email

Portugueses na Holanda Comentários no Blog e Facebook

Grupo Trabalho na Holanda

 


Claudia a 16 de Outubro de 2013 às 20:45
Dona Connie Machado, se detesta viver na Holanda, va para portugal, porque gente como a senhora nao fazem ca falta. E acrecento mais, quando a Holanda chegar ao ponto que esta Portugal, ja a senhora deve de estar a fazer tijolo ha muito tempo. Cumprimentos!!!

O Sexo e a Idade a 21 de Agosto de 2013 às 22:09
Textos enviados!
:DD

susana rita silva a 20 de Agosto de 2013 às 09:45
Gostaria de saber se alguem me consegue informar de como tratar do subsídio da casa, é que não encontro muita informação. obrigado

Alvaro Faustino a 21 de Agosto de 2013 às 00:14
Olá Susana. Presumo que esteja a falar no subsidio para a ajuda de pagamento da renda. Se tiver um DigiD pode fazer o pedido via internet, mas atenção que o processo é todo em holandês. De outra forma, poderá também deslocar-se directamente a um balcão do Belastingdienst para fazer o pedido ou pedir a um contabilista que a ajude no processo. O nome do subsidio é o Huurtoeslag.

Entre em Contacto
Portugueses na Holanda no Facebook
pesquisar
 
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16

20

27
28
30


Links de Interesse
Comentários Recentes
Olá Carlos. Pode através dos links de agências imo...
Olá boa tarde antes de mais felicitações pro blogu...
Olá Ricardo. Sobre as leis de trabalho na Alemanha...
Ola Boa Noite,Estou a terabalhar ja ha 3 anos na h...
Gostaria de saber que direitos tenho e o que devo ...
Olá Ana. Para procurar trabalho, use uma das nossa...
Bom dia, o meu marido encontra-se a trabalhar em R...
Ola estou a morar na Holanda ha 3 meses. Trabalho ...
Caro José. Uma vez que é a Holanda que lhe irá pag...
Boa noite no caso de ser despedido poderei receber...
Tráfego internet
blogs SAPO